O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casas
  4. Coreia do Sul
  5. YounghanChung Architects
  6. 2013
  7. Casa Experimental 9X9 / studio Archiholic

Casa Experimental 9X9 / studio Archiholic

Casa Experimental 9X9 / studio Archiholic
Casa Experimental 9X9  / studio Archiholic , © Kim Jaekyeong
© Kim Jaekyeong

© Kim Jaekyeong © Kim Jaekyeong © Kim Jaekyeong © Kim Jaekyeong + 30

  • Arquitetos

  • Localização

  • Arquiteto Responsável

    Younghan Chung
  • Equipe de Projeto

    Boram Kim
  • Engenharia Estrutural

    Tisec Eng
  • Construção

    Seungwhan Ryu
  • Área

    93.0 m²
  • Ano do projeto

    2013
  • Fotografias

© Kim Jaekyeong
© Kim Jaekyeong

Descrição enviada pela equipe de projeto. Há muito tempo atrás Building, Dwelling, Thinking; Martin Heidegger se valeu de alguns edifícios para discutir sua relação com habitação.

© Kim Jaekyeong
© Kim Jaekyeong

"Esses edifícios abrigam o homem. O homem reside neles e ainda assim não os habita, enquanto que habitar meramente significa que nos abrigamos deles. Na falta de habitações de hoje, mesmo isso é reconfortante e para o bem, edifícios residenciais realmente fornecem abrigo, as casas de hoje em dia podem até ser bem planejadas, fáceis de manter, atraentemente baratas, abertas ao ar, luz e sol, mas as casas em si possuem qualquer garantia de que habitação realmente ocorra nelas?"

Diagrama
Diagrama

Este projeto começou com essas duas questões. Podemos realmente atingir qualquer 'residencialidade' no espaço convencional para residir? E quanto ao programa que fornece espaço de residência e de trabalho para um pintora de setenta anos de idade, o que é habitação como um pequeno espaço onde passar o resto da vida?

© Kim Jaekyeong
© Kim Jaekyeong

Este projeto trata da primeira habitação experimental que pode ter outro tipo de universalidade através de nova interpretação da área, mobiliário e de fronteira em um espaço residencial existente. A primeira área de habitação é definida pelo mobiliário. Especificamente, a função se o mobiliário define a área, o espaço onde um sofá e TV são colocadas é definida como a sala de estar e o espaço onde a mesa de jantar e mobília de cozinha é determinado a cozinha, enquanto que o espaço com um vaso sanitário e um lavatório é marcado como o banheiro e o espaço com uma cama serve como um dormitório.

© Kim Jaekyeong
© Kim Jaekyeong

Ao romper com este conjunto de áreas pré-definidas, tenho a certeza que um usuário pode ter um papel ativo na definição de áreas por meio de um 'corredor de móveis'. Aqui, o mobiliário é um dispositivo projetado para o armazenamento com funções mínimas, e se acomoda nos móveis de residência, de higiene, de energia elétrica, instalações , sistema de ventilação, refrigeração e aquecimento. Os móveis no corredor da casa adicionam expansão vertical para funções de armazenamento, para incluir escadas, animais de estimação, e paisagem. As áreas que são adjacentes à esse dispositivo são para serem definidas pela função dos móveis quando utilizados, com a abertura e fechamento da porta de correr e dos móveis de parede instalados no corredor. Quando não está em utilização, serve como uma área variável que pode ser convertido de acordo com as necessidades. Em segundo lugar, limites na habitação marcam as áreas definidas pelo mobiliário, e paredes físicas para garantir a privacidade tradicional e a divisão do interior/exterior.

© Kim Jaekyeong
© Kim Jaekyeong

No entanto, começado como uma estrita configuração geométrica do limite (o arquétipo de arquitetura), os 9 metros por 9 metros são de fato realizados para conduzir à desconstrução da fronteira entre o interior e o exterior, através de um plano de aberturas unicamente composta por dois tamanhos de 1,8 x 1,8 m e 1,2 x 1,2 m. Anteriormente, por meio de uma estrutura com aberturas de 1.8 x 1,8 m aplicado à fachada de outro projeto como "POROSCAPE" tentamos "transparência através da porosidade". Para o ambiente do entorno, como uma paisagem emprestada que se mescla com o jardim do pátio interno, a parede externa física possui uma delimitação geométrica da área de 9 x 9 a faz passar por uma dissolução gradual, trazendo assim os residentes em contato com alguma cena primitiva de habitação na natureza. A dissolução de um outro limite de dentro para fora transparece na área composta por móveis de paredes de vidro entre o corredor de móveis e o pátio interior.

© Kim Jaekyeong
© Kim Jaekyeong

A parede de vidro mantém contato com os fenômenos externos enquanto faz um jogo de ziguezague ao longo do pátio interior. Quanto ao jardim externo situado entre as áreas internas e externas, o limite entre dentro e fora se confunde, enquanto a luz entra através das aberturas de 1,2 x 1,2 m instalados sobre a laje de cobertura e elementos que avançam para dentro, para criar sombras na parede fronteira invisível, ou com chuva ou neve.

Corte
Corte

Ver a galeria completa

Sobre este escritório
YounghanChung Architects
Escritório
Cita: "Casa Experimental 9X9 / studio Archiholic " [9X9 Experimental House / YounghanChung Architects] 23 Jan 2014. ArchDaily Brasil. (Trad. Santiago Pedrotti, Gabriel) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/169878/casa-experimental-9x9-slash-studio-archiholic> ISSN 0719-8906