O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Instituto
  4. Estados Unidos
  5. ZGF Architects
  6. 2013
  7. Complexo Hatfield-Dowlin da Universidade do Oregon / ZGF Architects

Complexo Hatfield-Dowlin da Universidade do Oregon / ZGF Architects

Complexo Hatfield-Dowlin da Universidade do Oregon / ZGF Architects
Complexo Hatfield-Dowlin da Universidade do Oregon / ZGF Architects, © Jeremy Bittermann
© Jeremy Bittermann

© Jeremy Bittermann © Marco Kessler © Eckert & Eckert © Jeremy Bittermann + 41

  • Arquitetos

  • Localização

    Universidade do Oregon, 1585 E 13th Ave, Eugene, OR 97403
  • Designer de Interiores

    firm151
  • Construção

    Hoffman Construction Company
  • Paisagismo

    PLACE Studio
  • Estrutural & Civil

    KPFF
  • Mecânica

    Integral Group
  • Elétrica

    Sparling
  • Área

    145000.0 m2
  • Ano do projeto

    2013
  • Fotografias

© Jeremy Bittermann
© Jeremy Bittermann

Descrição enviada pela equipe de projeto. Semelhante aos jogadores de futebol americano na linha de scrimmage se preparando para dominar os seus adversários, assim também está o Complexo Hatfield-Dowlin de 145.000 m2, uma representação física da força e da inovação do programa de futebol americano da Universidade de Oregon. A fachada de vidro preto texturizado funciona como uma "armadura" de brilho/solar, simbolizando a ética da discrição e complexidade do programa. Possui estruturas em balanço de 12 m que desafiam a gravidade, semelhante a um jogador de futebol que exibe força, agilidade e velocidade.

© Jeremy Bittermann
© Jeremy Bittermann

Escondido atrás das paredes estão recursos avançados que envolvem estudantes-atletas , treinadores e pessoal de apoio. O lobby público e a área de recepção do centro de desempenho no futebol celebram as conquistas orgulhosas de programas de futebol dos Oregon Ducks. O centro é composto de uma sala de musculação, pista de diagnóstico/cronometragem, escritórios para treinadores/staff, equipe das salas de vídeo, nove salas de treino, salas de reuniões separadas para treinadores ofensivos e defensivos e uma "sala de guerra" para toda a equipe técnica. Os ambientes adicionais incluem salas separadas de vestiários para os jogadores e treinadores, lounge para jogadores, uma instalação de jantar com serviço completo que acomoda mais de 200 pessoas, um centro de nutrição, uma sala para olheiros, uma sala de coletiva de imprensa e um centro avançado de edição de vídeo e distribuição. O terreno inclui um campo de futebol de grama melhorada e dois novos campos de treino de grama sintética. A solução de projeto se aproveita de declive natural do local; enfiado sob a praça está um estacionamento para 190 carros e piscinas de mergulho.

© Jeremy Bittermann
© Jeremy Bittermann

O projeto desafia a norma e as expectativas de design e materialidade em instalações desportivas. A equipe trabalhou em estreita colaboração com artesãos, fabricantes, fabricantes de móveis e fornecedores de pedra e metal para adicionar textura e riqueza para a estética monocromática. Esta atitude se concretiza até o próximo Casanova Center e Moshofsky Sports Center, que foram recobertos para terem coesão. Uma nova praça ao ar livre foi criada, com uma fonte em cascata e bancos. Isso serve para unir as instalações existentes num complexo, criando um hub público.

© Jeremy Bittermann
© Jeremy Bittermann

Revestido com vidro, granito e metal, armadura do edifício é uma construção entre a força e graça, magnitude e transparência. O piso térreo, bem como as salas de reuniões e salões no mezanino, são revestidas de vidro, criando uma conexão e transparência com os espaços ao ar livre. O programa de construção é dividido em elementos como caixas de granito preto, metal corrugado e vidro calcinado. As caixas estão dispostas de uma maneira "Jenga" (jogo de construir com blocos) que podem aparecer desequilibradas, mas estão interligadas como uma composição coesa e interdependente. Isso representa a força coletiva e equilíbrio de indivíduos que trabalham juntos como uma equipe.

© Eckert & Eckert
© Eckert & Eckert

O corpo de espaços interiores fornece o tendão para a fachada do edifício. A anatomia interior reforça a magnitude e a transparência da armadura com superfícies reflexivas que espelham o exterior e os movimentos dos usuários do lado de dentro - ricos espaços cobertos de madeira contrastam com a aridez da fachada preta e suportam um ambiente mais focado e a acomodação dos jogadores e comissão técnica através de uma escala graciosa. O programa é baseado em um estudo rigoroso do fluxo, escala e uso, guiado por proximidade. Treinadores trabalharam em estreita colaboração com os projetistas para criar um layout ideal, a fim de maximizar os seus objetivos para o uso do dia-a-dia e minimizar o tempo de viagem. Entre os ambientes estão espaços que estimulam a interação, fazendo a ponte entre o professor e o aluno, o treinador e o atleta.

© Jeremy Bittermann
© Jeremy Bittermann

O edifício foi projetado para ser preenchido com novas idéias e pensamentos revigorados; muitas paredes têm vidro magnético, que é durável e oferece uma superfície para escrever e trabalhar em reuniões improvisadas. Como os usuários do edifício passam longas horas ali dentro, o detalhamento e materiais refletem um contraponto mais tátil para a armadura eriçada. A partir da ardósia para as diversas pátinas do painel de metal, todos os acabamentos interiores foram selecionados para incentivar o toque e o conforto. Grande parte do equipamento e mobiliário foram de fabricação personalizada, a fim de que se encaixassem perfeitamente dentro da arquitetura, acomodando o peso e proporções dos jogadores de futebol e para sincronizar com as bem reconhecidas cores Pantone amarela e verde do Oregon.

© Jeremy Bittermann
© Jeremy Bittermann

Estudante-atleta em Primeiro Lugar

A Universidade de Oregon está reescrevendo a cartilha padrão com uma premissa simples de colocar estudantes-atletas em primeiro lugar. Enquanto muitas escolas investem em novos estádios para atrair fãs e estudantes-atletas, Oregon está trabalhando a partir do zero. Está construindo o seu programa através de instalações dedicadas a estudantes-atletas: um Centro de Medicina Atlética concluído em 2007, um Centro Acadêmico em 2010, e, em agosto de 2013, a Centro de Desempenho no Futebol. Estas instalações oferecem uma nova fórmula e uma abordagem holística para um estilo de vida de corpo e mente saudável, que constrói melhores alunos-atletas. Os resultados falam por si: o sucesso acadêmico dos estudantes-atletas está melhorando, os jogadores são mais saudáveis ​​e se recuperando de ferimentos mais rápido, e os esforços de recrutamento estão no melhor momento de todos os tempos.

© Eckert & Eckert
© Eckert & Eckert

Doador

O Complexo Hatfield-Dowlin foi construído pela fundação de caridade do Co-fundador da Nike, Phil Knight e sua esposa Penny Knight. O edifício está nomeado em honra de suas mães, Lota Hatfield e Dorothie Dowlin. Os Knights também financiaram o Centro de Medicina Atlética e o Centro Acadêmico John E. Jaqua para estudantes atletas. Se baseando em uma página da cartilha da Nike para manter o projeto relevante para o cliente-alvo, a equipe de projeto sabia que a instalação necessitava agradar a um determinado perfil demográfico - estrelas em ascensão do futebol escolar por todo o país. O edifício terá um papel importante no recrutamento e retenção de programa de futebol do Oregon.

© Eckert & Eckert
© Eckert & Eckert

Benchmarking

Como parte do processo de pesquisa, a equipe do projeto visitou as instalações de programas universitários de destaque em todo o país, assim como equipes esportivas profissionais, incluindo o vestiário do New York Yankees e o centro de operações dos New England Patriots. Cada vez que a equipe de projeto se deparava com uma instalação de classe mundial, o cliente iria perguntar: "como é que podemos torná-lo melhor?". Esta busca incessante da inovação infiltrou toda a equipe de projeto e construção, orientando tudo, desde o revestimento do edifício, até os armários fabricados customizados de alto padrão. Estas viagens ajudaram a informar e a criar um programa e projeto de espaços, como a sala de estar do jogador. Localizado no sexto andar da barra de escritórios, este espaço acomoda jogadores de futebol em seu tempo de descanso, com foco na recuperação e camaradagem.

© Jeremy Bittermann
© Jeremy Bittermann

Lobby

O lobby reside na "caixa de ensino", acessível a partir da praça e da Martin Luther King Jr. Blvd., a principal artéria do Estádio Autzen. Ele fornece um vislumbre público para a arquitetura do prédio, e será um ponto de encontro para o público em dia de jogo. Possui uma parede gráfica de 64 telas de TV que ganham vida com fotos, clipes de ação, e os filmes motivacionais do Oregon com um inovador sistema de som surround 3D. Para apoiar esse esforço, a Nike criou um estágio em seu departamento de mídia esportiva para manter o conteúdo no lobby sempre atualizado, utilizando os dias de jogos e treino para filmagem. Ao lado do hall de entrada, a "sala de anel" exibe os anéis comemorativos do Oregon em caixas de vidro. Peças do Patrimônio do programa de futebol são visíveis no lobby. No centro está uma coleção de troféus de vitórias significativas e uma exposição de figuras do futebol em miniatura, mostrando a evolução do uniforme dos Ducks através dos anos.

© Jeremy Bittermann
© Jeremy Bittermann

Refeições

A sala de refeições para todos os atletas estudantis está localizada a leste do lobby. Possui piso de ardósia, painéis de parede de nogueira, banquetas, mesas de jantar de grandes dimensões e tem acesso a vista para o jardim de entrada e a praça sul. Além disso, há uma sala de jantar separada, mas conectada para refeições específicas pré-jogo ou comemorativas. As instalações de servidores e de cozinha são projetadas para beneficiar aos estudantes-atletas uma maior nutrição e disciplina alimentar. Treinadores acreditam que "você é o que você come."

© Eckert & Eckert
© Eckert & Eckert

Sala de Musculação

Uma das peças programáticas mais importantes no Complexo Hatfield-Dowlin é a sala de musculação, um volume de dois andares com vista para os campos de treino. Esta instalação de 25.000 m² está prevista para ser uma das maiores salas dedicadas de musculação de futebol entre os times universitários, decorados com o treinamento de peso mais avançados e equipamentos de fortalecimento. Uma pista interna de acompanhamento/medição de 36, 5 m encontra-se no mezanino. Ele mede eletronicamente a explosão de um jogador de velocidade a partir de uma posição de pé, uma métrica chave usada por treinadores e olheiros profissionais. Madeira de ipê foi utilizada para a sua resistência e durabilidade, assim como pela sensação de calor que traz para o espaço.

© Jeremy Bittermann
© Jeremy Bittermann

Campos de Treino

Os campos de treino ao ar livre incluem dois campos de treino de grama sintética, permitindo que equipes dos ofensivos e dos defensivos treinem ao mesmo tempo com os treinadores e técnicos localizados no meio. Para fornecer várias superfícies de treinamento, há também um campo de treino de grama para exercícios. Duas rampas de sprint de diferentes inclinações são fornecidas para os jogadores se condicionarem para potência e velocidade. Ao lado do campo, e colocado debaixo da sala de musculação, estão duas piscinas, para ajudar os jogadores a reduzir o tempo de recuperação durante e após o treinamento.

© Eckert & Eckert
© Eckert & Eckert

Escritórios

Os escritórios para treinadores estão localizados no quarto andar da barra de escritórios, cada um com as maiores ferramentas tecnológicas para ver vídeos; paredes generosas de superfícies para escrever; e área de descanso confortáveis ​​para incentivar na orientação de jogadores e treinadores. Nogueira e outros acabamentos em madeira natural contribuem para o calor do ambiente. Escritórios para os assistentes de pós-graduação, estagiários e funcionários de apoio das operações de futebol estão localizados no quinto pavimento. A passarela de três níveis conecta a "caixa de ensino" e a barra de escritórios.

© Jeremy Bittermann
© Jeremy Bittermann

Lounge familiar

No sexto andar da passarela, um bando de patos, nomeados individualmente, exibe cada jogador do Oregon que foi formado por uma equipe de futebol profissional. Adjacente está a sala de estar da família, uma sala de grandes dimensões para os jogadores e seus familiares interagirem no pré e pós-jogo.

© Eckert & Eckert
© Eckert & Eckert

Lounge dos jogadores

O salão dos jogadores conta com um terraço exterior que serve como um lugar para os jogadores descansarem, se recuperarem e interagirem com os  companheiros de equipe. Com vista para os campos de treino, ele também oferece um lembrete do trabalho ainda a ser feito.

© Jeremy Bittermann
© Jeremy Bittermann

Sustentabilidade

Os "óculos de sol" no exterior oeste do complexo é uma das principais características sustentáveis. Essas telas de vidro exteriores estão penduradas a uma distância de 5 metros da fachada de vidro, funcionando como um controle de brilho e barreira térmica de calor para a barra de escritórios. Eles permitem que a luz entre, mas bloqueiam o calor, ajudando o bloco e permitindo quo prédio opere com menos dependência de ar condicionado. O vidro de alta performance é revestido por uma camada de tonalidade mais escura que reduz o brilho e reforça a noção de "armadura" do edifício.

© Jeremy Bittermann
© Jeremy Bittermann

Como um edifício da Universidade, é necessário que atenda ao Projeto de Eficiência Energética do Estado de Oregon (SEED) com diretrizes para alcançar a eficiência energética. A intensidade do uso de energia prevista é de aproximadamente 46,6 kBtu/sf (pés quadrados) ano ou 26% mais eficiente do que um prédio código base. Estratégias de eficiência energética de aquecimento e resfriamento incluem o aquecimento por radiação e resfriamento na sala de entrada e sala de jantar, a lavagem noturna da massa construída, e o uso de thermafusers, ao invés de caixas VAV tradicionais, que detectam automaticamente a temperatura e abrem ou fecham para cumprir a exigência de temperatura na barra de escritórios, minimizando o reaquecimento e eliminando arrefecimentos. Cargas de ventilação relacionadas foram reduzidas com a recuperação de energia no vestiário, ventiladores de velocidade variável na cozinha, ventilação deslocada no grande teatro da equipe, e estratégias de demanda de ventilação controlada que casam com as taxas de ventilação para a densidade de ocupação.

© Eckert & Eckert
© Eckert & Eckert

Ao utilizar materiais de qualidade, o Centro de Performance de Futebol foi projetado para a longevidade.

Em última análise, esta é uma abordagem mais sustentável na medida em que utiliza menos recursos e gera menos resíduos. Além disso, ele fornece ao programa atlético um espaço valorizado e de um ambiente de alta qualidade que é mais provável que venha a ser mais cuidado e respeitado. A Universidade tem visto este resultado com o Centro de Medicina Atlética, agora com mais do que seis anos de idade e mostrando pouco desgaste. Os estudante-atletas e funcionários ajudam a cuidar dele, com a intenção de passá-lo para a próxima geração de estudantes-atletas do Oregon.

Planta Baixa Pavimento Térreo
Planta Baixa Pavimento Térreo
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita: "Complexo Hatfield-Dowlin da Universidade do Oregon / ZGF Architects" [University of Oregon Hatfield-Dowlin Complex / ZGF Architects] 15 Abr 2014. ArchDaily Brasil. (Trad. Márquez, Leonardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/189416/complexo-hatfield-dowlin-da-universidade-do-oregon-slash-zgf-architects> ISSN 0719-8906