O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Centro da Juventude em Amsterdã / Atelier Kempe Thill

Centro da Juventude em Amsterdã / Atelier Kempe Thill

Centro da Juventude em Amsterdã / Atelier Kempe Thill
Centro da Juventude em Amsterdã / Atelier Kempe Thill, © Ulrich Schwarz
© Ulrich Schwarz

Na cidade jardim

Osdorp cresceu durante a extensão da cidade de Amsterdão, após a Segunda Guerra Mundial, tendo em base o plano urbano da De Stijl – arquiteto Cornelis Van Eesteren. Desde a década de noventa, um grande projeto de renovação urbana está em andamento no qual os prédios mal conservados são subsequentemente demolidos e substituídos por novos. É feita uma tentativa de eliminar os problemas urbanos do planejamento do CIAM enquanto, no entanto, manter suas qualidades. Uma dessas qualidades é o verde, áreas exuberantes entre os blocos construídos.

© Ulrich Schwarz

Em 2006, o Atelier Kempe Thill ganhou um concurso para construir dentro da área de “Reimerswaalbuurt” um pequeno centro da juventude – e da vizinhança. A tarefa era integrar o pequeno edifício com a maior cautela possível no conjunto já existente de árvores, manter a distância suficiente para os blocos adjacentes construídos e projetar uma obra monumental, polidirecional e de grande visibilidade.

© Ulrich Schwarz

Dois tipos de salas
O edifício consiste no simples empilhamento de dois – diametralmente opostos – conceitos de espaço. O térreo é concebido como um plano de “espaço-sanduíche”, que se abre completamente para o entorno graças ao vidro por todos os lados.

Conceito

O verde público com suas copas de árvores dominantes torna-se parte do interior e generosamente amplia o pequeno espaço para o exterior. O efeito é reforçado pelo desenho modesto do interior e o esquema em cor cinzenta. Usado como uma “área de estar pública” da vizinhança, atividades internas são visíveis e estimulam uma interação direta com o espaço público.

© Ulrich Schwarz

No piso superior está o Salão da Comunidade. A fim de realizar a desejada multifuncionalidade e neutralidade. Este possui uma fachada completamente fechada e conforma um espaço hermético e introspectivo. Esta desejada, aparência extremamente neutra é compensada pelo seu generoso pé direito e duas claraboias que iluminam o espaço naturalmente. A sala é deliberadamente mantida em cores modestas para maximizar o efeito das luzes do sol em seu interior. Com isto, o salão ganha um caráter muito específico que não limita sua multifuncionalidade.

Corte 2

A combinação destes dois tipos de espaços, o aberto e o fechado, determina a aparência e o caráter da obra. Do lado de fora, isto é diretamente visível e domina o desenho da fachada. Por dentro, o contraste entre as duas salas determina a percepção e surpresas, como a sala que é completamente fechada e muito mais iluminada do que a totalmente aberta.

© Ulrich Schwarz

Tecnologia Barata
Como de costume nestes projetos, o orçamento da construção disponível foi muito baixo. A fim de realizar uma construção espacialmente atraente neste quadro, foi necessário aplicar uma variedade de métodos de construção que possuísse uma ótima relação custo benefício.

© Ulrich Schwarz

Como um composto industrial barato, o edifício é feito de uma estrutura armada de aço com um enchimento de um tijolo “areia-cal” na parede. Todas as instalações técnicas são integradas nas paredes e aos pisos, por isso não foram necessários forros, o que contribuiu com espaços mais altos. A fachada de vidro foi feita com um sistema de vidro de baixo custo, no qual é utilizado grandes painéis de vidro até cinco metros de comprimento, fixado apenas em dois lados por um perfil de aço de cinco centímetros de altura. As portas estruturais de vidro foram desenhadas especialmente para este projeto. Um sistema de pulverização de poliuretano foi aplicado para a parte da fachada que normalmente é usada no isolamento de tanques de óleos e barracões. O isolamento é pulverizado sobre o tijolo de areia-cal em forma líquida e faz espuma no local. Então, a superfície mais grossa é terminada com um revestimento de proteção UV.

© Ulrich Schwarz

A aparência da fachada exterior é essencialmente derivada pela tensão criativa entre os dois sistemas; na base de vidro, extremamente lisa, transparente e reflexiva, na qual repousa uma caixa de poliuretano áspera.
O interior é regido por uma abordagem econômica e criativa semelhante. O piso de concreto ligeiramente rugoso é revestido somente com uma camada de poliuretano, o teto é coberto com um emplastro de pulverização acústica. Contrariamente a isto, vidros interiores e reflexivos, luzes suaves industriais e duas elegantes escadas de aço foram instalados.

Ficha técnica:

  • Arquitetos:Atelier Kempe Thill
  • Ano:
  • Área construída: 285 m²
  • Área do terreno: 150 m²
  • Endereço: Reimerswaalstraat 101, 1069 AG Amsterdã Holanda
  • Tipo de projeto: Equipamento Urbano
  • Status:Construído
  • Materialidade: Tijolo e Vidro
  • Estrutura: Aço
  • Localização: Reimerswaalstraat 101, 1069 AG, Amsterdã, Holanda
  • Implantação no terreno: Isolado

Equipe:

  1. Arquitetos: Atelier Kempe Thill 
  2. Equipe de desenho: André Kempe, Oliver Thill, David van Eck, with Andrius Raguotis, Blanca Sanchez Babe, Ruud Smeelen, Giorgio Terraneo
  1. Cliente: Ymere Ontwikkeling, Jollemanhof 8 – Huys Azië, 1019 GW Amsterdão
  2. Completo em: 2011
  3. Orçamento total da construção: € 550.000 - (excl. VAT)

Sobre este escritório
Atelier Kempe Thill
Escritório
Cita: Vitor Delaqua. "Centro da Juventude em Amsterdã / Atelier Kempe Thill" 01 Mai 2012. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/46284/centro-da-juventude-em-amsterda-atelier-kempe-thill> ISSN 0719-8906