Cinthya Yukari Tawata

Cinthya Yukari Tawata é arquiteta e urbanista formada em 2020 pela Universidade Católica de Santos (FAU-SANTOS). Este artigo é parte da monografia “Simbiose: tempo e espaço na Rua Japão”, Trabalho Final de Graduação orientado por Denis Ferri.

NAVEGUE POR TODOS OS PROJETOS DESTE AUTOR

Arquitetura japonesa e seus reflexos no Brasil

Nesses 113 anos de comemorações da imigração japonesa, discursos sobre a cultura japonesa ganharam uma atenção considerável. Com o Brasil sendo um dos maiores detentores da comunidade japonesa fora do arquipélago, é nítida a proximidade do país com expressões culturais japonesas. Grande parte das cidades colonizadas pelos japoneses preservam até hoje história e cultura nipônicas, com isso, o campo arquitetônico passou a ser consolidado principalmente por meio de construções que representassem os aspectos políticos e sociais da imigração japonesa atrelados a novas tecnologias e formas de construção. 

Liberdade atualmente. Autoria: Let’s Fly Away. Foto modificada pela autorCasarão do Chá. A construção da cobertura é o que mais evidencia a influência japonesa no Casarão, é possível observar no pórtico de entrada do Casarão, o telhado tipo kara-bafu (frontões ou pórticos curvos japoneses com influência chinesa) e, logo acima, o telhado tipo irimoya (telhado de duas águas com dois frontões triangulares no pavimento superior). Autoria: Casarão do Chá. Foto modificada pela autoraResidência Sr. Gozo Okiyama, localizada em Registro. A casa foi adquirida através do tio do Sr. Okiyama com o objetivo de criar bicho de seda e foi construída a partir de preceitos japoneses como os troncos naturais e a organização da planta. Autoria: Estúdio Sarasá. Foto modificada pela autoraDetalhe do pórtico de entrada do Casarão do Chá. É possível observar o emprego dos troncos da árvore em seu estado natural assim como a parede elaborada em taipa de mão do tipo japonês. Autoria: Casarão do Chá. Foto modificada pela autora+ 6