Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

RMIT Design Hub / Sean Godsell

RMIT Design Hub / Sean Godsell

© Earl Carter © Earl Carter © Earl Carter © Earl Carter + 27

Melbourne, Austrália
  • Arquitetos: Sean Godsell
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área: 13000.0
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano: 2012
  • Fotógrafo Fotografias: Earl Carter
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Fisher & Paykel, Lysaght, lightmoves
  • Structural & Civil Engineering: Felicetti Pty Ltd
  • Serviços De Engenharia: Aecom
  • Quantitativos: Davis Langdon
  • Topografia: Phillip Chun and Associates
  • Paisagismo: Sean Godsell Architects
  • Projeto De Interiores: Sean Godsell Architects
  • Empreiteiro Da Fachada: Permasteelisa Pty Ltd
  • Gerente De Projeto: Aurecon Pty Ltd
Mais informações Menos informações
© Earl Carter
© Earl Carter

O propósito do Design Hub é acomodar em um edifício uma gama diversa de pesquisa em design e um curso de pós-graduação. RMIT é um líder mundial em pesquisa sobre design, entretanto a pós graduação encontrava-se dissipada em vários locais. O Hub fornece uma base de pesquisa colegial, onde pós-graduados em áreas como design de tecido e moda trabalharão ao lado de pessoas envolvidas em arquitetura, engenharia aeronáutica, desenho industrial, paisagismo, desenho urbano e assim por diante.

© Earl Carter
© Earl Carter

Os grupos de pesquisa têm a capacidade de localizar-se e arrumar suas acomodações em "armazéns" - espaços de planta livre, onde as equipes de pesquisa podem configurar-se e personalizar o seu ambiente de trabalho para atender às suas necessidades específicas. Podem ficar em qualquer lugar de seis meses a três anos, dependendo da natureza e limites de financiamento de suas pesquisas e programas de educação. As pesquisas podem incluir a necessidade de oficinas para realizar modelos físicos, o qual localiza-se ao lado do estúdio de computadores, além de impressoras tridimensionais, modelagem de realidade virtual, entre outros. Dados os prazos associados aos projetos de pesquisa, todos os armazéns requerem um alto nível de adaptabilidade e flexibilidade. Neste sentido os espaços são projetados para acomodar a natureza orgânica da investigação - sempre evoluindo, adaptando, mudando e crescendo.

© Earl Carter
© Earl Carter

A planta do projeto reconhece o desejo da circulação incidentalmente cruzada, onde pesquisadores de um campo podem encontrar aqueles de outros, completamente alheios, cotidianamente. Um espaço de exposição e arquivamento de projetos fornece uma interface pública com a indústria e os resultados das pesquisas. Estes espaços combinados com uma variedade de palestras, salas de seminários e multifuncionais facilitam os intercâmbios de alto nível em vários fóruns.

© Earl Carter
© Earl Carter

O centro possui um grande número de recursos de eficiência energética e incorpora estratégias de gestão de resíduos, água e reciclagem que são iguais aos de qualquer edifício eficiente no planeta. Em particular, o revestimento externo incorpora um elemento de sombreamento automatizado que inclui células fotovoltaicas, resfriamento evaporativo e entradas de ar fresco para melhorar a qualidade do ar interno e reduzir custos. As células solares foram desenhadas exclusivamente e, portanto, podem ser facilmente substituídas a medida que as pesquisas empreendidas em energia solar atinjam tecnologias melhores. Ainda assim, parte da fachada norte é dedicada a pesquisas em andamento do tema, realizadas conjuntamente pela indústria e RMIT. Toda a fachada do edifício, em outras palavras, tem a capacidade de ser atualizada, assim que a tecnologia solar evoluir, podendo, um dia, gerar eletricidade suficiente para rodar todo o edifício.

© Earl Carter
© Earl Carter

A fachada compreende uma detalhada pele de vidro duplo interna em cada face do edifício e um sistema automatizado de sombreamento operável, como segunda camada. O segundo dispositivo de sombreamento rodeia todo o edifício, desde o piso térreo ao nível da cobertura. Ela é composta de discos de vidro jateados com 600 mm de diâmetro nominal, fixados uns aos outros por eixos verticais e horizontais. Cada eixo é fixado à face externa de um cilindro de aço galvanizado, com diâmetro ligeiramente maior e 130 mm de profundidade.

Corte
Corte

21 discos de vidro e cilindros de aço são fixados juntos em painéis de 1,80 m por 4,20 m, que são apoiados em uma estrutura secundária de aço galvanizado estabelecido cerca de 700 mm da face da parede de cortina do edifício. Estes são acessados ​​por uma passarela de serviço externo em cada nível.

© Earl Carter
© Earl Carter

Cada painel é composto de 12 discos de vidro operáveis ​​e 9 fixos. No térreo e cobertura, todos os discos são fixos. Há 86 painéis em cada nível e, portanto, 774 painéis para os nove andares do edifício.

Planta Baixa Subsolo 2
Planta Baixa Subsolo 2

Entradas de ar perimetrais e sprinklers são incorporados na pele de vidro interna para fornecer refrigeração passiva para o sistema de distribuição de ar pelo piso. A água utilizada neste sistema é recolhida a partir da cobertura. Ar fresco arrefecido naturalmente  proporciona um menor consumo de energia e conforto térmico desejável para um ambiente de trabalho inteiramente condicionado.

Galeria do Projeto

Ver tudo Mostrar menos

Localização do Projeto

Endereço: RMIT University

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "RMIT Design Hub / Sean Godsell" [RMIT Design Hub / Sean Godsell] 16 Mar 2013. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/102382/rmit-design-hub-slash-sean-godsell> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.