O site de arquitetura mais visitado do mundo
Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Centro Cultural
  4. Áustria
  5. Pichler & Traupmann Architekten
  6. 2012
  7. Centro Cultural e de Congressos Eisenstadt / Pichler & Traupmann Architekten

Centro Cultural e de Congressos Eisenstadt / Pichler & Traupmann Architekten

Centro Cultural e de Congressos Eisenstadt / Pichler & Traupmann Architekten
© Roland Halbe
© Roland Halbe
  • Arquitetos

  • Localização

    Eisenstadt, Áustria
  • Gerente de Projeto

    Barbara Aull
  • Equipe de Projeto

    Neda Afazel, Fábio Miguel Cunha, Christoph Degendorfer, Mario Gasser, Relana Hense, Samuel Kegele, Rasa Navasaityte, Sandy Panek, Isabella Penthor, Jürgen Schneeberger, Andreas Schuchnigg, Milan Suchánek, Wolfgang Windt, Thomas Wolf
  • Área

    9534.0 m2
  • Ano

    2012
  • Fotógrafo

    Roland Halbe

© Roland Halbe © Roland Halbe © Roland Halbe © Roland Halbe + 41

  • Projeto Estrutural

    DI Harald WEISS
  • Instalações

    DIE HAUSTECHNIKER Technisches Büro GmbH
  • Iluminação

    Vedder Lichtmanagement, Munich
  • Orçamentos

    DI Markus WEINER
  • Física da Construção

    DI Walter Prause, Wien
  • Proteção ao Fogo

    Norbert Rabl Ziviltechniker GmbH, Graz
  • Topografia

    DI Helmut Jobst und DI Markus Jobst Ges.b.R., Eisenstadt
  • Geotécnica

    3P Geotechnik ZT GmbH, Vienna
  • Engenharia da Água

    IBW Ingenieurbüro Walcher GmbH, Eisenstadt
  • Engenharia de Tráfego

    Ingenieurbüro DI Christian Grubits, Eisenstadt
  • Tecnologia da Fachada

    MDE Metal Design Engineering GmbH, Vöcklabruck
  • Gastronomia

    Küchensystem Vertriebsgesellschaft mbH, Vienna
  • Licitação

    Architekt Mag. Johann Schandl ZT-GesmbH, Eisenstadt
  • Supervisão do Terreno

    Woschitz Engineering ZT GmbH, Eisenstadt / Vasko + Partner Ingenieure, Vienna
  • Empreiteiro geral

    ALPINE Bau GmbH, Zweigniederlassung Burgenland
  • Área Terreno

    3296 m2
Corte
Corte

Planejamento urbano

Este projeto foi concebido de modo que externamente parecesse um único volume. Isto é conseguido ao envolvê-lo com um envelope perfurado em torno de grande parte do anexo e da construção existente. Embora esta abordagem de projeto enfatize a compactação do complexo de edifícios, referências claras ao contexto urbano também são feitas.

© Roland Halbe
© Roland Halbe

A maior parte do volume está concentrada no ponto de conexão imediata para o edifício existente e, então, desce para a estrutura de pequena escala para o sudeste da área planejada.

© Roland Halbe
© Roland Halbe

Sobe-se o edifício em altura para proporcionar luz suficiente e ar nesta zona da cidade, enquanto que o volume responde à maior escala do Osterwiese. O novo significado desta área como o pátio leste do Edifício do Festival é articulado e atualizado em termos de planejamento urbano. Ao revestir o edifício com uma tela transparente contínua faz com que neste ponto o mesmo não se pareça como "fundos". É até concebível que houvessem projeções aqui, o que daria a Osterwiese a função de um auditório ao ar livre, um cinema aberto.

Planta Baixa - Térreo
Planta Baixa - Térreo

Seja qual for o caso, está prevista a criação de uma conexão entre a nova extensão e o Schubertplatz (e, consequentemente, para a zona de pedestres). A construção de uma escada frontal sobre o posto de transformação (no terreno de Osterwiese) é destinado como uma contribuição da cidade para melhorar a circulação urbana. Aqui uma simbiose eficiente é alcançada entre uma melhoria global em termos de planejamento urbano e proporcionando uma boa ligação ao Centro Cultural para os visitantes que estacionarem seus carros na Osterwiese.

© Roland Halbe
© Roland Halbe

A atratividade desta rota é realçada ainda mais pelo fato de que, ao longo de quase toda a sua extensão, os pedestres têm uma visão dentro do Landesgalerie (onde a natureza das exposições torna isso possível).

© Roland Halbe
© Roland Halbe

No lado voltado para Schubertplatz, em uma em forma de U, uma área como um pátio corta os dois pisos superiores da construção, respondendo à maneira como os edifícios vizinhos são agrupados e agregados em torno do pátio, em espaços abertos. Esses recortes, transformados em escala, são encontrados novamente no foyer, no layout dos vestiários, as mesas de ingressos e da livraria, e no andar superior na área do novo bar e as salas de seminários adjacentes.

© Roland Halbe
© Roland Halbe

Nos pisos inferiores, a nova fachada de vidro contínuo de grelhas verticais formam a fachada principal para Schubertplatz, onde o caráter público do edifício está claramente expresso. A praça pública flui dentro do edifício, tornando-se uma parte do espaço público, enquanto que para os espectadores de fora do hall de entrada é revelado como um lugar de interação social.

© Roland Halbe
© Roland Halbe

Uma nova ponte desenvolve-se a partir desta fachada e utiliza os pontos de conexão existentes espaciais e estruturais. Em contraste com a ponte existente, o novo elemento alarga como um funil para o foyer no andar superior.

© Roland Halbe
© Roland Halbe

Abaixo desta ponte, análoga ao tecido já existente, a nova entrada principal é concebida sob a forma de uma área coberta.

Ver a galeria completa

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Centro Cultural e de Congressos Eisenstadt / Pichler & Traupmann Architekten" [Eisenstadt Culture Congress Centre / Pichler & Traupmann Architekten] 23 Mar 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Delaqua, Victor) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/103751/centro-cultural-e-de-congressos-eisenstadt-slash-pichler-and-traupmann-architekten> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.