O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Habitação De Interesse Social
  4. França
  5. Guerin & Pedroza Architectes
  6. 2013
  7. Habitação Social em BONDY / Guérin & Pedroza architectes

Habitação Social em BONDY / Guérin & Pedroza architectes

  • 11:00 - 15 Outubro, 2013
  • Traduzido por Isabela Costa
Habitação Social em BONDY / Guérin & Pedroza architectes
Habitação Social em BONDY / Guérin & Pedroza architectes, © 11h45
© 11h45

© 11h45 © 11h45 © 11h45 © 11h45 + 36

  • Arquitetos

  • Localização

    Seine-Saint-Denis, França
  • Colaboradores

    K. Ceballos, R. Ouazana
  • Engenharia

    Facea
  • Construtora

    Eiffage Construction
  • Área

    3841.0 m²
  • Ano do projeto

    2013
© 11h45
© 11h45

Descrição enviada pela equipe de projeto. Em 2006, a cidade de Bondy, nos subúrbios de Paris, lançou um programa de renovação urbana que se aplica a seus bairros no norte, para além do Canal Ourcq. A área chamada de Noue Caillet onde o edifício está localizado é típico da reconstrução do pós-Segunda Guerra Mundial. 2.023 apartamentos foram construídos entre 1959 e 1964 a fim de atender as necessidades de habitação. Eles tinham gabarito alto e variavam entre 2 a 13 andares. No entanto, não envelheceram bem ou não respondem mais aos desafios urbanos atuais. Qualquer melhoria das condições de vida dos habitantes significa uma ganho, uma de-densificação, uma abertura e integração ao tecido urbano destes bairros de habitação social.

© 11h45
© 11h45

O Noue Caillet é um bairro sem litoral com espaços públicos degradados mas ainda tem suas instalações de qualidade tais como escolas, correios, creches... A fim de torná-lo mais atraente, a cidade decidiu derrubar 362 apartamentos sociais. O edifício de 50 apartamentos projetado por Guérin & Pedroza substitui um de 13 pavimentos com 270 apartamentos. Como mencionado no programa e para de-densificar a área, o prédio cobre apenas metade da área previamente construída. O projeto das fachadas principais que faceiam leste e oeste apresenta uma divisão e várias sequências que sugerem que o edifício seja um composto de residências e não apenas um apilhamento de caixas. Com gabarito baixo, apenas 6 pavimentos produzem o mesmo efeito. O prédio é concebido em um eixo norte/sul garantindo o máximo de incidência solar para todos os apartamentos, cuja grande qualidade se encontra no fato de que ele se abre para duas ou três direções.

© 11h45
© 11h45

Para responder às diversas solicitações do programa, os arquitetos Guérin & Pedroza optaram por uma arquitetura simples onde puderam experimentar o design bioclimático. Transeuntes e moradores do bairro apreciam a vista das fachadas cobertas por um revestimento liso e madeira, um material suave, assim como os jardins térreos devem ser. As persianas de correr dinamizam os quatro lados do edifício dependendo do clima e da hora do dia.

© 11h45
© 11h45

O edifício foi pensado como uma residência dividia em três. Cada parte tem seu acesso e elevador próprios. Em cada andar, dois ou quatro apartamentos. Os apartamentos de 5 dormitórios são duplex localizados no térreo, para que cada qual tenha um jardim, conforme exigido pelo programa. Nos outros pavimentos, diferentes tipos de apartamentos são colocados juntos para misturar todos os tipos de moradores. Cada apartamentos tem sua própria sacada, terraço ou jardim, que se estende ao espaço de convivência no exterior.

© 11h45
© 11h45

O edifício segue a norma do padrão de construção verde chamado de BBD (low energy building) e tem um gasto de 45 kWh/m²/ano, que é 5 kW a menos que o nível esperado pelo selo. O edifício é compacto e permite a incidência de luz natural para que a eficiência energética seja boa e garanta bem estar aos habitantes. O isolamento externo reduz qualquer perda térmica. Seguindo o conceito bioclimático, todos os apartamentos têm ventilação cruzada natural. Para melhor conforto térmico durante o verão, as varandas trazem sombra e frescor. Para isso estão instaladas as persianas deslizantes de madeira. No sol, os apartamentos são aquecidos de graça. Estes dispositivos ambientais são complementados pelos 34 painéis solares térmicos (75 m²) colocados no telhado. Eles produzem água quente. E para que possa apreciar o cuidado com o jardim, os moradores podem usar a água pluvial coletada pelas calhas.

Corte
Corte

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Guerin & Pedroza Architectes
Escritório
Cita: "Habitação Social em BONDY / Guérin & Pedroza architectes" [BONDY / Guérin & Pedroza architectes] 15 Out 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Costa, Isabela) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/146097/habitacao-social-em-bondy-slash-guerin-and-pedroza-architectes> ISSN 0719-8906