Reforma de um Apartamento em Tenerife / Julieta Esteban Rosell

Reforma de um Apartamento em Tenerife / Julieta Esteban Rosell

© José Oller© José Oller© José Oller© José Oller+ 9

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  55
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2012
  • Fotógrafo Fotógrafo:  José Oller ,

Descrição enviada pela equipe de projeto. Dentro das restrições impostas em uma reforma, as pré-existências neste projeto rompiam o retângulo limpo, que teria significado na planta, um pequeno pátio de instalações. Para integrar seu volume se gerou uma faixa de espaços auxiliares da habitação (chuveiro, banheiro, lavanderia, geladeira e armazenamento) como compartimentos. À meio caminho entre espaço e mobiliário. Graças a este gesto ganhava o resto da habitação na limpeza dos espaços principais, que se beneficiam do enclausurado dessas peças secundárias gerando espaços abertos à circulação e as vistas.

© José Oller
© José Oller

Manteve-se das pré-existências uma divisória que dividia a planta na metade. Inclusive se enfatizou este corte prolongando com gesso seco e com uma lâmina ampla, integrada na espessura da divisória, que em sua versão fechada termina de delimitar dois ambientes.

© José Oller
© José Oller

Assim, as pequenas peças excluídas do espaço, graças ao mobiliário de serviços e com este corte na metade da planta, o piso básico se compartimenta em dois únicos espaços: seguindo literalmente o discurso clássico da área de dia e noite, o espaço público e privado, ou mais concretamente, salão e suíte.

A área de dormitórios conta com duas divisórias livres com diferentes usos anexados a elas dependendo de qual lado toca. Sem fechar fisicamente os espaços, estas divisórias criam filtros visuais de privacidade e repartem os usos.

Planta
Planta

No espaço diurno, a cozinha é inserida em um armário baixo com uma prateleira que corre ao longo de todo o pavimento, mudando seu uso para móvel de tv. Sua colocação na cavidade que deixa a estrutura de pilares do edifício protegidos permite integrar seu volume. Feito que se enfatiza fazendo os rodapés com a inclinação e apresentando o mobiliário em gabinetes.

© José Oller
© José Oller

Neste projeto perseguiu-se que o condicionante de um orçamento muito curto em vez de um elemento limitador fosse o fio condutor do básico como filosofia. Fugindo das aparências e os sensacionalismos, em vez de baixar as qualidades estas se mantiveram em um nível sempre correto, empregando truques nos sistemas construtivos e esforçando a equipe ao máximo para virar adiante um projeto sincero, no qual o luxo está nos encontros entre materiais, as circulações, as vistas cruzadas e nos espaços, elementos sem preço que provêm a arquitetura.

© José Oller
© José Oller

É um projeto cru, que com a sinceridade de seus materiais básicos veste sua personalidade: pisos de cimento, madeira de pinheiro, portas de armário, ausência de ferragens sofisticadas ou de rodapés e pintura ou azulejo e acabamento.

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Santa Cruz de Tenerife, Islas Canarias, España

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Reforma de um Apartamento em Tenerife / Julieta Esteban Rosell" [Reforma de un departamento en Tenerife / Julieta Esteban Rosell] 07 Dez 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/01-84108/reforma-de-um-apartamento-em-tenerife-slash-julieta-esteban-rosell> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.