Centro da Juventude Waterloo / Collins and Turner

Centro da Juventude Waterloo / Collins and Turner

+ 27

© Richard Glover

Descrição enviada pela equipe de projeto. Encomendado pela cidade de Sydney, o edifício revitalizado é um novo ícone dinâmico de arquitetura comunitária.

© Paul Bradshaw

O edifício foi transformado em um complexo de boas-vindas e em ambiente de trabalho comunitário para Weave.

© Richard Glover

O edifício remodelado tornou-se também uma extensão da paisagem ao redor, combinando arquitetura e horticultura de uma maneira única e possibilitando assim a criação de uma forma escultural que enche de vida a região sul do terreno de Waterloo Oval.

Quando possível, elementos da estrutura existente foram recuperados e reutilizados no projeto, agora com foco na criação de um novo pátio central, coroado pela inovadora estrutura do telhado.

O teto-jardim, que também se converte em paisagem, é coberto por um dramático toldo de aço, estruturado de forma a suportar a variedade de plantas trepadeiras e frutíferas. O toldo tem o formato de uma estrela plana – os vértices da estrela marcam a entrada e as áreas recém construídas com janelas, situadas nos quatro cantos do edifício.

Isométrica explodida

O edifício também é parcialmente enterrado, devido a ajustes sutis nos níveis do terreno adjacente, o que reduz seu tamanho aparente.

© Paul Bradshaw

À medida que as plantas amadurecem e crescem através do toldo, o edifício se funde gradualmente com o entorno, adquirindo um formato abstrato e escultural que funciona como um marco no limite do parque, misturando-se visualmente com o dossel das árvores próximas.

© Richard Glover

O desenho do edifício foi inspirado em diversas fontes, entre elas os fortes celtas revestidos de grama em Wales, construídos na Idade do Ferro; o aviário do zoológico de Londres, projetado por Cedric Price; e o trabalho de John Krubsack, um naturalista americano que realizava experimentos onde esculpia formas através de enxertos, criando assim a primeira “cadeira natural”, plantada ao invés de construída.

Corte Norte Sul

Os ângulos pouco usuais do edifício evocam tanto as dobraduras do Origami quanto as superfícies triangulares de aviões e barcos furtivos.

© Paul Bradshaw

O interior é organizado como um catavento em torno do pátio central e inclui um espaço de trabalho extenso, planejado para 14 equipes de apoio.

Uma área de recepção, duas salas de aconselhamento, sala de repouso, escritório da gerência, quitinete e um complexo reduzido destinado a atendimento médico completam o programa. Elementos de marcenaria integrados e instalações para equipe de apoio subdividem o espaço e as funções.

Planta do Subsolo

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Sydney, Austrália

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Centro da Juventude Waterloo / Collins and Turner" [Waterloo Youth Center / Collins and Turner] 15 Fev 2014. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/01-177193/centro-da-juventude-waterloo-slash-collins-and-turner> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.