Edifício S1 Universidade Nacional da Colômbia / Juan García Correa + John González + Claudia Rueda

Edifício S1 Universidade Nacional da Colômbia / Juan García Correa + John González + Claudia Rueda

© Carlos Amador© Carlos Amador© Carlos Amador© Carlos Amador+ 40

  • Arquitetos Responsáveis:Juan García Correa, Jhon González, Claudia Rueda
  • Estrutura:Néstor William García, Jairo Andrés Paredes, Carlos Bermúdez
  • Hidráulica:Ricardo Forero
  • Paisagismo:Juan García Correa, Jhon González, Claudia Rueda
  • Bioclimática:Gerson Duplat
  • Cidade:Manizales
  • País:Colômbia
Mais informaçõesMenos informações
© Carlos Amador
© Carlos Amador

Descrição enviada pela equipe de projeto. O Edifício S1 foi projetado a partir de dois objetivos principais: consolidar os laboratórios e escritórios de Engenharia Elétrica e Eletrônica, e resolver os problemas de mobilidade no interior do Campus de acordo com as diretrizes do Plano Diretor do Campus La Nubia.

© Carlos Amador
© Carlos Amador
Planta 01
Planta 01
© Carlos Amador
© Carlos Amador

Implantação

O edifício se adapta à topografia simulando uma inclinação suave, com o objetivo de responder à divisão do campus, graças à existência de um talude marcante que se apresenta como uma barreira interna. O volume escalonado se integra ao contexto de forma sutil e coerente, procurando gerar novas relações espaciais.

© Carlos Amador
© Carlos Amador
Fachada
Fachada
© Carlos Amador
© Carlos Amador

Com o objetivo de melhorar a mobilidade no interior do campus, se propõe um edifício com coberturas transitáveis, uma topografia artificial que faz referência à paisagem natural de Manizales e permite o prolongamento do parque sobre o edifício, somado a isso, com seu sistema de pontes, rampas e escadas, se atinge continuidade e conexões mais eficientes entre espaço público e edificações existentes. A localização central do edifício e sua intersecção no lote, determinam o caráter articulador do projeto.

© Carlos Amador
© Carlos Amador

Forma e função

A volumetria é esculpida por meio de rampas, escadas e elementos piramidais revestidos por grama natural. Se propõe uma estética simples, com concreto e redes aparentes, vidro, divisórias leves de cor branca, onde predominam a estrutura, os montes de vegetação e a espacialidade contida, que é enriquecida pela morfologia do projeto. A ponte que cruza sobre o edifício faz as vezes de um capitel, e, além disso, se transforma em uma conexão coberta com os outros edifícios sem interromper a visual a nível da praça .

© Carlos Amador
© Carlos Amador
Corte
Corte
Corte
Corte
© Carlos Amador
© Carlos Amador
© Carlos Amador
© Carlos Amador

As plantas se desenvolvem ao redor de um pátio circular, cujo centro é determinado pelo cruzamento de 3 eixos compositivos extraídos da malha existente. Circulações perimetrais giram ao redor deste, e se ramificam de forma radial para alcançar as áreas mais distantes. Os espaços próximos à circunferência se configuram radialmente, enquanto os mais distantes tendem a ser regularizados. 

© Carlos Amador
© Carlos Amador
Corte
Corte
© Carlos Amador
© Carlos Amador

O pátio é um grande óculo, foco de iluminação e de ventilação natural para o edifício, as fachadas são envidraçadas e dispõem de painéis micro-perfurados para controlar a incidência solar. O edifício se dilata do terreno, e os espaços posteriores são iluminados através de tubos refletores (Solatube) e são ventilados por meio de sistemas de inversão mecânica de ar, enquanto a re-circulação se dá de forma natural para o pátio e áreas comuns.

© Carlos Amador
© Carlos Amador

Estrutura e materialidade

A estrutura é configurada por pórticos de concreto. Ao redor do pátio as vigas são curvas e concêntricas, os pilares e painéis são dispostos radialmente e organizam as circulações e espaços. As vigas metálicas são utilizadas para aliviar as lajes do mezanino e as lajes das áreas verdes. A estrutura da ponte nasce do último eixo de pilares do edifício, é elevada sobre a pequena praça e termina na plataforma de circulação. O material predominante é o concreto natural. Foi utilizada uma fôrma em ripas para transferir a textura da madeira para o acabamento das superfícies de paredes e pilares retangulares.

© Carlos Amador
© Carlos Amador
© Carlos Amador
© Carlos Amador

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Manizales, Caldas, Colômbia

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Edifício S1 Universidade Nacional da Colômbia / Juan García Correa + John González + Claudia Rueda" [Edificio S1 Universidad Nacional de Colombia / Juan García Correa + John González + Claudia Rueda] 22 Abr 2020. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/937844/edificio-s1-universidade-nacional-da-colombia-juan-garcia-correa-plus-john-gonzalez-plus-claudia-rueda> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.