O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Habitação De Interesse Social
  4. Espanha
  5. Manuel Ruisánchez arquitecto
  6. 2011
  7. PARETS / Manuel Ruisánchez arquitecto

PARETS / Manuel Ruisánchez arquitecto

PARETS / Manuel Ruisánchez arquitecto
© Shlomi Almagor
© Shlomi Almagor
  • Arquitetos

  • Localização

    Avinguda Pedra del Diable, 9, 08150 Parets del Vallès, Barcelona, Espanha
  • Equipe

    Pere Fuertes, Anna Casals, Susana Toyos, Nuria Piè, Miquel Burget, Aida Munsó, Felipe Peña
  • Consultoria

    BOMA (Estrutural), Eulàlia Aran (Arq. Téc.), Joan González Gou (Sistemas), Arcadi de Bobes (Sustentabilidade)
  • Área

    4665 m²
  • Ano do projeto

    2011
  • Fotografias

© Shlomi Almagor © Shlomi Almagor © Shlomi Almagor © Shlomi Almagor + 22

© Shlomi Almagor
© Shlomi Almagor

Descrição enviada pela equipe de projeto. O terreno de Can Serra conforma uma reserva a céu aberto dotado de um valor para a agricultura, em torno do qual são organizados vários tercidos urbanos que fazem parte da cidade de Parets del Vallès. O edifício residencial ocupa parte do limite sul da área, servindo como mediador entre a cidade construída e o ambiente aberto e protegido, do qual origina uma leve colina em direção ao norte.

© Shlomi Almagor
© Shlomi Almagor

A residência extende o limite urbano numa plataforma horizontal na qual o programa é materializado, principalmente em um único pavimento térreo. A plataforma retifica o diferença em relação à topografia através de uma série de muros de gabião, como em terraços para a agricultura. Apenas o edifício administrativo se destaca em dois pavimentos, como um marco territorial.

© Shlomi Almagor
© Shlomi Almagor

O edifício se extende numa malha, introduzindo deslocamentos de luz em cada um de seus nós para enfatizar a função destes como locais de encontro. O eixo norte-sul contém os ambientes privados e o eixo leste oeste abriga os halls públicos e os serviços. Os espaços entre estes eixos são formados por uma série de pátios que são ora rodeados pelo edifício, ora abertos para os campos vizinhos.

© Shlomi Almagor
© Shlomi Almagor

Esta malha fracionada permite o edifício refletir a imagem de uma cidade pequena, onde os saguões de entrada e os nós cumprem o papel de praças públicas e os corredores são comparados às ruas. Cada um dos ambientes privados - levemente diferente de seus vizinhos com o uso da cor - se abre para estas ruas particulares, assim como se abriria a porta de uma casa para a cidade.

© Shlomi Almagor
© Shlomi Almagor

A cobertura do edifício é de grande importância. Das colinas de Can Serra, a estrutura é percebida como uma série de peças regulares distribuídas em dois níveis - o mais inferior dos ambientes privados e o n;ivel superior para os saguões comuns - que se mistura com os materiais e cores do entorno, com as pradarias e campos cultivados. Os pátios agem como um terceiro nível de superfícies verdes e permite que o conjunto seja compreendido como um mosaico em continuidade com o setor agrícola.

© Shlomi Almagor
© Shlomi Almagor

O perímetro do edifício limítrofe com a cidade é formado por uma parede de tijolos brancos, com uma malha reliçada no topo. Essas paredes contrastam com as aberturas envidraçadas dos saguões comuns, que combinam com os pátios adjacentes.Os ambientes privados são organizados numa série de blocos, com paredes com acabamentos de diferentes tons similares a cores de pedras, de tal modo que haja sempre uma cor dominante em cada pátio. Também através do contraste, a torre administrativa está revestida com placas de alumínio perfurado, como uma leve membrana que emerge por sobre o resto do edifício.

© Shlomi Almagor
© Shlomi Almagor

Climaticamente, o conjunto residencial é planejado como um sistema de volumes sólidos e pátios costurados que criam condições especiais onde a vegetação age como um regulador térmico primário. Os ambientes privados fazem uso e melhoram estas condições de micro clima com a ajuda de dispositivos de ventilação natural cruzada e através do controle sazonal de radiação direta.

Planta Baixa
Planta Baixa

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Manuel Ruisánchez arquitecto
Escritório
Cita: "PARETS / Manuel Ruisánchez arquitecto" [PARETS / Manuel Ruisánchez arquitecto] 24 Ago 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Santiago Pedrotti, Gabriel) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/135462/parets-slash-manuel-ruisanchez-arquitecto> ISSN 0719-8906