O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Casas
  4. Japão
  5. N MAEDA ATELIER
  6. Torus / N MAEDA ATELIER

Torus / N MAEDA ATELIER

  • 21:00 - 24 Maio, 2013
  • Traduzido por Isabela Costa
Torus / N MAEDA ATELIER
© STUDIO DIO
© STUDIO DIO
  • Arquitetos

  • Localização

    Saitama, Japão
  • Arquiteto Encarregado

    Norisada Naeda
  • Engenheiro Estrutural

    Ryozo Umezawa
  • Empreiteiro

    Iwamotogumi
  • Área

    57.42 m²
  • Fotografias

© STUDIO DIO © STUDIO DIO © STUDIO DIO © STUDIO DIO + 25

© STUDIO DIO
© STUDIO DIO

Descrição enviada pela equipe de projeto. A composição básica de TORUS é uma estrutura de duas camadas: uma caixa amorfa branca flutuando acima da camada inferior, e esta, rodeada por vidro e painéis de alumino perfurado. A transparência e abertura desta camada é uma solução natural para o requerimento funcional de expor o salão aos clientes em potencial e a transeuntes. A aparente linha onde a parede curvada é aberta cria o que chamamos de "áreas de acolhimento", ou seja, as limitadas áreas necessárias para abrir um edifício para o contexto urbano em que está inserido. As reentrâncias de tais áreas como estacionamento, entrada e espaços externos para equipamentos resultaram na forma curva irregular da parede como solução para tais operações.

© STUDIO DIO
© STUDIO DIO

A unidade superior contém dois andares e apresenta um forte contraste entre a camada inferior transparente e livre, e seu peso e aparência maciça. Com um olhar mais próximo, a superfície da parede apresenta uma textura semelhante a uma cerâmica à mão em vez de um produto industrial, plano e uniforme.

© STUDIO DIO
© STUDIO DIO

A textura semelhante à cerâmica é resultado da operação manual cuidadosa da aplicar e espalhar repetidamente o material à prova de água na parede. Além de tal consideração detalhada sobre a textura, o exterior desta segunda camada também envolve nossa sensibilidade para as perspectivas mais distantes do edifício, que é realizado por uma operação de transcrição do céu na parede. O processo de transcrição é o seguinte: em primeiro lugar tiramos uma foto do céu logo acima do local no dia da finalização da estrutura (Fase 1), a imagem é então abstraída a uma gradação gráfica em escala de cinza (Fase 2) que é aplicada como mapa de contorno da superfície ondulante com o cuidado de duplicá-lo sobre os quatro lados da parede, por fim, a superfície é coberta com argamassa de acabamento enquanto se controla a sua espessura (variando de 0 a 30 mm), com base nas linhas de contorno - e, assim, surge a ambígua textura de céu nublado. O muro acabado lembra um céu com finas nuvens, como mostrado nas fotos abaixo.

© STUDIO DIO
© STUDIO DIO

O tratamento da parede exterior, acima descritos, nos permitiu produzir bordas peculiares e embaçadas nos cantos do volume flutuante, o que difere o edifício das construções feitas com materiais industriais, que produzem agudas arestas em seus cantos - e, assim, fazer essa arquitetura destacar-se na paisagem urbana comum. Em um dia nublado, este volume parece se combinar ao céu, perdendo a materialidade de suas bordas. Este efeito torna a arquitetura de TORUS muito mais expressiva sob nuvens do que sob céu claro.

 

© STUDIO DIO
© STUDIO DIO

Dentro do volume desprendido da base, ao lado da porta de entrada, há um espaço pequeno: embora ainda seja um espaço ao ar livre, de alguma forma, tem uma atmosfera interior devido ao tratamento cuidadoso de proporções e aberturas. Direitamente dentro da porta de entrada há um enorme vazio dentro da caixa massiva. Esta é a atmosfera particular dentro de TORUS, uma geometria circular com uma grande abertura no centro. Embora as perspectivas da construção implicam no fechamento definitivo, esta casca envolve um espaço surpreendentemente volumoso ou "The Outside" quase imperceptível para uma rua ou um pátio - que na verdade é um vazio interno coberto de vidro.

© STUDIO DIO
© STUDIO DIO

O fator prioritário deste "efeito externo" é obviamente a luz zenital, mas há outra, mais obscura: o rugoso revestimento da parede interna. O material em si é comum: painel de madeira compensada barata disponível em qualquer loja de materiais no Japão. Para dar a qualidade táctil a este material, cortamos os painéis em placas estreitas de 200 milímetros de largura cada e, em seguida, removemos manualmente as partes moles de cada placa para permitir que os grãos duros sobressaiam a superfície. Com a tinta branca de acabamento (que precisava de um preparo especial para pintar uniformemente sobre as porções da superfície que absorviam ou não a água), o material comum pode virar um material único para acabamento.

Planta
Planta

Este trabalho extremamente elaborado e demorado foi feito pela nossa equipe e por alunos da escola privada liderada pelo arquiteto-chefe Norisada Maeda, e levou cerca de dois meses para finalizar todas as placas necessárias para preencher a parede interna do edifício (é inimaginável o quanto teria custado se o trabalho tivesse sido feitos por carpinteiros profissionais e pintores ...). A diferença resultante pode parecer bastante leve e obscura de uma distância, mas um olhar mais atento vai mostrar a textura áspera da parede envelhecida artificialmente, como mostrado na imagem abaixo.

© STUDIO DIO
© STUDIO DIO

 Materiais industriais como placas de compensado geralmente apresentam uniformidade como uma de suas qualidades, no entanto pequenas diferenças em geral são encontradas, como por exemplo nos veios de madeira. Apesar desta característica agradar o consumidor contemporâneo nós a apontamos  como uma das grandes razões para a pobreza qualitativa da arquitetura de hoje. Até os painéis de contraplacado têm características individuais, como cada indivíduo humano possui diferente rosto e história de vida. O tratamento de envelhecimento artificial para expor a natureza individual da "madeira" dentro de cada painel processado industrialmente é uma espécie de manifestação da nossa homenagem aos materiais de madeira que compõem o espaço arquitetônico real.

Corte
Corte

Ver a galeria completa

Sobre este escritório
N MAEDA ATELIER
Escritório
Cita: "Torus / N MAEDA ATELIER" [Torus / N MAEDA ATELIER] 24 Mai 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Costa, Isabela) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/115909/torus-slash-n-maeda-atelier> ISSN 0719-8906