O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Escritórios
  4. Espanha
  5. NO.MAD
  6. 2008
  7. Sede do Banco Arquia / NO.MAD

Sede do Banco Arquia / NO.MAD

Sede do Banco Arquia / NO.MAD
Sede do Banco Arquia / NO.MAD, © Miguel de Guzmán
© Miguel de Guzmán

© Miguel de Guzmán © Miguel de Guzmán © Miguel de Guzmán © Miguel de Guzmán + 13

  • Arquitetos

  • Localização

    Bilbao, Biscay, Espanha
  • Arquiteto Encarregado

    Eduardo Arroyo
  • Colaboradores

    David Rodríguez, Luis Arroyo, Margarita Martínez, Alfonso Navarrete, José López
  • Supervisor

    José Miguel Ortega, Igor Ortega
  • Estrutura

    Alfonso Robles
  • Área

    280,0 m²
  • Ano

    2008
  • Fotografias

© Miguel de Guzmán
© Miguel de Guzmán

Descrição enviada pela equipe de projeto. O novo escritório do banco Arquia ocupa o térreo e o porão de um edifício preexistente no centro da cidade. O objetivo do projeto era separar claramente as áreas privadas de trabalho das áreas de serviço público e criar uma atmosfera relacionada ao conceito de uma agência bancária transparente. Isto é feito através de uma pele envidraçada que nitidamente separa o público dos funcionários do banco, evitando a ambiência típica de escritórios e a dúbia proximidade do cliente.

© Miguel de Guzmán
© Miguel de Guzmán

Este diafragma é construído com tubos de vidro de borosilicato que definem um perímetro com diferentes níveis de privacidade ao passo que permitem a entrada de luz natural. Esta pele tem início e fim na rua e envolve os visitantes ao mesmo tempo que lhes oferece um vislumbre das atividades dos funcionários. A geometria da parede de vidro foi determinada pela posição de três grandes pilares invisíveis a partir das áreas públicas, buscando provocar uma sensação de leveza e falta de gravidade. Esta operação divide o espaço em duas partes, a área pública dos clientes quase como um espaço mágico com uma atmosfera leve; e a área dos escritórios do outro lado dos tubos de vidro, com os espaços de trabalho dos funcionários. 

© Miguel de Guzmán
© Miguel de Guzmán

Todo o projeto foi desenvolvido com pouco uso de cores. Por um lado, a cor preta define as áreas públicas onde todo tipo de instalação - luzes, plugues, etc. - foi evitada para não perturbar a percepção de sua essência; e por outro lado, a cor cinza define as áreas de trabalho, que conta com todos os sistemas de iluminação e computadores. Estes dois mundos separados se encontram em três pontos apenas: nos locais de atendimento público e na escada que leva ao pavimento inferior. O esquema de duas cores também contribui com a sensação de mistério evocada pelos materiais, formas e geometrias, e também é utilizado no mobiliário. 

© Miguel de Guzmán
© Miguel de Guzmán

Os espaços mais privados, como a sala de conferências, os arquivos, a copa e os banheiros, foram alocados no subsolo. A sala de conferências é iluminada com luz natural da rua acima através de dois pátios de pé-direito duplo com cobertura translúcida, evitando a desconfortável sensação de porão.

© Miguel de Guzmán
© Miguel de Guzmán

Vista a partir do exterior, a sóbria fachada não dá informações ao usuário, exceto o acesso através de uma única porta preta e opaca. Neste sentido, impusemos certa neutralidade ditada pelo desejo de provocar dúvida e curiosidade nos visitantes - uma experiência urbana que incita a olhar e adentrar sem a certeza de que estamos num banco ou num cabeleireiro.

Corte
Corte

Ver a galeria completa

Sobre este escritório
NO.MAD
Escritório
Cita: "Sede do Banco Arquia / NO.MAD" [Sede Banco Arquia / NO.MAD] 10 Dez 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Baratto, Romullo) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/158745/sede-do-banco-arquia-slash-no-dot-mad> ISSN 0719-8906