Casa Elliott / Paul Elliott Architects

Casa Elliott / Paul Elliott Architects

© Danie Nel© Danie Nel© Danie Nel© Danie Nel+ 18

Cidade do Cabo, África do Sul
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  90
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2021
  • Fotógrafo Fotografias:  Danie Nel
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Amorim Cork South Africa, Xlam
  • Arquiteto Responsável:Paul Elliott
  • Cidade:Cidade do Cabo
Mais informaçõesMenos informações
© Danie Nel
© Danie Nel

Descrição enviada pela equipe de projeto. O projeto trata-se de uma casa de madeira construída em um local relativamente inacessível, a parte subdividida de uma casa projetada por Julian Elliott. O terreno tem 13,5 metros de largura e 30 metros de comprimento. O lado mais curto fica no final de um beco sem saída. Existe um rio que atravessa o local. Os recuos prescritos do rio e da parede posterior permitiram uma planta de 4,5 m de profundidade.

© Danie Nel
© Danie Nel
Planta
Planta
© Danie Nel
© Danie Nel

A construção original é a garagem da casa existente, que se tornou o estúdio de cerâmica da minha mãe. Ele é construído com tijolos e tem um teto abobadado, definitivamente inspirado em Corbusier! Um estúdio de vidro e aço foi adicionado cerca de trinta anos depois e meu pai trabalhou ali até que foi transformado em um apartamento onde meus pais viveram suas vidas. Nossa adição de madeira maciça do outro lado do rio se estende por toda a largura do terreno. É elevada e desce em três plataformas devido ao declive.

© Danie Nel
© Danie Nel

A madeira maciça foi escolhida como material de construção por ser neutra em carbono, fácil de montar e apresentar benefícios à saúde. Devido à inacessibilidade, o piso, as paredes e os painéis do telhado foram elevados sobre a casa existente usando um guindaste. A cortiça foi escolhida como material de revestimento por ser resistente à água, aos raios ultravioleta e ao mofo e ter excelentes propriedades isolantes e acústicas. Utilizada para o revestimento das paredes e do telhado, confere à casa um aspecto monolítico.

© Danie Nel
© Danie Nel
Cortes
Cortes
© Danie Nel
© Danie Nel

O layout da planta se assemelha a uma casa japonesa do tipo Machiya encontrada em Kyoto, no sentido de que é formada por volumes conectados por pátios. Um resultado agradável do processo de construção aditivo é o espaço de movimento. Percorre-se a casa existente e chega-se ao jardim posterior através de uma série de espaços surpreendentes, sendo o todo revelado apenas no final do percurso.

© Danie Nel
© Danie Nel

A frente da casa é uma garagem / oficina, escritório, quarto de hóspedes e banheiro. É vista como um espaço público e o acesso ao restante da casa é feito apenas por meio de um convite. O meio da casa é um espaço de encontro para jantar e conviver: uma sala de estar. Há ainda um pátio voltado para o oeste para grelhados e refeições ao ar livre.

Vistas Isométricas
Vistas Isométricas

Há uma ponte / deck coberto conectando o novo ao antigo, que também pode ser usada para entretenimento ao ar livre. Atravessando o rio, chega-se à nova casa, mais privativa, com três quartos, dois banheiros, uma biblioteca e uma sala polivalente que se abre para uma área de estar ao ar livre. Na parte posterior está um jardim zen com plantas e elementos de água. A parede compartilhada pintada tem um gráfico de Sengai, um monge budista japonês chamado Universo de Sengai. 

© Danie Nel
© Danie Nel

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos
Sobre este escritório
Cita: "Casa Elliott / Paul Elliott Architects" [House Elliott / Paul Elliott Architects] 09 Ago 2021. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/966260/casa-elliott-paul-elliott-architects> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.