O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Ginásio
  4. Espanha
  5. Amas4arquitectura
  6. 2010
  7. NIARA / Amas4arquitectura

NIARA / Amas4arquitectura

  • 19:00 - 13 Março, 2013
  • Traduzido por Gica Fernandes
NIARA / Amas4arquitectura
NIARA / Amas4arquitectura, © Pablo Guillén Llanos & Fernando Zaparaín
© Pablo Guillén Llanos & Fernando Zaparaín

© Pablo Guillén Llanos & Fernando Zaparaín © Pablo Guillén Llanos & Fernando Zaparaín © Pablo Guillén Llanos & Fernando Zaparaín © Pablo Guillén Llanos & Fernando Zaparaín + 18

© Pablo Guillén Llanos & Fernando Zaparaín
© Pablo Guillén Llanos & Fernando Zaparaín

Descrição enviada pela equipe de projeto. O Niara Esporte Clube precisava de um lugar próprio para suas atividades. Depois de encontrar um local adequado em uma  área periférica residencial de fácil acesso, com uma baixa densidade populacional, a Fundação Schola decidiu concentrar um grande número de suas atividades em um único edifício, cumprindo assim uma série de requisitos complexos que incluíram uma área educacional e recreativa para crianças em dois diferentes estágios de desenvolvimento -  crianças, "pequenas" e "grandes"; uma área separada para reuniões de pais e atividades, uma área para escritórios, uma área residencial e um bloco de serviços independentes. Todos os itens acima foram dispostos em torno da capela que, junto com o complexo de esportes, é o núcleo do centro.

© Pablo Guillén Llanos & Fernando Zaparaín
© Pablo Guillén Llanos & Fernando Zaparaín

Ocupando o terreno  basicamente do lado da Rua Barcelona e com vista para o parque público em que está localizado, foi decidido que a heterogeneidade e complexidade do projeto seria formalmente refletida no edifício. Além disso, essa foi a inclusão de um número de espaços abertos, o que poderia ser descrito como "espaços urbanos", que a área não tinha: a saber, um pórtico conectando a via pública e a entrada para o complexo, um quadrado, que se tornou o salão principal do centro desde que o edifício foi inaugurado, e um pequeno jardim para paz e relaxamento.

Em contraste com a aparência massiva e extensiva do exterior do edifício, estes espaços foram ligados numa cadeia para permitir vistas diagonais de níveis variáveis​​, em continuidade com espaços internos e externos e com grandes sequências espaciais que permitem aos ocupantes assistir, por exemplo, um jogo que está sendo jogado no pátio do complexo desportivo do ponto de vista da janela da varanda, do quadrado ou do balanço acima deles. Isto foi conseguido através do arranjo assimétrico das arquibancadas do complexo esportivo e a decisão de localizar o pátio no porão por causa de características geotécnicas do terreno, que eram favoráveis ​​à criação de um  grande vácuo para o bem da economia e conveniência.

© Pablo Guillén Llanos & Fernando Zaparaín
© Pablo Guillén Llanos & Fernando Zaparaín

Este projeto é parte de uma série que explora a liberação da massividade do espaço. Este "espaço em branco" em forma de varandas, extrações ou vácuos articula todo o edifício. A luz atinge o interior através de aberturas indiretas e distintas. A estrutura é composta de grandes elementos superficiais que tomam a forma de caixas espessas, onde elementos de armazenamento, instalações, condicionamento climático e aberturas de luz foram instalados. Graças a este sistema de suporte de armazenamento em massa, grandes despesas de paredes de fachada foram liberadas para administrar sombras e transparências de um valor artístico único. Alvenaria armada vermelha foi utilizada para criar um plano contínuo, em que notáveis aberturas foram inseridas. Uma única peça de cerâmica foi utilizada para permitir a economia de materiais e para abordar e promover a economia de energia passiva, que foi especialmente importante para nós.

Planta
Planta
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita: "NIARA / Amas4arquitectura" [NIARA / Amas4arquitectura] 13 Mar 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Fernandes, Gica) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/102502/niara-slash-amas4arquitectura> ISSN 0719-8906