O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Arquitetura Paisagística
  4. China
  5. Casanova + Hernandez Architects
  6. 2013
  7. Museu da Cerâmica e Parque Mosaico / Casanova + Hernandez Architects

Museu da Cerâmica e Parque Mosaico / Casanova + Hernandez Architects

Museu da Cerâmica e Parque Mosaico / Casanova + Hernandez Architects
Museu da Cerâmica e Parque Mosaico / Casanova + Hernandez Architects, © Ben McMillan
© Ben McMillan

© Ben McMillan © Ben McMillan Cortesia de Casanova + Hernandez Architects © Ben McMillan + 50

Cortesia de Casanova + Hernandez Architects
Cortesia de Casanova + Hernandez Architects

Descrição enviada pela equipe de projeto. A extensão urbana de Jinzhou, uma cidade de três milhões de habitantes, localizada a menos de 500 quilômetros a nordeste de Pequim, foi articulada pela criação de um novo grande parque público de 176 Ha em uma área aterrada junto ao mar. Durante a primeira fase, o parque abriga a Exposição Mundial de Arte de Paisagem de 2013 e uma vez que a Expo se encerra, a área vai se tornar o parque central de um novo desenvolvimento urbano.

© Ben McMillan
© Ben McMillan

20 projetistas internacionais foram contratados para projetar 20 projetos dentro de um perímetro circular comparável em diferentes locais do parqu, ligando o programa e a identidade dos projetos à bagagem e formação cultural dos designers.

Cortesia de Casanova + Hernandez Architects
Cortesia de Casanova + Hernandez Architects

O projeto da expo é baseado no paradoxo de que a globalização, embora tipicamente seja associada com a destruição da identidade cultural local, também pode ser capaz de gerar uma espécie de identidade. O projeto do Parque Mosaico vai além disso e tem como objetivo criar uma ligação entre os cidadãos e o lugar, dando um significado mais amplo para o local.

Cortesia de Casanova + Hernandez Architects
Cortesia de Casanova + Hernandez Architects

O projeto faz experimentos com o conceito de hibridização cultural, que é um fenômeno desenvolvido durante muitos séculos de intercâmbio comercial e cultural entre o Ocidente e o Oriente.

Por um lado, o uso de peças de cerâmica quebradas locais de cores diferentes para a materialização do pavimento e dos bancos do parque e para as fachadas do museu evoca a tradição de mosaico que foi difundida por toda a Europa pelo Império Romano e que evoluiu ao longo da história até os dias de hoje trazendo soluções técnicas, tais como a técnica trecandís usada pelos arquitetos modernistas catalães.

© Ben McMillan
© Ben McMillan

Por outro lado, a geometria do parque é inspirada no esmalte craquelado da porcelana chinesa desenvolvida a partir do século 10, durante a dinastia Song nas peças de cerâmica Ru Ware e Ge Ware. O Parque Mosaico e o Museu da Cerâmica lembram os cidadãos que a região de Jinzhou já foi em um período, uma área de produção de cerâmica e porcelana, embora essa tradição fora perdida por séculos, estando hoje esquecida.

Cortesia de Casanova + Hernandez Architects
Cortesia de Casanova + Hernandez Architects

Paisagem Híbrida: mistura de arquitetura e paisagem

O projeto representa o paradigma do parque urbano contemporâneo, que não é nem um fragmento da paisagem natural, nem um pedaço paisagístico da cidade, mas a mistura de ambos. O Parque Mosaico apresenta um caráter híbrido que combina arquitetura com a paisagem e a natureza com artifício.

© Ben McMillan
© Ben McMillan

A geometria irregular do parque é espacialmente desdobrada em uma topografia tridimensional com rachaduras, onde paisagem e arquitetura se fundem em uma superfície contínua formada por 884 planos irregulares.

Além disso, esta geometria é incorporada como um mosaico policromático formado pela combinação de flores de quatro espécies e cores diferentes com mosaicos criados com pedaços de cerâmica chinesa local. Flores e mistura de cerâmica em um mosaico colorido que traz a natureza e artesanato local juntos.

© Ben McMillan
© Ben McMillan

A geometria do edifício do Museu da Cerâmica é concebida como uma extensão da geometria rachada do parque, e ela se materializa com os mesmos azulejos utilizados para o pavimento do parque, que são combinados na fachada do edifício com aberturas envidraçadas também seguindo padrões irregulares.

O mosaico policromático formado por superfícies vegetais e cerâmica fornecem unidade geométrica e visual para o projeto evitando a separação habitual entre hardscape e softscape. Paisagem e arquitetura, o Parque Mosaico e o Museu da Cerâmica, se fundem em um único trabalho, ao mesmo tempo multifacetado e surpreendente, caracterizado pelo seu caráter híbrido e forte conteúdo plástico.

Cortesia de Casanova + Hernandez Architects
Cortesia de Casanova + Hernandez Architects

Ativador de Vida Pública

O parque e museu como ativadores da vida pública de duas maneiras.

Por um lado, o Parque Mosaico pretende ativar o uso do espaço público. A natureza icônica do projeto serve como uma atração que convida os visitantes a desfrutar de uma experiência multi-sensorial. Os diferentes elementos do parque foram dimensionados de acordo com a escala humana para oferecer espaços confortáveis ​​para caminhar, sentar e brincar. O parque também foi equipado com bancos longos para criar lugares informais para reuniões espontâneas entre os cidadãos.

Cortesia de Casanova + Hernandez Architects
Cortesia de Casanova + Hernandez Architects

Por outro lado, as funções do Museu da Cerâmica como um ativador da vida cultural e social de Jinzhou, tentando despertar a curiosidade do visitante sobre o passado do lugar, transmitindo uma tradição perdida, e, finalmente, a criação de um programa de exposições e eventos públicos como um novo ponto de encontro para os cidadãos.

Plataforma Social

O Museu da Cerâmica é concebido como uma estrutura aberta, onde o programa evolui ao longo do tempo, oferecendo uma nova plataforma social para mostrar o trabalho de artistas locais, designers e artesãos que trabalham e experimentam com a tradição da cerâmica e porcelana.

Tem a intenção de despertar o interesse dos cidadãos sobre as suas tradições, mas de maneira mais importante, visa promover a indústria criativa local e um design contemporâneo com a construção de um espaço emblemático e moderno para exposição, divulgação e venda de artesanato local.

Em última análise, o Museu da Cerâmica tem como objetivo não só energizar o uso público do parque, mas também a economia local e a vida cultural da cidade, a fim de alcançar um impacto social mais amplo, para além do seu propósito primordial de lazer.

Planta Baixa
Planta Baixa

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Casanova + Hernandez Architects
Escritório
Cita: "Museu da Cerâmica e Parque Mosaico / Casanova + Hernandez Architects" [Ceramic Museum And Mosaic Park / Casanova + Hernandez Architects] 11 Jan 2014. ArchDaily Brasil. (Trad. Márquez, Leonardo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/167655/museu-da-ceramica-e-parque-mosaico-slash-casanova-plus-hernandez-architects> ISSN 0719-8906