O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Comunitário
  4. Argentina
  5. Dutari Viale arquitectos
  6. 2009
  7. Club House Altos de San Antonio / Dutari Viale Arquitectos

Club House Altos de San Antonio / Dutari Viale Arquitectos

  • 23:00 - 13 Agosto, 2013
  • Traduzido por Naiane Marcon
Club House Altos de San Antonio / Dutari Viale Arquitectos
© DV-Dutari-Viale Arquitectos
© DV-Dutari-Viale Arquitectos
  • Arquitetos

    Dutari Viale Arquitectos
  • Localização

    Córdoba, Argentina
  • Arquitetos responsáveis

    Dutari Viale (Ian Dutari  MP 1-4742, Santiago Viale Lescano MP 1-5406)
  • Área

    2015,0 m²
  • Ano

    2009
  • Fotografia

    SP-Gustavo Sosa Pinilla, DV-Dutari-Viale Arquitectos, RB-Roger Berta

© SP-Gustavo Sosa Pinilla © DV-Dutari-Viale Arquitectos © DV-Dutari-Viale Arquitectos © DV-Dutari-Viale Arquitectos + 24

  • Colaboradores

     Arq. Damián Durando, Arq. Edgar E. Érmoli, Arq. Cecilia Gaisán, Arq. María Clara Delfino, Arq. Margarita Cornejo.
  • Orçamento

    U$1.994.850
  • Área Do Terreno

    15762,22 m²
© SP-Gustavo Sosa Pinilla
© SP-Gustavo Sosa Pinilla

Descrição enviada pela equipe de projeto. A obra, que resolve o programa de um club house e spa, se situa nas serras de Córdoba, em Carlos Paz. Sua localização montanhosa condiciona o partido, que propõe harmonizar o conjunto com as vistas para as serras - gerando um resguardo contra os ventos - em uma esplanada central.

Planta 0
Planta 0

A implantação procura considerar as vistas particularmente importantes que o lugar apresenta em meio a uma topografia com desníveis significativos.

O acesso se organiza em uma sequência de espaços. Uma praça semi coberta gera um átrio de chegada com acesso de veículos. Uma série de esbeltas colunas de concreto diluem a estrutura da cobertura do acesso, gerando um bosque artificial que, combinado com uma pérgola metálica, cria um jogo de luzes e sombras sobre as colunas e o piso. Dois planos perpendiculares de pedra ocultam, por um instante, a vista, dando lugar ao hall inferior do edifício. Estes planos fazem alusão à silhueta das serras de Córdoba, vistas à distância. A partir daí o edifício cria perspectivas para o lago e para as serras ao redor.

Perspectiva explodida
Perspectiva explodida

O partido propõe articular o lugar com o programa, dividindo o projeto em dois setores funcionais. Em corte, o conjunto escalona o programa, organizando as funções em relação aos níveis. O volume superior, como um semi-claustro, se abre às vistas, enquanto que o volume inferior restaura, com sua materialidade rochosa, a encosta da montanha.

© RB-Roger Berta
© RB-Roger Berta

No nível superior se localizam os espaços de estar, restaurante e cafeteria, sala de projeções, salão de múltiplo uso, serviços para eventos e também a creche; já no nível inferior estão a academia, spa, piscina coberta e áreas para jovens.

O segundo setor, localizado na planta inferior, se materializa com um muro contínuo de pedra sobre a qual se apoia o restante do programa.

© SP-Gustavo Sosa Pinilla
© SP-Gustavo Sosa Pinilla

A obra explora as possibilidades expressivas da luz, tema recorrente nas obras do escritório. Esta possibilidade de iluminar os espaços internos de maneira controlada, com luz natural em distintas horas do dia, favorece a diminuição do consumo elétrico do conjunto. Os materiais empregados (concreto aparente, pedra natural, vidro e alumínio) permitem acabamentos com um baixo nível de manutenção e alta qualidade estética.

O partido empregado permite o uso das coberturas do nível inferior como terraços jardins, acessados a partir do nível superior.

© RB-Roger Berta
© RB-Roger Berta

A piscina ao ar livre, no plano superior, transborda por um muro de pedra até outra piscina no nível mais baixo; o som da água é usado como recurso característico das montanhas de Córdoba, trazendo uma qualidade particular ao espaço inferior.

No topo da parte superior, o edifício sugere um mirante, um tubo de concreto aberto às visuais da paisagem. Anterior ao topo, um terraço, que faz as vezes de hall externo, vincula dois terraços jardim, um de cada lado. Uma pérgola metálica gera, através do jogo de luz e sombra, texturas em movimento sobre o piso e a parede de concreto.

© DV-Dutari-Viale Arquitectos
© DV-Dutari-Viale Arquitectos

O edifício articula os espaços com a paisagem, gerando enquadramentos, recortes e vistas que permitem desfrutar o encontro da arquitetura com a natureza em um ambiente característico das montanhas de Córdoba.

Para a construção do edifício foi empregada uma estrutura de concreto armado independente com fundação sobre a rocha existente no local.

© DV-Dutari-Viale Arquitectos
© DV-Dutari-Viale Arquitectos

Os fechamentos são em alvenaria com revestimento ou em vidro. Nas áreas com exigências acústicas especiais como o SUM, foi empregado DVH.

Os muros de pedra são construídos com restos da produção de pisos de ardósia negra de São Luís. Os pisos externos foram executados neste mesmo material, porém, paginados com peças quadradas.

Os pisos internos são em parquet ou porcelanato rústico de cor cinza, de acordo com os diferentes setores.

© DV-Dutari-Viale Arquitectos
© DV-Dutari-Viale Arquitectos

Já que o terreno inclinado proporciona coberturas visíveis, adotou-se o uso de terraços jardins, enquanto que as instalações termo mecânicas ficam alojadas em um pátio especial.

Sobre os forros de gesso estão as instalações elétricas e de drenagem pluvial.

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Dutari Viale arquitectos
Escritório
Cita: "Club House Altos de San Antonio / Dutari Viale Arquitectos" [Club House Altos de San Antonio / Dutari Viale Arquitectos] 13 Ago 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Marcon, Naiane) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/133801/club-house-altos-de-san-antonio-slash-dutari-viale-arquitectos> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.