Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Productora

Productora: O mais recente de arquitetura e notícia

Escritórios de arquitetura mexicanos, pelas lentes de Marc Goodwin

Oficina Frida Escobedo. Image © Marc Goodwin Oficina CC Arquitectos. Image © Marc Goodwin Oficina Rozana Montiel. Image © Marc Goodwin Oficina Productora. Image © Marc Goodwin + 28

Após ter fotografado escritórios de arquitetura na Holanda, Dubai, Londres, Paris, Pequim, Xangai, Seul, Escandinávia, Barcelona e Los Angeles, o fotógrafo de arquitetura Marc Goodwin continua sua série, registrando agora alguns dos escritórios mais reconhecidos do México. Conheça o cotidiano desses profissionais da Cidade do México, a seguir.

Centro Cultural Teopanzolco é o projeto vencedor na Bienal de Quito 2018

O projeto mexicano do Centro Cultural Teopanzolco, projetado por Isaac Broid e PRODUCTORA, foi escolhido como vencedor internacional da categoria Projeto Arquitetônico na Bienal Pan-Americana de Arquitetura de Quito 2018 (BAQ2018).

Localizado em frente à zona arqueológica de Teopanzolco, em Cuernavaca, o projeto "levanta duas estratégias fundamentais: por um lado, para melhorar a relação com o sítio arqueológico e, por outro, conformar espaço público significativo", segundo os autores no memorial de projeto.

30 anos sem Luis Barragán: 30 arquitetos compartilham sua obra favorita do arquiteto mexicano

Torres de Satélite / Luis Barragán + Mathias Goeritz. Image © Rodrigo Flores Casa-Estudio Luis Barragán. Image © Rodrigo Flores Casa Gilardi / Luis Barragán. Image © Eduardo Luque Casa Gilardi / Luis Barragán. Image © Eduardo Luque + 16

22 de novembro de 1988 representa uma data muito marcante dentro do campo arquitetônico. Foi quando um dos arquitetos mais importantes para a história da arquitetura mexicana e do mundo morreu na Cidade do México. Luis Barragán Morfín, nascido em Guadalajara e formado em engenharia civil, deixou um extenso legado traduzido em textos, conferências, edifícios, residências, jardins ainda vivos até hoje, que foram incorporados por alguns dos arquitetos mais influentes do cenário internacional. O trabalho de Luis Barragán, representa anos de pesquisa, mas, sobretudo, de contemplação, de ver o mundo com sensibilidade e de continuar reescrevendo o que nos pareceria óbvio.

Sem dúvidas, o legado de Luis Barragán representa algo tão complexo e atemporal que continua a inspirar e surpreender arquitetos de todas as gerações. É por isso que, 30 anos depois de sua morte, compilamos os depoimentos de alguns dos arquitetos contemporâneos mais representativos do México que compartilharam conosco qual a obra mais importante de Luis Barragán em seu trabalho e por quê. Continue lendo para conhecer os depoimentos completos.

Centro Cultural Teopanzolco, de Isaac Broid + PRODUCTORA, vence o Prêmio “Oscar Niemeyer”

© Jaime Navarro © Jaime Navarro © Jaime Navarro © Jaime Navarro + 5

O Prêmio Oscar Niemeyer de Arquitetura Latino-Americana surge como uma das iniciativas fundamentais da Red de Bienales de Arquitectura de América Latina -REDBAAL- para reconhecer o que há de melhor em sua produção arquitetônica, em momentos de inquestionável empoderamento e presença do público. Arquitetura latino-americana no contexto internacional.

IMS Paulista e Sesc 24 de Maio são finalistas do 2018 Mies Crown Hall Americas Prize

O diretor Dirk Denison e o presidente do júri do MCHAP de 2018, Ricky Burdett, anunciaram os seis finalistas da edição de 2018 do Mies Crown Hall America Prize. Selecionados de uma lista de 31 projetos, esses projetos concorrerão ao prêmio principal que será anunciado em outubro. Os autores do prêmio vencedor receberão US$ 50.000 para financiar pesquisas e uma publicação, além de serem reconhecidos como Presidentes Honorários da MCHAP na Faculdade de Arquitetura do IIT.

A seguir, conheça os seis edifícios finalistas - entre eles estão dois projetos brasileiros, o IMS Paulista, realizado por Andrade Morettin Arquitetos Associados, e o Sesc 24 de Maio, realizado por Paulo Mendes da Rocha e MMBB Arquitetos. Todos foram concluídos entre janeiro de 2016 e dezembro de 2017. Os textos descritivos, fornecidos pelo júri do MCHAP, celebram os méritos de cada projeto.

12 Exposições que mostram que a arquitetura não precisa ser permanente para ser potente

Ao pensar em arquitetura, lembramos, inevitavelmente, das obras do passado. Construções feitas para resistir à passagem do tempo encontram na idade um forte aliado, assegurando-se na história da humanidade. A permanência, porém, é um peso a ser suportado e, nesse sentido, a arquitetura dita efêmera não deve ser considerada inferior. 

Vertical City: 16 arquitetos contemporâneos reinterpretam a Tribune Tower na Bienal de Chicago

© Laurian Ghinitoiu
© Laurian Ghinitoiu

Em uma grande instalação central na Bienal de arquitetura de Chicago deste ano, os escritórios 6a architects, Barozzi Veiga, Kéré Architecture, MOS, OFFICE KGDVS e Sergison Bates, entre outros, projetaram dezesseis propostas contemporâneas, materializadas em maquetes de cinco metros de altura, para o famoso concurso que resultou na construção da Tribune Tower em 1922.

© Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu © Laurian Ghinitoiu + 56

Bienal de Arquitetura de Chicago divulga lista de participantes da edição de 2017

A Bienal de Arquitetura de Chicago anunciou a lista de participantes convidados a contribuir para a segunda edição do evento, que será realizada entre 16 de setembro e 7 de janeiro de 2018, em Chicago. Mais de 100 escritórios de arquitetura e artistas foram selecionados pelos diretores artísticos de 2017, Sharon Johnston e Mark Lee, fundadores da Johnston Marklee, de Los Angeles, para projetar exposições que serão exibidas no Chicago Cultural Center e em toda a cidade. Entre os selecionados, destaca-se a presença portuguesa com Aires Mateus, Bak Gordon, Barbas Lopes, Fala Atelier, Nuno Brandão Costa e SAMI-arquitectos.

"Nossa meta para a Bienal de Arquitetura de Chicago 2017 é continuar a construir a partir dos temas e ideias apresentadas na primeira edição", explicaram Johnston e Lee. "Esperamos examinar, através do trabalho dos participantes escolhidos, o contínuo envolvimento com questões de história e arquitetura como uma prática evolutiva".

PRODUCTORA vence o prêmio MCHAP.emerge 2014/2015 com o Pavilhão para a Feira das Culturas

Na última sexta-feira foi realizada a premiação do Concurso Mies Crown Hall Americas Prize, que teve como vencedor um projeto realizado na praça pública mais importante do México, o Pavilhão para a Feira das Culturas, do escritório mexicano PRODUCTORA. O projeto foi premiado com o MCHAP.emerge 2014/2015, um reconhecimento ao trabalho de escritórios emergentes do continente americano.

O prêmio MCHAP.emerge consiste em US$25.000 e a Cadeira de Pesquisa MCHAP na Faculdade de Arquitetura do IIT durante o próximo ano acadêmico, no qual o escritório terá a oportunidade de dirigir uma oficina de pesquisa relacionada ao tema "reformular a metrópole".

PRODUCTORA foi selecionada como finalista ao lado de escritórios do Canadá, EUA, Chile e Paraguai, e foi selecionada como vencedora por um júri composto por Stan Allen, Wiel Arets, Florencia Rodriguez, Ila Berman e Jean Pierre Crousse.

Conheça os finalistas do Prêmio MCHAP.emerge Awards 2014/2015

O Mies Crown Hall Americas Prize Anunciou os cinco finalistas para os prêmios MCHAP.emerge dedicados à arquitetura produzida por escritórios emergentes no continente americano .Os cinco projetos foram selecionados de uma lista total de 55 obras que foram anunciados na semana passada. Estes projetos representam o melhor da arquitetura construída por jovens arquitetos nos últimos dois anos na América do Norte e América do Sul, e conta com finalistas do Canadá, Estados Unidos, México, Chile e Paraguai.

O vencedor do prêmio será anunciado na noite de 01 de abril de 2016 em um simpósio na SR Crown Hall, em Chicago, depois de um dia em que os finalistas irão apresentar seus trabalhos ao júri, e para um corpo docente da Escola de arquitetura IIT, composto por professores e alunos. Leia a seguir para a lista de finalistas.

Mostra "Dogchitecture" - reinventando a casa para cachorros

Dogchitecture é uma exposição inspirada em "Architecture for Dogs" - um projeto de Kenya Hara, no Japão - no qual busca-se reinventar a casa para cachorros, integrando-a com o projeto através da visão e filosofia de jovens arquitetos mexicanos.

Participarão desta mostra de arquitetura 10 do México: BNKR Arquitectura, Rojkind Arquitectos, Broissin, PRODUCTORA, a-001, Taller 13, PMS Arch Buro, ROW Studio, Laboratorio Arquitectura Básica e ESOS. Também colaborou com esta iniciativa a empresa mexicana Nuugi, que presta serviços relacionados a cães e que auxiliou no desenvolvimento do projeto.