O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casas
  4. Argentina
  5. BAK arquitectos
  6. 2011
  7. AV House / BAK Architects

AV House / BAK Architects

  • 16:00 - 14 Janeiro, 2013
  • Traduzido por Gica Fernandes
AV House / BAK Architects
AV House / BAK Architects, © Gustavo Sosa Pinilla
© Gustavo Sosa Pinilla

© Gustavo Sosa Pinilla © Gustavo Sosa Pinilla © Gustavo Sosa Pinilla © Gustavo Sosa Pinilla + 16

  • Arquitetos

  • Localização

    Villa Gesell, Argentina
  • Arquitetos Responsáveis

    María Victoria Besonías, Luciano Kruk
  • Colaboradores

    Arq. Nuria Jover, Enzo Vitali
  • Área

    110.0 m2
  • Ano do projeto

    2011
  • Fotografias

© Gustavo Sosa Pinilla
© Gustavo Sosa Pinilla

Descrição enviada pela equipe de projeto. O terreno de 20m x 30m é localizado na floresta do Mar Azul e sua particularidade é uma importante e constante inclinação na direção de uma de suas diagonais. As vistas frontais são protegidas por vegetação, muito abundante em toda a propriedade.

© Gustavo Sosa Pinilla
© Gustavo Sosa Pinilla

O pedido do cliente era uma casa para aluguel, com cerca de 100 m2, com uma  proposta de estética construtiva semelhante às outras casas construídas na área pelo escritório. Eram requeridas as necessidades básicas de uma casa de verão: dois dormitórios, um com banheiro privativo, uma cozinha integrada e espaços externos.

© Gustavo Sosa Pinilla
© Gustavo Sosa Pinilla

Imposta a materialidade e o programa básico sem nenhuma particularidade, buscou-se lidar com o projeto nas peculiaridades do terreno. Postulou-se que os diferentes usos poderiam estar localizados em diferentes volumes que seriam dispostos naturalmente no plano inclinado. Esta primeira decisão desencadeou soluções sucessivas derivadas dela: a virada do plano em relação aos lados do lote, a fim de coincidir com a sua inclinação natural foi o primeiro. Com este alinhamento do eixo da casa em direção leste-oeste e, conseqüentemente, a resolução de duas fachadas, claramente diferenciadas.

© Gustavo Sosa Pinilla
© Gustavo Sosa Pinilla

A rotação determinou também o acesso da fachada que abre-se para a rua e o espaço de expansão locada em direção oposta da casa. A entrada da residência foi proposta no centro da planta, ou seja, o ponto médio da inclinação e no mesmo nível do espaço da sala de jantar, cozinha e espaço externo. Dali, ascende-se para as áreas quietas (os dormitórios) e descende-se para as áreas contemplativas, viradas para a lareira.

© Gustavo Sosa Pinilla
© Gustavo Sosa Pinilla

A construção é feita com dois materiais básicos: concreto aparente e vidro. As lajes de diferentes volumes são suportadas por paredes em concreto e as vigas, construídas com uma inclinação mínima, a fim de produzir mais rápido escoamento da água pluvial. Utilizou-se concreto H21 com a adição de um fluidificante, de modo que esta mistura, com uma quantidade pequena de água para endurecimento, resulta em um material muito compacto sem a necessidade de impermeabilização. As paredes interiores de alguns tijolos furados são revestidas em argamassa. Os pisos são também em concreto, divididos com placas de alumínio. As esquadrias são de alumínio anodizado bronze escuro. O sistema de aquecimento, já que não há gás natural na área, foi resolvido com um sistema que combina uma lareira, fogões de gás de botijão e fogões elétricos.

© Gustavo Sosa Pinilla
© Gustavo Sosa Pinilla

Exceto as camas, sofás e cadeiras, o resto do equipamento desta casa é resolvido em concreto.

Corte
Corte

Ver a galeria completa

Sobre este escritório
BAK arquitectos
Escritório
Cita: "AV House / BAK Architects" [AV House / BAK Architects] 14 Jan 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Fernandes, Gica) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/91628/av-house-slash-bak-architects> ISSN 0719-8906