Escola de Medicina da Universidade de Limerick / Grafton Architects

Escola de Medicina da Universidade de Limerick / Grafton Architects

©  Dennis Gilbert© Alice Clancy©  Dennis Gilbert©  Dennis Gilbert+ 18

Descrição enviada pela equipe de projeto. A Universidade de Limerick, no sudoeste da Irlanda, ocupa um grande território, antigamente uma propriedade rural, abrangendo ambos os lados do curso inferior do rio Shannon, o maior e mais longo do país. Parte de sua mais recente expansão para o norte deste grande rio é acessível através de uma ponte de pedestres a partir do campus existente e prevê a construção de um novo edifício para a Escola de Medicina, além de alojamentos para os estudantes que frequentam as instalações. Estas novas edificações destinam-se também a tratar de um grande espaço público aberto que acabará por se tornar o ponto focal para a expansão do campus para o Norte.

A vontade é combinar edifícios e residências do corpo docente de uma forma que incentive a sobreposição e contribua para a vida dos espaços públicos da Universidade.

Aspectos do caráter formal são derivados de uma interpretação do plano diretor do campus, que exige uma abordagem orgânica para a elaboração de espaços públicos, ao norte do rio Shannon. Aqui, o solo é inclinado e há rastros do padrão da paisagem agrária, ainda evidentes nas formas do antigo campo.

©  Dennis Gilbert
© Dennis Gilbert

Este novo conjunto de edifícios é combinado com três instituições existentes vizinhas: o Pavilhão dos Esportes, a Academia de Música e Dança Irlandesa e o Edifício das Ciências da Saúde, com o intuito de fazer um novo espaço público.

Os novos edifícios consistem em uma Faculdade de Medicina, três blocos de moradia estudantil e uma cobertura / pérgola para abrigo de  ônibus e bicicletas.

A Faculdade de Medicina, o último de uma série de volumes, atua como uma âncora em torno do qual os outros edifícios agora vagamente rotacionam. A linguagem da Faculdade de Medicina é a de uma instituição de ensino, enquanto as residências de estudantes aparecem como três grandes casas. O abrigo de ônibus em concreto,  as residências, juntamente com a Escola de Medicina conformam uma borda livre para o espaço público. O abrigo de ônibus, degraus e rampas vencem o nível para o pavilhão desportivo além.

© Alice Clancy
© Alice Clancy

O espaço central desce suavemente para o oeste. Três árvores de carvalho, assentos e degraus de pedra ocupam uma plataforma de nível central, fornecendo sutilmente um ponto focal para o exterior, fraturando nas extremidades para se conectar às residências, o parque de estacionamento e outros edifícios. As superfícies do espaço público movem-se do duro para o macio, espaços gramados inclinados para o sul, concebidos com e sem mobília para proporcionar lazer e permanência.

Os edifícios faceiam o espaço público, distinguindo-se pelo material.

O calcário é utilizado para representar a Escola de Medicina central "formal", fazendo referência ao território calcário do Condado de Clare onde este lado do campus está localizado. A parede de pedra é dobrada, perfilada e dividida em camadas, em resposta à orientação, sol, chuva, vento e atividades públicas. Uma colunata para os cantos sul e oeste age como um espaço de encontro e de entrada. Em contraste, as paredes norte e leste são mais sóbrias.

©  Dennis Gilbert
© Dennis Gilbert

Em resposta ao plano de fundo, a cobertura é modulada para iluminar os múltiplos espaços, incluindo a circulação central, os laboratórios clínicos, os corredores e um pequeno terraço.

Uma escada central aberta conecta todos os espaços principais, segmentados em todos os níveis do interior, concebido como um espaço social, com dimensões suficientes para parar e conversar ou se apoiar em uma balaustrada / prateleira e observar a atividade da entrada e outros espaços acima e abaixo.

©  Dennis Gilbert
© Dennis Gilbert

O tijolo segue através das residências dos edifícios de alojamento existentes. Aqui, o material é usado para conferir profundidade e as fachadas esculpidas profundamente fornecem uma forma de limite entre o interior doméstico e o espaço público. Todos os espaços abordam o espaço público para o sudeste com os quartos de estudo mais privados ao nordeste ou noroeste.

A galeria subterrânea das residências é esculpida fornecendo arcadas, permitindo o movimento de pedestres do parque de estacionamento e ônibus ao norte, bem como formando espaços sociais abrigados para os estudantes. Grandes portões abrem-se para os espaços de entrada dos blocos habitacionais onde escadas, elevador, depósitos de bicicletas e lavanderias comuns estão.

Student Housing Ground Floor Plan
Student Housing Ground Floor Plan

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Universidade de Limerick, Limerick, Irlanda

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Escola de Medicina da Universidade de Limerick / Grafton Architects" [University of Limerick Medical School / Grafton Architects] 11 Abr 2013. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/01-107719/escola-de-medicina-da-universidade-de-limerick-slash-grafton-architects> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.