O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
Navegue entre os artigos utilizando o teclado
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Interiores
  4. Colômbia
  5. Yemail arquitectura / Oficina informal
  6. 2012
  7. Loja da Coleção do Museu de Arte Moderna do Banco de la República / Manuel Villa Arquitectos + Oficina Informal

Loja da Coleção do Museu de Arte Moderna do Banco de la República / Manuel Villa Arquitectos + Oficina Informal

Loja da Coleção do Museu de Arte Moderna do Banco de la República / Manuel Villa Arquitectos + Oficina Informal
Loja da Coleção do Museu de Arte Moderna do Banco de la República / Manuel Villa Arquitectos + Oficina Informal , © Santiago Pinyol y Mariana Murcia - Laagencia
© Santiago Pinyol y Mariana Murcia - Laagencia

© Santiago Pinyol y Mariana Murcia - Laagencia © Santiago Pinyol y Mariana Murcia - Laagencia © Santiago Pinyol y Mariana Murcia - Laagencia © Santiago Pinyol y Mariana Murcia - Laagencia + 19

  • Arquitetos

    Manuel Villa, Antonio Yemail
  • Localização

    Bogotá, Bogotá, Cundinamarca, Colombia
  • Colaboradores

    Juan Pablo Gaitán, Jaime Borbón, Victoria Chaibud, Vivian Pinzón, Daniela Robledo
  • Promotor

    Fundación ACOARTE
  • Construtora

    Manuel Villa Arquitectos + Oficina Informal (Arq. Antonio Yemail)
  • Design Gráfico

    aller Estandar (Juan David Diez)
  • Consultoria Estrutural

    Nicolas Parra
  • Área

    32.0 m2
  • Ano do Projeto

    2012
  • Fotografias

Descrição enviada pela equipe de projeto. Para o projeto da loja do Museu propomos uma instalação autónoma e livre; um objeto que se defina entre uma estante tridimensional (habitável) e uma escultura que remate e proponha um diálogo com o zona de entrada de um complexo cultural. Para isso propomos a construção de um volume que assuma as proporções do espaço (um paralelepípedo) mas que desmaterialize e perca peso ao ser colocado em rede. Com o objetivo de dar continuidade ao espaço, procuramos ultrapassar a relação de conflito entre fundo e figura, sem dramas formais nem homogenização. 

© Santiago Pinyol y Mariana Murcia - Laagencia
© Santiago Pinyol y Mariana Murcia - Laagencia

Estruturalmente, estas tramas (malhas) são elementos leves, estáveis e com uma grande eficiência construtiva; e para além isso, no contexto de um Museu de Arte Contemporânea, permite-nos criar um vínculos mais próximo com os tecidos artesanais tão comuns e tradicionais na cultura material colombiana. Isto é, os tecidos permitem evocar informação local ao se construir com a mescla de materais manualmente (puro artesanato).

© Santiago Pinyol y Mariana Murcia - Laagencia
© Santiago Pinyol y Mariana Murcia - Laagencia

Ao mesmo tempo, destacamos o duplo diálogo que o pavilhão oferece para expor: a estrutura desaparece e perde importância enquanto exibe um elemento ou reaparece na sua dimensão mais plástica quando está vazia - ultrapassando a sensação de ver uma estante vazia ou pouco ocupada. Propomos que a malha tridimensional seja composta a partir de um único módulo construtivo que se multiplique até preencher todo o volume. Adoptada a ideia de usa esta única peça construtiva estandardizada garantiu não só diminuir os custos e o tempo de fabrico como também se agilizam os trabalhos de montagem in situ e a manutenção posterior. Por outro lado, acreditamos que ao estar inscrita no mundo dos padrões geométricos a figuara deste tecida poderia chegar a construir uma imagem iconográfica para o museu ou para um souvenir à venda na loja. 

© Santiago Pinyol y Mariana Murcia - Laagencia
© Santiago Pinyol y Mariana Murcia - Laagencia

Propomos a transição de um modelo no qual só se expõe em estantes para um híbrido no qual as estantes se complementam com a possibilidade de colocar os produtos em qualquer superfície. Com isto se dá um aumento considerável no volume da oferta de produtos com na possibilidade de explorar outros formatos e formar para os expor. O sistema de união com Bristol e os encaixes em madeira (totalmente desmontáveis) garantem flexibilidade suficiente para prender peças a partir do teto raso, instalar montras visíveis de dentro e de fora (desde a praça), ajustar a iluminação ou expor em montras expositoras colocadas no chão. Um catálogo de possibilidades para experimentar formatos com variado grau de autonomia em relação ao espaço

Fachada
Fachada
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita: "Loja da Coleção do Museu de Arte Moderna do Banco de la República / Manuel Villa Arquitectos + Oficina Informal " [Tienda de la Colección del Museo de Arte Moderno del Banco de la República / Oficina Informal + Manuel Villa Arquitectos] 01 Mar 2013. ArchDaily Brasil. (Trad. Alves, Jorge) Acessado . <https://www.archdaily.com.br/100240/loja-da-colecao-do-museu-de-arte-moderna-do-banco-de-la-republica-slash-manuel-villa-arquitectos-plus-oficina-informal> ISSN 0719-8906