Centro de Serviços do Parque Opeongo / Anne Carrier architecture

Centro de Serviços do Parque Opeongo / Anne Carrier architecture
© Stéphane Groleau
© Stéphane Groleau

© Stéphane Groleau© Stéphane Groleau© Stéphane Groleau© Stéphane Groleau+ 14

  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  235
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2017
  • Fotógrafo Fotografias:  Stéphane Groleau
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: AutoDesk, Groupe concept PV, Prevost, Soprema, Trimble
  • Equipe De Projeto:Anne Carrier, diretora projeto; Robert Boily b.arch./ b.sc.a.; Patricia Pronovost, arquiteto; Mathieu St-Amant, arquiteto
  • Clientes:Société des établissements de plein air du Québec (SÉPAQ)
  • Engenharia Estrutural E Civil:Les services exp inc.
  • Engenharia Mecânica E Elétrica:Les services exp inc.
  • Paisagismo:Agence Relief Design
  • Construtora Geral:Construction Prévost
  • Cidade:Orford
  • País:Canadá
Mais informaçõesMenos informações
© Stéphane Groleau
© Stéphane Groleau

Descrição enviada pela equipe de projeto. Um olhar contemporâneo para um parque florestal de longa data. O nome Opeongo deriva da palavra Anishnaabe opeauwingauk (estreitos arenosos); e refere-se aos povos indígenas do Canadá e seu profundo amor pela natureza. O Pavilhão Opeongo está localizado no Parc du Mont-Orford, uma verdadeira joia em meio a lagos, montanhas e florestas, a uma hora de carro de Montreal. O parque é administrado pela SÉPAQ (Sociedade de Estudos da Cidade do Québec), responsável pela extensa rede de parques do Québec.

© Stéphane Groleau
© Stéphane Groleau
Planta
Planta
© Stéphane Groleau
© Stéphane Groleau

No início de 2010, a SÉPAQ passou por grandes mudanças, favorecendo as abordagens contemporâneas, e não tradicionais, para seus novos edifícios. Várias empresas foram contratadas, entre elas a empresa de arquitetura Anne Carrier, encarregada de projetar três novos prédios de serviço para o Parc du Mont-Orford: Le Bonnallie, Opeongo e Le Cerisier. Criar uma assinatura arquitetônica distinta para o parque foi um desafio emocionante para a equipe de arquitetura. No entanto, eles precisariam conquistar os usuários acostumados aos tradicionais centros de visitantes em estilo de chalé.

© Stéphane Groleau
© Stéphane Groleau

O Centro de Serviços Opeongo, próximo ao Lago Fraser, serve nadadores e entusiastas de esportes aquáticos. Ele substitui uma instalação que sofreu um incêndio em 2016. O edifício de 230 metros quadrados compreende três estruturas distintas. O espaço principal transparente inclui uma área de recepção que se expande para um pátio externo com vista para o lago. A segunda estrutura é aberta sazonalmente e serve principalmente para armazenamento de equipamentos para esportes aquáticos; também é onde os aluguéis podem ser organizados e onde estão os vestiários. A terceira estrutura é direcionada às atividades de praia, com banheiros e posto de primeiros socorros.

© Stéphane Groleau
© Stéphane Groleau

A forma e a localização do pavilhão resultaram de um estudo cuidadoso do local e das atividades que ocorrem dentro e ao redor dele. Outra consideração importante foi o acesso direto às vistas do lago. De acordo com os desejos da SÉPAQ, a madeira deveria ser usada em todos os lugares, e isso ajudou o pavilhão a se encaixar no ambiente natural. Uma cobertura delgada conecta as estruturas, protegendo os usuários do sol direto e das intempéries. As aberturas são indicadas pela madeira de cedro, contribuindo para uma leitura coerente do edifício.

Elevações
Elevações

"Sempre que temos a oportunidade de projetar um edifício em ambientes naturais usamos os recursos do terreno como nossas principais fontes de inspiração", diz a arquiteta Anne Carrier. No Parc du Mont Orford, sua equipe optou pela madeira natural como elemento estrutural e como revestimento interno e externo.

© Stéphane Groleau
© Stéphane Groleau

O estrado de madeira estrutural foi escolhido por sua espessura e capacidade de carga, permitindo que os arquitetos modulassem os telhados em relação às linhas de visão e à exposição ao sol. O revestimento de cedro escuro foi usado principalmente como proteção para chuva e para ventilar os edifícios sazonais. Texturas, tons e variações de madeira transformam o pavilhão ao longo do dia. À noite, o revestimento espaçado faz com a área central pareça brilhar.

© Stéphane Groleau
© Stéphane Groleau

O Centro de Serviços Opeongo ganhou um prêmio de excelência da Cecobois em 2019. Um comentário do júri descreveu adequadamente as intenções do projeto: “Com suas saliências generosas, suas colunas cuidadosamente projetadas, tanto externa quanto internamente - onde são protegidas por uma parede de vidro - a durabilidade dos elementos estruturais e revestimento de madeira não deixam dúvida. Além de demonstrar os esforços significativos dos arquitetos para alcançar a sustentabilidade, o projeto é notável por seu teto com pouca espessura e incrivelmente elegante”.

© Stéphane Groleau
© Stéphane Groleau

Galeria do Projeto

Ver tudoMostrar menos

Localização do Projeto

Endereço:Mont-Orford National Park, 3321 Chemin du Parc, Orford, QC J1X 7A2, Canadá

Clique para abrir o mapa
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato.
Sobre este escritório
Cita: "Centro de Serviços do Parque Opeongo / Anne Carrier architecture" [Opeongo Park Service Center Pavilion / Anne Carrier architecture] 20 Nov 2019. ArchDaily Brasil. Acessado . <https://www.archdaily.com.br/br/928642/centro-de-servicos-do-parque-opeongo-anne-carrier-architecture> ISSN 0719-8906

¡Você seguiu sua primeira conta!

Você sabia?

Agora você receberá atualizações das contas que você segue! Siga seus autores, escritórios, usuários favoritos e personalize seu stream.