Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

GPT / Woods Bagot

GPT / Woods Bagot
© Tyrone Branigan
© Tyrone Branigan
  • Arquitetos de interiores Autores deste projeto de arquitetura Woods Bagot
  • Área Área deste projeto de arquitetura

© Tyrone Branigan © Tyrone Branigan © Tyrone Branigan © Tyrone Branigan + 17

  • Interiores

    Amanda Stanaway
  • Cliente

    GPT Group
© Tyrone Branigan
© Tyrone Branigan

Descrição enviada pela equipe de projeto. Estimulado para criar um ambiente de trabalho que é mais um salão de negócios que um escritório, o Woods Bagot, transformou três andares icônico edifício MLC projetado por Seidler em um ambiente inovador para a GPT, proporcionando uma plataforma flexível para o revigoramento empresarial. A solução criada pelo escritório oferece um ambiente sem tarefas determinadas com tecnologia integrada e uma série de facilidades para que abrigue desde atividades individuais até as colaborativas.

© Tyrone Branigan
© Tyrone Branigan

Um componente chave do planejamento foi a criação de um volume para suprir as limitações das instalações existentes. Duas escadas foram adicionadas para aumentar a interação e facilitar o acesso. A escada norte, como experiência do cliente, tem uma forma marcante que contrasta radicalmente com o pano de fundo da geometria do edifício e o skyline, quando inserida no vazio dos três pavimentos. 

© Tyrone Branigan
© Tyrone Branigan

O projeto manteve-se autêntico e respondeu a estímulos do edifício existentes. As vigas são aparentes mostrando a estrutura da laje nervurada existente e a linguagem sinuosa das escadas que tomaram como referência as formas criadas por Seidler. A GPT é um escritório com carbono neutro, com reconhecimento de seis estrelas do Green Star Interiors. O MLC Centre, com cinco estrelas do NABERS, não havia passado por deste porte em toda sua história.

© Tyrone Branigan
© Tyrone Branigan

Este projeto exemplifica como um design inovador pode ajudar a desafiar as restrições e revitalizar um antigo edifício. Os equipamentos existentes foram devolvidos e o sistema de ar-condicionado existente foi substituído por um sistema novo. Retenção, reutilização e reciclagem de materiais e a escolha de materiais reciclados, reduziram significativamente o impacto ambiental do projeto. Alterações na metodologia de trabalho dos funcionários, com a introdução de atividades baseada no trabalho permitiu um uso muito mais produtivo do espaço. O local de trabalho possui economia de energia com cerca de 50% de redução, economia de papel com mais de 70%, aumento do ar fresco com 11,25L/ seg/ pessoa, melhorando a produtividade da equipe em mais de 10%.

© Tyrone Branigan
© Tyrone Branigan

O ambiente tornou-se uma referência em toda a indústria na questão dos modos de trabalho, ilustrando uma abordagem da nova forma de trabalhar, sem a estética de muitos ambientes baseados em atividades.

Planta
Planta

Galeria do Projeto

Ver tudo Mostrar menos

Localização do Projeto

Endereço: Sydney, Austrália

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "GPT / Woods Bagot" [GPT / Woods Bagot] 17 Jul 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Vada, Pedro) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/128106/gpt-slash-woods-bagot> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.