O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Hotel
  4. Singapura
  5. WOHA
  6. 2013
  7. PARKROYAL em Pickering / WOHA

PARKROYAL em Pickering / WOHA

PARKROYAL em Pickering / WOHA
PARKROYAL em Pickering / WOHA, © Patrick Bingham-Hall
© Patrick Bingham-Hall

© Patrick Bingham-Hall © Patrick Bingham-Hall © Patrick Bingham-Hall © Patrick Bingham-Hall + 33

  • Arquitetos

  • Localização

    Singapore 058289, Singapura
  • Equipe

    Wong Mun Summ, Richard Hassell, Donovan Soon, Sim Choon Heok, Toh Hua Jack, Bernard Lee, Amber Dar Wagh, Mappaudang Ridwan Saleh, Evelyn Ng, John Paul Gonzalez, Josephine Isip, Goh Kai Shien, Luu Dieu Khanh, Tan Szue Hann, Alen Low, Pham Sing Yeong, Vanessa Ong, Novita Johana, Andre Kumar Alexander
  • Área

    29.811 m²
  • Ano do projeto

    2013
  • Fotografias

  • Gestão

    Pan Pacific Hotels Group
  • Estrutura

    TEP Consultants Pte Ltd
  • Instalações

    BECA Carter Hollings & Ferner (S. E. Asia) Pte Ltd
  • Orçamento

    Rider Levett Bucknall LLP
  • Consultoria de Iluminação

    Lighting Planners Associates (S) Pte Ltd
  • Consultoria de Paisagismo

    Tierra Design (S) Pte Ltd
  • Consultoria de Fachada

    Meinhardt Facade Technology (S) Pte Ltd
  • Consultoria de Sustentabilidade

    LJ Energy Pte Ltd
  • Consultoria de Acústica

    CCW Associates Pte Ltd
  • Consultoria de Sinalização

    Design Objectives Pte Ltd
  • Consultoria de Cozinha

    KI Consultant Pte Ltd
  • Contratante

    Tiong Seng Contractors (Pte) Ltd
  • Cliente

    UOL Group Limited
  • Mais informações Menos informações
Corte
Corte

Descrição enviada pela equipe de projeto. O escritório com base em Singapura, WOHA Architects, é um dos grandes defensores da "cidade verde" - que seria composta por uma maior vegetação e não deixando-a mais desértica - e o PARKROYAL em Pickering foi projetado tanto como um hotel quanto um jardim, o que duplicou o potencial verde do terreno.

O maciço e curvilíneo edifício jardim, coberto com plantas tropicais e com suportes de janaúba e palmeiras, são apoiados a cada quatro níveis entre os blocos dos quartos de hóspedes. Jardins florescem em todo o complexo e as árvores e jardins do hotel parecem fundir-se com as do parque adjacente como uma massa contínua de parque urbano.

© Patrick Bingham-Hall
© Patrick Bingham-Hall

O mais recente da arquitetura em Singapura - especialmente em torno do centro da cidade - é nada mais que genérico e pode ser visto em qualquer lugar do mundo, independentemente do clima e da cultura. Um ponto de equilíbrio da arquitetura anônima que foi derivada de uma série de fatores - corporativos e burocráticos, para evitar riscos, o desejo de promover uma imagem global (homogênea) ao invés de local e a onipresença de arquitetos internacionais semi-famosos - mas uma única e progressiva cidade tropical foi vendida. 

© Patrick Bingham-Hall
© Patrick Bingham-Hall

O WOHA não se preocuparam com insipidez sem lugar no moderno skyline de Singapura, então finalmente a cidade ganhou um marco urbano exclusivamente expressivo que reinterpreta e revigora sua localização. O PARKROYAL em Pickering foi um lançamento puramente comercial, com restrições orçamentárias e programáticas bem definidas. Mas como acontece com muitos dos projetos do WOHA, construídos em toda a Ásia durante a última década, o hotel se realiza de forma inequívoca como um edifício público.

© Patrick Bingham-Hall
© Patrick Bingham-Hall

O escritório concilia a construção excessiva (e quase exclusivamente financiada com fundos privados) do século XXI nas cidades asiáticas com a recuperação do ambiente construído. Propondo então que a arquitetura comercial deva responder a cidade com seu dever cívico... com arquitetura pública. 

© Patrick Bingham-Hall
© Patrick Bingham-Hall

O PARKROYAL ocupa um longo e estreito terreno na borda ocidental do distrito central de negócios, entre Hong Lim Park e os blocos residenciais HDB de Chinatown, tem vista para o centro histórico entre o parque e o rio Singapura. O desenvolvimento pode, assim, responder a muitos ambientes separados e diferentes, fornecendo conexões públicas entre essas zonas, como um edifício, seria extremamente visível - de todo parque ao norte - os arquitetos fizeram um grande (e verde) gesto urbano.

© Patrick Bingham-Hall
© Patrick Bingham-Hall

Acima da piscina aberta no 5º pavimento, uma torre de 20 pavimentos, que formam uma planta em E, onde todos os apartamentos dão vista para o norte do parque e/ou para os jardins da fachada, enquanto os serviços e as passagens externas foram colocadas na fachada sul. Como o hotel é "auto-sombreado" - pela projeção dos jardins e a proximidade dos três blocos - e protegido do sol da manhã e da tarde pelos edifícios vizinhos, os quartos podem ser totalmente envidraçados (por vidros de baixa emissividade) sem proteções externas. 

© Patrick Bingham-Hall
© Patrick Bingham-Hall

O embasamento é uma notável peça arquitetônica de um teatro: apresenta um monumental adorno à paisagem de Singapura, e tem, portanto, imediatamente alcançado algo que nenhum outro edifício recente mesmo tentara. Referido por WOHA como uma "arquitetura topográfica", as camadas curvas de plástico de concreto pré-moldado, atravessa o estacionamento e as áreas públicas do hotel, com linhas e modulações de pilares cilíndricos. Cascatas descem da piscina e dos terraços-jardins no atíco.

© Patrick Bingham-Hall
© Patrick Bingham-Hall

A metáfora geológica - arquitetura verde em sua forma mais elementar - é usada por WOHA em muitos, se não todos, de seus edifícios de grande escala, mas aqui a geometria e as alusões são mais sutis e mais complexas. O serpenteado do concreto cresce sem interrupção e sem reconhecimento dos limites de exterior e interior.

© Patrick Bingham-Hall
© Patrick Bingham-Hall

A arquitetura é fundamentalmente orgânica, mas a geometria fluida tem um sentido mais nobre. As vistas de cima, cenas dos espaços internos e externos do térreo (e a área pública do 5º pavimento), embora não espiritualmente predestinada, a geometria é topográfica e não cósmica,  para ter um olhar como se estivesse em uma mesquita, templo ou uma igreja. Pode-se observar que o hotel desempenha um papel semelhante na cultura contemporânea à da catedral do século XVII na Europa, por isso não podemos ser insolente para descrever o WOHA como barroco: apenas com um toque de Borromini do século XXI.

Planta 5o Pavimento
Planta 5o Pavimento

As formas de madeira compostas acima da recepção, revelam um carinho do WOHA na utilização de ornamentos e desenvolvimento interior, incorporando as tradições vernáculas asiáticas dentro da cidade moderna. No entanto, as formas decorativas do PARKROYAL homenageiam o legado persistente das mesquitas mouras e persas, para o padrão exótico de Isfahan e Alhambra.   

© Patrick Bingham-Hall
© Patrick Bingham-Hall

O grande volume da entrada parece ser  superdimensionado em termos de funções percebidas - uma zona de resguardo para os hóspedes e uma entrada para o estacionamento - mate também tem um propósito maior. O espaço serve como conexão, como eixo, entre duas áreas distintas da cidade: Chinatown e os blocos residenciais, o Hong Lim Park e a área comercial ao norte. A conexão visual foi estabelecida pelo grande vazio, uma vez que construiu efetivamente um portal entre os distritos.

© Patrick Bingham-Hall
© Patrick Bingham-Hall

O desejo do WOHA de restaurar um sentimento de comunidade das cidades asiáticas é crucial para sua arquitetura, a reciprocidade é intrínseca à sua visão de cidade e projetos. O PARKROYAL é um hotel muito público e com a cara de Singapura. A escala da arquitetura responde aos meandros da cidade: a altura das copas das arvores, as dimensões e orientação das torres vizinhas e as proporções das paisagens urbanas históricas.

© Patrick Bingham-Hall
© Patrick Bingham-Hall

O escritório pensou a volumetria e os detalhes para que todo o edifício mantivesse uma escala humana em todos os momentos, em contraste com a abstração onipresente dos edifícios de escritório. A entrada espelha a densidade e a altura das mercearias tradicionais em Hong Lim Park.

© Patrick Bingham-Hall
© Patrick Bingham-Hall

O conceito de um edifício como jardim foi idealizado para "... recriar uma escala de rua urbana, de modo que as pessoas andando e dirigindo pudessem entender detalhes interessantes. Queríamos trabalhar com a massa do edifício e a aparência, para que pudéssemos evitar a escala da cidade habitual e o edifício apenas como uma silhueta, e ainda implementar a estética de um jardim temático", disse WOHA

Texto de Patrick Bingham-Hall

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
WOHA
Escritório
Cita: "PARKROYAL em Pickering / WOHA" [PARKROYAL on Pickering / WOHA] 11 Mai 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Delaqua, Victor) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/113225/parkroyal-em-pickering-slash-woha> ISSN 0719-8906