O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Escolas
  4. França
  5. Opus 5 architectes
  6. 2012
  7. Reabilitação e Ampliação da Escola de Música de Louviers / Opus 5 Architectes

Reabilitação e Ampliação da Escola de Música de Louviers / Opus 5 Architectes

  • 21:00 - 22 Abril, 2013
  • Traduzido por Gica Fernandes
Reabilitação e Ampliação da Escola de Música de Louviers / Opus 5 Architectes
© Luc Boegly
© Luc Boegly

© Luc Boegly © Luc Boegly © Luc Boegly © Luc Boegly + 25

Reabilitação e Ampliação da Escola de Música de Louviers / Opus 5 Architectes, © Luc Boegly
© Luc Boegly

Descrição enviada pela equipe de projeto. O antigo convento dos Penitentes, no centro da cidade de Louviers-Normandia, é um exemplo excepcional de um "claustro na água", composto de um conjunto complexo de construções sucessivas. O mosteiro foi construído entre 1646 e 1659 pelos padres franciscanos. Costumava haver uma igreja no oeste e duas alas conventuais, cercando o edifício central. O claustro foi vendido em 1789, como uma fortuna nacional: as peças conventuais foram transformados em prisões e a igreja em um tribunal. Em 1827, a igreja foi demolida e o tribunal transferido para uma nova parte do edifício. A prisão fechou em 1934, enquanto a antiga ala sul começou a ruir. A edificação, parcialmente amputada, foi reutilizada como uma escola de música em 1990. Os restos do claustro acima do rio L'Epervier são como imagens  'impressionistas', com a combinação de pedra, vegetação e água em uma bela harmonia. Este valor paisagístico foi destacado e interpretado no projeto de reabilitação.

© Luc Boegly
© Luc Boegly

O trabalho seria oferecer à cidade uma nova escola musical, moderna, funcional, atraente e que representasse a política cultural da cidade. O plano também foi destacar o patrimônio arqueológico e sua localização excepcional no coração da cidade. Finalmente, o projeto teve como objetivo mostrar uma nova imagem do lugar e verter suas características de prisão. O projeto da Nova Escola de Música de Louviers no convento dos Penitentes constitui-se de 24 salas de aula, uma biblioteca e dois grandes espaços de orquestra. Isto constituiu-se em uma problemática em termos de reabilitação, uma vez que um pesado programa de necessidades implicaria intervenções substanciais e a extensão contemporânea tornar-se-ia mais importante que o edifício existente. Estes foram concebidos em uma trama muito apertada, o que levou os arquitetos a preencher todos os espaços livres, removendo os "respiros" e elevando essas extensões no topo das paredes existentes. O resultado é um projeto compacto, onde as novas peças dominam os elementos antigos, no entanto, a construção histórica ainda está hierarquizada. É um programa íntimo onde cada tarefa exige isolamento e concentração e irá adaptar-se ao caráter compacto do projeto.

© Luc Boegly
© Luc Boegly

A segunda extensão, substituindo as partes em falta da ala sul, expõe suas frentes para a água, para o claustro e a cidade. Sua posição incrível representa a chave do projeto. Abriga o principal elemento do programa: o grande salão da orquestra, representando o emblema da escola musical e compondo a paisagem com elementos naturais.

© Luc Boegly
© Luc Boegly

Esta fachada encaixa em uma caixa de vidro retangular simples com faixas cromadas refletindo o ambiente circundante e desaparecendo no céu. Aparece como um eco à música e como uma imagem poética do som. Possui duas características - doçura e criatividade durante o dia, calor e brilho à noite. Esta sala, por sua transparência e leveza, está fora de seu ambiente rigoroso e severo. É uma vitrine exibindo a vida criativa do edifício.

© Luc Boegly
© Luc Boegly

A fachada norte é feita com painéis envidraçados laminados dentro da camada interior, revestida com acabamento espelhado (titânio, nitreto de silício, cromo). Um sistema de fixação "não-cruzado" estrutura o vidro e deixa os pontos de fixação invisíveis a partir do exterior. O conjunto é mantido por chapas de aço inoxidável polidas de 10 mm de espessura e 25 cm de profundidade. As chapas são suspensas por uma viga de aço soldada mecanicamente de 450x900 mm usada como um duto ventilador para a sala da orquestra. 

As fachadas frontais são feitas em painéis de concreto préfabricados, de 8 cm de espessura, 180 centímetros de largura e alturas variáveis. São cortados para seguir a superfície da antiga alvenaria. Estes painéis são reforçados e anexados às extensões da estrutura metálica.

Corte
Corte

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Opus 5 architectes
Escritório
Cita: "Reabilitação e Ampliação da Escola de Música de Louviers / Opus 5 Architectes" [Louviers Music School Rehabilitation and Extension / Opus 5 Architectes] 22 Abr 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Fernandes, Gica) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/109902/reabilitacao-e-ampliacao-da-escola-de-musica-de-louviers-slash-opus-5-architectes> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.