1. ArchDaily
  2. Vazio S/A

Vazio S/A: O mais recente de arquitetura e notícia

"Misunderstandings": uma reflexão sobre museus, coleções e arquitetura

O encontro entre CAMPO e o FRAC Centre Val de Loire, de Orléans, produziu o MISUNDERSTANDINGS: um projeto que, ao abordar um dos mais importantes arquivos de experimentações arquitetônicas em todo o mundo, propõe uma reflexão sobre o valor operacional de museus e coleções para o discurso contemporâneo e para a prática da arquitetura.

Toyo Ito, Aluminium House, 1970-1971 Andrea Branzi, Case a pianta centrale, 1986The Grid. Desenhos a partir de David Georges Emmerich; com excertos de New York Skyline de Vasco Mourão. Image © Vazio S/AThe Grid. Desenhos a partir de David Georges Emmerich; com excertos de New York Skyline de Vasco Mourão. Image © Vazio S/A+ 11

Misunderstandings

O encontro entre CAMPO e o FRAC Centre Val de Loire, de Orléans, produziu o MISUNDERSTANDINGS: um projeto que, ao abordar um dos mais importantes arquivos de experimentações arquitetônicas em todo o mundo, propõe uma reflexão sobre o valor operacional de museus e coleções para o discurso contemporâneo e para a prática da arquitetura.

Material em Foco: Casa no Cerrado por Vazio S/A

Este artigo é parte da nossa nova série "Material em Foco", onde pedimos aos arquitetos que nos contem sobre o processo e o de pensamento por trás de suas escolhas de materiais e definem os passos necessários para a construção de suas edificações.

A Casa no Cerrado foi projetada pelo escritório Vazio S/A , foi construída em Moeda, Minas Gerais e, segundo os arquitetos ao mesmo tempo que busca explorar a plasticidade de elementos arquitetônicos básicos, o projeto exalta este bioma pouco valorizado e ameaçado: o Cerrado.Nós conversamos com o arquiteto Carlos M. Teixeira para saber mais sobre as escolhas dos materiais e sobre os desafios do projeto

Proposta para o Museu Guggenheim Helsinki / Vazio S/A

Apresentamos a seguir a proposta do escritório Vazio S/A para o concurso Museu Guggenheim Helsinki, o maior concurso de arquitetura da história, com 1.715 projetos inscritos. Veja a seguir algumas imagens e a descrição da proposta pelos autores.]

Cortesia de Vazio S/A, EdiT StudioCortesia de Vazio S/A, EdiT StudioCortesia de Vazio S/A, EdiT StudioCortesia de Vazio S/A, EdiT Studio+ 19

Segundo Lugar no Concurso para o Centro Administrativo de Belo Horizonte / Vazio S/A

Como inserir o Centro Administrativo no mais simbólico dos eixos de Belo Horizonte? É possível elogiar o vazio urbano da avenida Afonso Pena por meio de sua ocupação – e não de sua preservação? Pode este ponto de convergência de modais – estação de metrô, terminais de BRT, terminal de ônibus urbano, ciclovias – se transformar na solução de todas as desarticulações, congestões e falhas do Centro? Esta proposta assume uma postura que explora essa contradição: a hiperdensidade de um edifício de 100.000 m2 como elogio de um vazio urbano e como um meio de reestruturar um tecido urbano esgarçado.

Arte e Arquitetura: Jardim Morto II por Vazio S/A

© Louise Tanguay© Louise Tanguay© Louise Tanguay© Louise Tanguay+ 10

Jardim Morto II é um arranjo de troncos construído para o International Garden Festival, evento realizado anualmente em Quèbec (Canadá) que patrocina novas possibilidades, ideias de ponta e outros horizontes para a prática do paisagismo e da arquitetura efêmera.

Publicação: "Entre: Architecture from the Performing Arts", Vazio S/A, Carlos M Teixeira

Em Português, a palavra "entre" (preposição e verbo) evoca conotações que superam de longe o seu equivalente em inglês, between. Na verdade, o 'meio-termo' explorado neste livro é uma noção mais abstrata e de longo alcance: física, espacial, temporal e somática. Ao manter o termo português nesta nova edição em inglês, Entre expressa a intrincada relação do estúdio Vazio S/A para com a cultura brasileira e procura manter intacta esta noção original – para a qual parece não haver nenhuma tradução satisfatória em inglês.

Montevideu 285 / Vazio S/A

© Vazio S/A© Vazio S/A© Vazio S/A© Vazio S/A+ 40

Belo Horizonte, Brasil
  • Arquitetos: Vazio S/A
  • Área Área deste projeto de arquitetura Área:  480
  • Ano Ano de conclusão deste projeto de arquitetura Ano:  2008
  • Fabricantes Marcas com produtos usados neste projeto de arquitetura
    Fabricantes: Portobello, Gyotoku, Madepal, Marmoraria Triângulo, Serralheria Paramirim, +1