O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Apartamentos
  4. Holanda
  5. B. Tjhie - C. Bakker
  6. 2009
  7. Kop van Diemenstraat / B. Tjhie - C. Bakker

Kop van Diemenstraat / B. Tjhie - C. Bakker

Kop van Diemenstraat / B. Tjhie - C. Bakker
Kop van Diemenstraat / B. Tjhie - C. Bakker, Cortesia de B. Tjhie - C. Bakker
Cortesia de B. Tjhie - C. Bakker

Cortesia de B. Tjhie - C. Bakker Cortesia de B. Tjhie - C. Bakker Cortesia de B. Tjhie - C. Bakker Cortesia de B. Tjhie - C. Bakker + 50

  • Arquitetos

  • Localização

    Amsterdam, Holanda
  • Colaboradores

    M. Breg, J. van Osnabrugge, E. Abebe, E. Kanters, T. Schreij
  • Área

    13.680 m²
  • Ano

    2009
Cortesia de B. Tjhie - C. Bakker
Cortesia de B. Tjhie - C. Bakker

Descrição enviada pela equipe de projeto. O ponto de partida do projeto foi formulado de acordo com o programa urbanístico: um novo edifício multifuncional em congruência aos antigos armazéns existentes, uma estrutura firme com princípios flexíveis de habitação e trabalho, uma cabeça expressiva para a linha de armazéns, a continuidade das vistas da cidade em direção ao porto, praças ao longo da linha d'água como um importante espaço público para realização de estacionamentos extra para a vizinhança.

Cortesia de B. Tjhie - C. Bakker
Cortesia de B. Tjhie - C. Bakker

O programa consiste de 4000 m² de residências, 4000 m² de escritórios e um estacionamento com 250 lugares. Um pavimento térreo de 35 x 45 metros com quatro pavimentos e um marco vertical no topo do edifício que consiste de 8 andares.

Cortesia de B. Tjhie - C. Bakker
Cortesia de B. Tjhie - C. Bakker

O projeto está localizado ao longo do Cais Sul do IJ e forma um espaço multiforme em conjunto com Barentszplein, o Silodame o Stenen Hoofd . O  Kop van Diemenstraat tem um papel estratégico no seu contexto urbano. O volume do edifício é esticado de tal maneira que a Barentszplein se torna espacialmente definida. O edifício é parcialmente levantado para reve;ar vistas importantes entreo o porto e a cidade, enquanto a praça submersa abaixo oferece um espaço público interessante entre ao longo da linha d'água. A partir do lado do porto, a vista para o lado Norte do IJ é contínua. A fachada da rua também é contínua e o topo do edifício forma um estatura espefícica no entorno.

Cortesia de B. Tjhie - C. Bakker
Cortesia de B. Tjhie - C. Bakker

A 'Barentszplein' é uma praça para a vizinhança e funciona como playground para as crianças, enquanto a praça em frente ao edifício possui uma função mais urbana para o porto, os armazéns e o Silodam. Consiste de suas partes, denominada uma por sob o volume suspenso e uma praça oblíqua que se inclina para dentro da água. A entrada do edifício está na praça por sob o prédio e está situada um metro abaixo do nível da rua. A diferença de altura da praça, em conjunto com as escadas e rampas que levam ao estacionamento separam a rua de tráfego intenso da praça em si. Esta praça coberta possui revestimentos em granito. Já a praça oblíqua, por outro lado, possui revestimentos em pedra de granito e zonas de gramados verdes, além de bancos públicos e árvores.

Cortesia de B. Tjhie - C. Bakker
Cortesia de B. Tjhie - C. Bakker

O programa consiste de 41 apartamentos de mercado e 6 apartamentos de aluguel de caráter social  (4.289 m² ), 20 unidades de espaços de escritórios (2010 m² ) e garagem de estacionamento com 194 vagas. As garagens estão dispostas em dois pavimentos, um deles destinado à estacionamentos para a vizinhança e outro para o edifício em si.

Cortesia de B. Tjhie - C. Bakker
Cortesia de B. Tjhie - C. Bakker

Em semelhança aos armazéns, o edifício possui uma estrutura firme, que pode ser incorportados diferentes esquemas. A entrada principal está em baixo do volume suspenso. Em relação à eficiência, possibilidade de mudanças e questões de segurança, a organização do edifício é basicamente projetada. A base do edifício concentra dois postos de segurança conectados à escada central que organiza todo o edifício. O estacionamento é acessível através de rampas a partir do Silodam. Em relação a orientação, poluição sonora do trânsito e o clima local de muitos ventos, a maior parte das residências tem um solário como um espaço externo. Os espaços de escritórios estão situados no nível da rua e estão dispostos em três pavimentos, as unidades térreas são acessíveis a partir do 'van Diemenstraat'.

Cortesia de B. Tjhie - C. Bakker
Cortesia de B. Tjhie - C. Bakker

As medidas extraordinárias dos apartamentos e espaços de escritório, a largura de 7,5 metros e o pé direito espaçoso de 3,1 metros, criam uma grande diversidade de habitações e espaços de escritórios, ambos flexíveis e intercambiáveis. Deste modo, estes espaços não estão apenas organizados em conjunto, mas também tipologicamente entrelaçados. A largura de 7,5 metros também permite três vagas de estacionamento. O pátio possui 10 metros de largura, e junto com a profundidade de cada apartamento nos dois lados criam uma profundidade eficiente para o estacionamento de 32 metros com duas vias e 4 vagas. A planta flexível dos apartamentos fazem uma grande variedade de layouts possível, situações em diagonal e também de frente-fundos. Dentro das paredes de particionamento de um núcleo de 1,2 metros é projetado para combinar as unidades de escritório.

Cortesia de B. Tjhie - C. Bakker
Cortesia de B. Tjhie - C. Bakker

Os apartamentos padrão possuem uma superfície interna de 80 m² . Os apartamentos específicos e os espaços de escritório possuem uma sueprfície que varia entre 105-110-130-145-155 m² . Esses apartamentos e escritórios estão situados na base, nos pavimentos superiores na fachada frente à água, e na esquina do edifício. Os apartamentos de dois pavimentos foram projetados como apartamentos tipo duplex ou lofts urbanos. Todos os apartamentos possuem um pé direito de 3.1 metros de altura e em situações específicas de 5 metros de altura..

Cortesia de B. Tjhie - C. Bakker
Cortesia de B. Tjhie - C. Bakker

A escolha da pré-fabricação do edifício se deve às condições do terreno, a via de acesso bastante movimentada e sua localização junto à água. Sem os andaimes, o edifício e sua fachada podem ser fabricados com um andaime situado no seu pátio. Os elementos de concreto tipo sanduíche possuem as medidas de um apartamento. O cloqué forma uma padronagem contínua que envolve todo o edifício. O padrão de linhas dividindo os painéis em facetas ajuda a quebrar a contínua a repetição dos elementos. A costura diagonal de 10 mm de profundidade percorre os elementos de concreto moldados dividindo a parte superior que é polida e a parte inferior que recebe um acabamento de ácido. Essa estratégia produz uma variedade na representação da fachada que reage às condições climáticas. Os elementos de concreto podem ser produzidos em conjunto com a linha de assentamento através da proporção específica da divisão de 1/3 à 1/2 ou 1/2 à 2/3. Com um mínimo de moldes, uma grande variedade é alcançada. A intenção da pesquisa para os materiais era tamanha, que a a inevitável poluição não diminui a qualidade da fachada, mas forma uma patina natural. Em contraste com o exterior que reflete o para o porto, os interiores possuem materiais de ripas de madeira para refletir a natureza mais íntima do espaço.

Cortesia de B. Tjhie - C. Bakker
Cortesia de B. Tjhie - C. Bakker

Os espaços externos dos apartamentos de 'van Diemenstraar' são projetados como solariums em relação à poluição do solo. Desta maneira, as habitações podem ser naturalmente ventiladas e instalações adicionais foram reduzidas, o que reduz os custos de manutenção e também de investimento.

Corte
Corte

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
B. Tjhie - C. Bakker
Escritório
Cita: "Kop van Diemenstraat / B. Tjhie - C. Bakker" [Kop van Diemenstraat / B. Tjhie - C. Bakker] 12 Abr 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Alves, Jorge) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/108056/kop-van-diemenstraat-slash-b-tjhie-c-bakker> ISSN 0719-8906