O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Arquitectura Industrial
  4. México
  5. Bernardo Hinojosa
  6. 2012
  7. Centro de Tecnologia e Inovação XIGNUX / Bernardo Hinojosa

Centro de Tecnologia e Inovação XIGNUX / Bernardo Hinojosa

Centro de Tecnologia e Inovação XIGNUX / Bernardo Hinojosa
Centro de Tecnologia e Inovação XIGNUX / Bernardo Hinojosa, © Francisco Lubbert
© Francisco Lubbert

© Francisco Lubbert © Francisco Lubbert © Francisco Lubbert © Francisco Lubbert + 41

  • Arquitetos

  • Localização

    Apodaca, N.L., México
  • Chefes de Projeto

    Aurora Delgado, Manuel Arroyo
  • Colaboradores

    Eleazar De La Garza, Jaime Ávila, Gonzalo Madrigal, David Ortiz, Martha Laura Ledezma, Reynaldo Domínguez, Martin Ruíz
  • Área

    3994.0 m2
  • Ano do Projeto

    2012
  • Fotografias

Descrição enviada pela equipe de projeto. O Centro de Tecnologia Xignux está localizado no Parque de Pesquisa e Inovação Tecnológica (PIIT) de Monterrey que agrupa diversos centros de pesquisa públicos e privados.

O Centro Xignux será composto de quatro edifícios dos quais dois (Proleg-GE e Viakable) estão concluídos e em funcionamento nesta fase inicial. Toda a estrutura é baseada em uma entrada comum, de onde controla-se o acesso e um bulevar central que se comunica com a área de estacionamento, localizado na parte posterior do terreno, escondido de circulação pública do parque, dando assim destaque para a imagem dos edifícios.

© Francisco Lubbert
© Francisco Lubbert

O tamanho, a forma e as características das construções respondem às exigências funcionais, resultando em uma assimetria que dá dinamismo ao edifício. Pois mesmo com a restrição de ter espaços fechados em quase todas as suas fachadas, são construções contemporâneas, distintas e com impacto visual que mantem escala própria do conjunto urbano e das adjacências, alcançando a integração com o Parque.

© Francisco Lubbert
© Francisco Lubbert

O exterior é tratado com a mesma linguagem formal em ambos os edifícios para reforçar a imagem corporativa do Grupo Xignux, mas dando a cada um a sua própria personalidade, tanto no uso da cor como das formas, que atendem as necessidades funcionais de cada um deles, mesmo tendo identidade de edifícios "irmãos".

© Francisco Lubbert
© Francisco Lubbert

Os acabamentos exteriores foram resolvidos com painéis pré-fabricados em alumínio branco no corpo principal somados a alguns detalhes de cores fortes. Os painéis de alumínio foram cortados num padrão geométrico que define a personalidade do edifício, mas com a preocupação de não gerar desperdício no corte geométrico das placas. A acomodação visual é sóbria, elegante, dá um interesse especial para o todo e uma imagem de alta tecnologia e precisão de acordo com o trabalho que ocorre nestes edifícios.

© Francisco Lubbert
© Francisco Lubbert

No interior foi criado um ambiente iluminado, aberto, colorido e fresco provando que os processos industriais podem desenvolver-se em ambientes de trabalho humanos e agradáveis. Também foi importante que os escritórios tivessem uma visão ampla para a área de trabalho industrial. Isto foi realizado mediante a instalação de vidros por todo comprimento do corredor de circulação no segundo andar.

© Francisco Lubbert
© Francisco Lubbert

Foi dada ênfase aos aspectos de sustentabilidade e eficiência energética: cada edifício, embora responda às necessidades funcionais internas, lida com o mesmo padrão de organização: entrada através de um átrio de altura dupla, onde o acesso é controlado, escadas que levam para as áreas de escritório e alguns laboratórios que localizam-se no segundo andar, e uma grande nave central de tipo industrial com pé direito duplo e ponte rolante onde são feitos os diferentes processos de pesquisa industrial de cada uma das duas empresas.

Vista Aérea Conjunto
Vista Aérea Conjunto

Os estacionamentos do conjunto estão distribuídos de modo que possa servir os vários edifícios.

© Francisco Lubbert
© Francisco Lubbert

Ênfase tem sido dada aos aspectos de acessibilidade plena e segurança contra incêndios, aspectos importante para o tipo de trabalho ali ocorrem. As escadas de emergência exteriores (duas por edifício) são aproveitadas esteticamente com intenção arquitetônica, como parte de uma solução volumétrica: a fachada de painéis de alumínio atua como uma fachada ventilada (existe uma segunda parede interna), de modo que, juntamente com a utilização de isolamento térmico , é possível controlar o ganho de calor. O grau de fechamento das fachadas está relacionado com sua respectiva orientação, controlando assim o ganho de luz solar. As janelas utilizam vidros duo-vent com película de alta performance.

© Francisco Lubbert
© Francisco Lubbert

As naves centrais têm um sistema de claraboias do tipo de dente de serra voltadas para o norte permitindo que durante a maior parte do dia não se faça necessária a iluminação artificial nestes espaços. Os sistemas de climatização são altamente eficientes e contam com elementos automatizados para controle (que também manipulam a iluminação) e minimizam o uso de eletricidade.

© Francisco Lubbert
© Francisco Lubbert

Na parte externa, o paisagismo é completamente composto por ervas, gramíneas e árvores da região, o que reduz drasticamente o consumo de água para irrigação. A água cinza e a água pluvial dos telhados são tratadas em redes separadas e depois reutilizadas.

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Bernardo Hinojosa
Escritório
Cita: "Centro de Tecnologia e Inovação XIGNUX / Bernardo Hinojosa" [Centro de Tecnología e Innovación XIGNUX / Bernardo Hinojosa] 28 Jun 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Helm, Joanna) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/123187/centro-de-tecnologia-e-inovacao-xignux-slash-bernardo-hinojosa> ISSN 0719-8906