Casa Bondi / Fox Johnston

Casa Bondi / Fox Johnston

© Dave Wheeler© Dave Wheeler© Brett Boardman© Brett Boardman+ 36

  • Arquitetos: Fox Johnston
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  212
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2020
  • Fotógrafo Fotografias:  Brett Boardman, Dave Wheeler
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: ARC Roofing, Big Ass Fans, Blanco, Bosch, Cratft Metal, EST Lighting, Eco Outdoor, Euromarble, Fisher & Paykel, Hanson, Inlite, Intergrain Ultra, Liebherr, Miele, Nash Timbers, Panasonic, Special Lights, Sto, Sydney Stone Masons, Unios, +1
Mais informaçõesMenos informações
© Brett Boardman
© Brett Boardman

O terreno. O lote estreito e compacto era originalmente um resquício do período entre guerras. O terreno é contíguo a uma passagem pública a noroeste e semi-adjacente a uma construção de dois pavimentos a nordeste. A topografia do local significava que a passagem pública apresentava um desafio a privacidade. A rua é arborizada e alta, contornando a orla sul de Bondi com uma fachada ensolarada a norte.

© Brett Boardman
© Brett Boardman

O briefing. Os clientes queriam uma casa pequena, distinta e sustentável para a família e seu grande e querido cachorro. A casa deveria ter um escritório, bem como uma acomodação para longas visitas da família, que mora fora. Um santuário privativo repleto de luz, no movimentado coração de Bondi. Embora a casa original possuísse uma vaga de estacionamento na frente, os clientes estavam preparados para abdicar dela em troca do escritório, porém estavam cientes do valor do estacionamento externo em Bondi.

© Dave Wheeler
© Dave Wheeler
Planta Pavimento Térreo
Planta Pavimento Térreo
© Dave Wheeler
© Dave Wheeler

Os clientes. Um casal de meia-idade: uma professora e um profissional de mídia esportiva. Eles ocuparam a casa térrea original por alguns anos, antes de decidirem reconstruir algo mais interessante e flexível para o futuro.

© Brett Boardman
© Brett Boardman

“O pavimento social foi concebido como um plano contínuo, desde o pátio posterior até a varanda frontal, para equilibrar a topografia do local e fazer com que o espaço pareça maior do que é.” Conrad Johnston, Diretor

© Dave Wheeler
© Dave Wheeler

A resposta do arquiteto. Os arquitetos utilizaram a topografia do local para esculpir três pavimentos distintos, modulando materiais e formas para dar ao edifício força, caráter e privacidade. Em um terreno de apenas 153 m², eles projetaram uma casa de 212 m², cercada por jardins para os proprietários. A pequena porção do pavimento inferior configura um embasamento sólido para os níveis superiores. Este pavimento abriga um escritório privativo e a acomodação para hóspedes, que se abrem para um pequeno jardim frontal, antes ocupado pela garagem.

© Brett Boardman
© Brett Boardman

O pavimento social principal utiliza o envelope completo do edifício para uma sequência de espaços repletos de luz. Um pátio central pontua este nível, separando a cozinha, que se abre para o pátio posterior, da sala, que segue para uma varanda protegida. As janelas curvas que envolvem o pátio permitem linhas de visão por toda a sequência de espaços.

© Dave Wheeler
© Dave Wheeler
© Brett Boardman
© Brett Boardman

“O pátio central foi uma das primeiras ideias que desenvolvemos, para captar luz e segmentar os pavimentos sociais em zonas, fato que consideramos mais interessante em um espaço pequeno do que aquela sensação de estar apenas em um cômodo comprido.”  Conrad Johnston, Diretor

© Dave Wheeler
© Dave Wheeler

O pavimento íntimo acima é envolto por uma parede curva de cobre, que protege o pavimento superior e o estar, projetando-se em uma lâmina para o nordeste, para proporcionar privacidade. Floreiras ao longo da base das paredes de cobre alimentam o pátio central, protegendo ainda mais a casa do tempo, conforme a vegetação se estabelece.

© Dave Wheeler
© Dave Wheeler

Materiais. Os materiais foram escolhidos para refletir o conceito de um edifício pequeno e forte, tanto defensivo quanto privativo. O embasamento do escritório é revestido de arenito de Sydney, enquanto os níveis dos quartos e da sala são revestidos de cobre, que com o tempo desenvolverá uma rica pátina de variações de cores.

© Brett Boardman
© Brett Boardman

No interior, o desafio era proporcionar a um ambiente relativamente compacto uma atmosfera de identidade e calor, sem sobrepor muitas texturas. Os pisos de concreto da sala de estar estão em composição com vigas de madeira expostas, janelas e portas de cedro-vermelho ocidental. A marcenaria da cozinha foi feita em madeira com bancadas em pedra escura.

© Brett Boardman
© Brett Boardman

Ato de desaparecimento. O que só pode ser apreciado de fora, é como os arquitetos projetaram a edificação, como um vizinho generoso, usando seu recuo e varanda profunda para oferecer um espaço aberto extra ao longo da estreita passagem pública, bem como luz iluminar o vizinho a noroeste. Outra concessão para a rua e os proprietários, é o fato de que a suíte de hóspedes e o home office no pavimento inferior foram projetadas para uma futura conversão em uma vaga para carros, caso o próximo proprietário deseje fazer isso.

© Brett Boardman
© Brett Boardman

O que os clientes dizem. "Também ficamos muito surpresos com a forma como os arquitetos resolveram a questão da privacidade: as paredes angulares significam que você não pode ver a casa ao lado. Viver aqui é como estar de férias. No nível social, quase parece que você está do lado de fora, porque vemos através da casa as árvores do exterior. E no inverno, quando o sol está brilhando, temos a sensação de que é verão no interior".

© Dave Wheeler
© Dave Wheeler

Sobre este escritório
Cita: "Casa Bondi / Fox Johnston" [Bondi House / Fox Johnston] 12 Ago 2021. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/966651/casa-bondi-fox-johnston> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.