O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casas
  4. Alemanha
  5. Roswag Architekten
  6. Casa Ihlow / Roswag Architekten

Casa Ihlow / Roswag Architekten

Casa Ihlow / Roswag Architekten
© Torsten Seidel & Ludger Paffrath
© Torsten Seidel & Ludger Paffrath

© Torsten Seidel & Ludger Paffrath © Torsten Seidel & Ludger Paffrath © Torsten Seidel & Ludger Paffrath © Torsten Seidel & Ludger Paffrath + 9

© Torsten Seidel & Ludger Paffrath
© Torsten Seidel & Ludger Paffrath

Descrição enviada pela equipe de projeto. Este projeto apropria-se da forma do celeiro bruto, em pedra, substituindo uma antiga construção de madeira que já estava no terreno. A nova ampliação restaura o perfil de um conjunto de edifícios agrícolas e marca a fronteira entre a vila e a reserva natural "Märkische Schweiz". Isso reforça a estrutura da vila e utiliza a infraestrutura existente, conscientemente resistindo ao transbordamento para o campo.

Casa Ihlow / Roswag Architekten, © Torsten Seidel & Ludger Paffrath
© Torsten Seidel & Ludger Paffrath

O celeiro rústico de pedra foi mantido em sua forma original, como um espaço não aquecido, acessado, assim como a casa, pelo norte e através de uma rampa e uma área de entrada na antiga porta do celeiro. A transição entre ambas partes é marcada por um muro de taipa, um núcleo isolado e uma fachada de vidro. Esta área "fria" leva ao interior por um espaço de circulação com uma escada para o pavimento superior. As plantas do térreo e pavimento superior abrem-se a sul para o terraço e uma água furtada envidraçada acima. O volume da cozinha, que olha para essa abertura, constitui-se como o centro ativo da casa, com uma área de estar mais tranquila para o leste. Os banheiros e instalações são organizados no lado norte. As edificações complementam-se, compartilhando uma característica de celeiro, amontando-se sob o mesmo teto.

© Torsten Seidel & Ludger Paffrath
© Torsten Seidel & Ludger Paffrath

A orientação sul da residência maximiza o ganho passivo de energia solar. Utiliza coletores solares e uma caldeira central movida a lenha. Um sistema elétrico assegura que os canos não congelem quando os moradores estiverem ausentes. Calor é fornecido pelo aquecimento no piso térreo e um sistema de aquecimento de parede embutido no gesso de argila no primeiro andar. Desta forma, foi possível reduzir o consumo de energia primária para menos de 24 kWh /am ² (normas alemãs EnEV). Água pluvial é aproveitada para as descargas dos vasos sanitários, lava-roupas e para irrigação do jardim. O esgoto é tratado no lote antes de ser liberado.

© Torsten Seidel & Ludger Paffrath
© Torsten Seidel & Ludger Paffrath

O piso térreo é fechado por uma parede autoportante de taipa em uma fundação de concreto armado. É a primeira residência a ser construída apenas com taipa desde o levantamento das disposições de emergência para habitações, feito na década de 1950, para a Alemanha. O isolamento do núcleo para as paredes de taipa entre o celeiro e a nova casa foi desenvolvido especialmente para este projeto e utilizado pela primeira vez. Foi desenvolvido usando painéis de teste na oficina e um protótipo in loco. O teto de madeira maciça laminada segue a mesmo temática de empilhamento de camadas e as paredes em taipa. O piso superior é uma construção de estrutura de madeira preenchida com fibras de cânhamo. As paredes externas também são isoladas com painéis de fibra de cânhamo. Utilizando ao máximo as materiais renováveis ​​e regenerativos, apenas uma pequena quantidade de recursos fósseis foi consumido na construção da casa.

Planta Baixa
Planta Baixa

Ver a galeria completa

Cita: "Casa Ihlow / Roswag Architekten" [Ihlow House / Roswag Architekten] 18 Jun 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Delaqua, Victor) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/118805/casa-ihlow-slash-roswag-architekten> ISSN 0719-8906