Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Fgmf

Fgmf: O mais recente de arquitetura e notícia

Experimentando Le Corbusier - Interpretações Contemporâneas do Modernismo

Cremme Editora de Mobiliário e Museu Oscar Niemeyer inauguram mostra sobre Le Corbusier

O Museu Oscar Niemeyer (MON), inaugura no sábado, 13, a exposição “Experimentando Le Corbusier – Interpretações Contemporâneas do Modernismo”. A mostra reúne profissionais que revivem a experiência do pensamento revolucionário de Le Corbusier, levando-o para além da arquitetura.

“É uma satisfação para o MON receber essa exposição, que tem como objetivo repensar e refletir sobre a significativa obra do mestre Le Corbusier e, para isso, reúne talentosos profissionais contemporâneos numa ampla discussão”, diz a diretora-presidente do MON, Juliana Vosnika.

O projeto conta com a participação de Irmãos Campana, Paulo Mendes

Arquitetos consagrados propõem mobiliários urbanos para a Avenida Paulista

Paulo Mendes, Nadezhda Rocha e outros três escritórios de arquitetura (FGMF, Königsberger Vannucchi Arquitetos Associados e Nitsche Arquitetos) são concorrentes do Festival de Ideias Paulista Para Todos, iniciativa do Esquina.net.br, , e do escritório de advocacia Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr e Quiroga Advogados, sediado na Paulista.. Cada um deles desenvolveu de maneira livre uma proposta de mobiliário urbano para a Avenida Paulista. As ideias serão submetidas a um trio de jurados composto pelos arquitetos e urbanistas Carlos Leite e Sol Camacho e por Renato Schermann Ximenes de Melo, sócio do Mattos Filho. O anúncio do vencedor será feito no dia 05 de dezembro.

O uso de estruturas pré-fabricadas em escolas públicas brasileiras

Escola Estadual Telêmaco Melges / UNA Arquitetos. Image © Nelson Kon
Escola Estadual Telêmaco Melges / UNA Arquitetos. Image © Nelson Kon

Bons projetos de escolas representam muito mais que uma boa obra de arquitetura. Sobretudo em áreas vulneráveis e com infraestrutura pública carente, simbolizam o papel do Estado e da educação como agente transformador de melhoria social. Podem, também, tornarem-se áreas de convívio comunitário, locais para a prática esportiva, espaço para cursos, entre outros usos.. Infelizmente, a realidade mostra que nem sempre esses projetos recebem a atenção necessária.

Mas desenvolver um projeto educacional é um dos grandes desafios para arquitetos, já que demandam a adequação de programas e fluxos diversos e complexos. Por conta da economia, racionalização e rapidez de obra, no Brasil a maior parcela dos projetos escolares são concebidos a partir de elementos estruturas pré-fabricados em concreto com modulações rígidas e em raros casos, em aço. Mas o que pode parecer limitante em um primeiro momento, pode se tornar um exercício de criatividade estrutural

Na tentativa de elucidar os sistemas utilizados à materialização destes projetos, selecionamos a seguir um compilado de plantas e cortes de sete obras notáveis que tiram partido das estruturas pré-moldadas para conformar espaços incríveis para o aprendizado. Veja a seguir:

Como funcionam as vigas vagão, que permitem grandes vãos e peças elegantes

Vigas vagão são aquelas constituídas por barras e tirantes de aço, onde a aplicação destes últimos atuam na redução dos esforços de flexão e deformações da peça, permitindo a diminuição na altura da viga. Em outras palavras, são a união de vigas contínuas de alma cheia (aço ou madeira) junto a cabos de aço que são posicionados na região inferior e apoiados por montantes tracionados. Desse modo, conseguem vencer maiores vãos, mantendo a menor seção possível e a esbelteza da peça. Segundo o engenheiro Yopanan Rebello, “o termo ‘vagonada’ deriva diretamente de sua aplicação como apoio em vagões de trem” [2]. 

Exposição “Experimentando Le Corbusier” - reinterpretando os cânones modernos

Inaugurada no último sábado (16) no Museu da Casa Brasileira, em São Paulo, a mostra “Experimentando Le Corbusier – Interpretações contemporâneas do modernismo”, que conta com curadoria de Pierre Colnet e Hadrien Lelong, da editora de design Cremme e expografia assinada pelo escritório paulistano MNMA Studio, busca instituir uma reflexão aos desdobramentos da obra do arquiteto franco-suíço no que diz respeito à produção arquitetônica, urbana, ideológica e social ao modernismo brasileiro.

Com 20 artistas convidados – arquitetos, designers e artistas plásticos – que desenvolveram trabalhos e pesquisas variadas a partir dos cânones da obra do arquiteto, a mostra busca atuar através da “transdisciplinaridade da arte”, como pontuou Mariana Schmidt, sócia-arquiteta responsável pelo desenvolvimento expográfico.

Lançamento do livro do FGMF Arquitetos

Sócios do FGMF Arquitetos lançam livro e fazem palestras em Santa Catarina
Entre 27 e 29 de setembro, os sócios do FGMF Arquitetos vão lançar em Santa Catarina o livro “Arquitetura Contemporânea: 1999-2015 FGMF Arquitetos”, que fala sobre a trajetória do escritório. O evento será realizado nas cidades de Blumenau (27), Joinville (28) e Florianópolis (29).
Durante o lançamento, Fernando Forte, Lourenço Gimenes e Rodrigo Marcondes Ferraz farão sessões de autógrafo e apresentarão palestras sobre a trajetória do FGMF e os principais projetos da história do escritório.
Serviço:
• Blumenau
Data e horário: 27/09, às 19h
Local: Galpão da Arquitetura – FURB

XXII Semana da Arquitetura FURB - Universidade Regional de Blumenau

O curso de Arquitetura e Urbanismo completa 25 anos e, com a soma de esforços e boas intenções o Asbea SC (Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura) foi convidado para fazer a curadoria da semana, onde além de contribuir com sua visão, agregou muito aos estudantes por meio da comunicação direta de tais com os profissionais, desde o primeiro momento.

Assim, buscou-se principalmente reconhecer e reverenciar a arquitetura, os
profissionais, escritórios e projetos locais, os quais tem reconhecidamente, excelência ímpar nos campos de arquitetura, urbanismo e design.
O tema principal é a conexão com o

FGMF Arquitetos realizará Workshop no CURA no final de Julho

WORKSHOP | ÂNCORAS DE URBANIDADE
os equipamentos urbanos como deveriam ser

LOURENÇO GIMENES é Arquiteto e Urbanista pela FAUUSP, com mestrado pela mesma instituição e sócio do escritório FGMF Arquitetos.

RESUMO
A oficina promoverá a intervenção em equipamentos urbanos que, graças a um pobre desenho arquitetônico, não cumprem seu papel de qualificar a vida urbana. As intervenções terão a premissa de transformar a paisagem e o uso do tecido urbano ao seu redor através da arquitetura, desenho urbano e arte.

PÚBLICO + PARTICIPAÇÃO
· Oficina indicada para Arquitetos, Urbanistas, Designers e Engenheiros. Encorajamos também a participação de Artistas, Geógrafos, Economistas, Sociólogos e Ativistas Urbanos de

Japan House São Paulo de Kengo Kuma e FGMF, pelas lentes de FLAGRANTE

O arquiteto e fotógrafo de arquitetura Romullo Fontenelle, do estúdio FLAGRANTE, compartilhou conosco uma série de fotografias da recém-inaugurada Japan House São Paulo, projeto de Kengo Kuma em parceria com o escritório paulistano FGMF.

O projeto é uma iniciativa global do governo japonês que busca "lançar um novo olhar sobre o Japão contemporâneo". Inaugurada em maio deste ano, a Japan House tem como objetivo combinar arte, tecnologia e negócios para oferecer aos visitantes uma tradução do Japão do século XXI.

© FLAGRANTE © FLAGRANTE © FLAGRANTE © FLAGRANTE + 34

Exposição "FGMF: Arquitetura Contemporânea Brasileira"

O escritório FGMF Arquitetos, composto pelo trio Fernando Forte, Lourenço Gimenes e Rodrigo Marcondes Ferraz - que vem se consolidando como um dos principais escritórios de arquitetura no cenário nacional, por sua produção com identidade investigativa e inovadora – é tema da mostra FGMF: Arquitetura Contemporânea Brasileira, que estará em exposição a partir do dia 4 de agosto, no Museu Belas Artes de São Paulo (MUBA).

Jovens talentos da arquitetura brasileira

Hoje é o dia em que o ArchDaily Brasil completa 3 anos de existência. Desde 2011 acompanhamos a produção nacional e internacional de arquitetura e urbanismo, divulgamos eventos e publicamos notícias que sejam relacionadas à profissão.

No Brasil – assim como em muitos outros países, sem dúvida – a arquitetura frequentemente não é reconhecida como mereceria ser. Luta-se para que o papel do arquiteto seja difundido socialmente e, assim, respeitado. Implicações de todas as ordens – econômicas, políticas, urbanas, etc. – muitas vezes contribuem para sufocar tentativas menos burocráticas e mercadológicas de atuação.

No entanto, apesar dos revezes de toda sorte, uma arquitetura contemporânea muito expressiva emerge no Brasil. Uma arquitetura que não nega suas raízes modernistas, mas que lida com um contexto diverso, muito mais urbano que o Brasil dos grande nomes da nossa arquitetura moderna.

Compilamos a seguir uma lista com alguns dos jovens escritórios, grupos, coletivos e estúdios que estão contribuindo ativamente para construir uma imagem da arquitetura contemporânea brasileira.

Junto às fotografias, seguem os nomes das pessoas que fazem parte das equipes e um texto, de autoria dos próprios escritórios, que expõe a ethos e as intenções profissionais de cada grupo.

Os 25 projetos brasileiros mais visitados do ArchDaily Brasil

O ArchDaily Brasil completa três anos e com o passar do tempo, cada vez mais, apresentamos obras contemporâneas da arquitetura brasileira. Neste aniversário, resolvemos listar em ordem alfabética os vinte e cinco projetos mais visitados da recente história do nosso site. No entanto, antes de apresentar os projetos gostaríamos de contar-lhes sobre como selecionamos os projetos que são publicados na nossa página.

Além de buscar por obras que acreditamos ser inspiradoras, nossa equipe de arquitetos recebe diariamente projetos que são avaliados em diversas questões: a inventividade, técnica construtiva, estética, contextualização e, principalmente, a qualidade do material enviado, ou seja, como ele nos é apresentado. E é claro, é fundamental que o projeto seja acompanhado de um bom texto e de boas fotografias, essenciais para a compreensão de uma obra.

Valorizamos muito o olhar de um bom fotógrafo, pois é através de suas imagens que podemos conhecer a essência das obras e imaginar seus espaços. E não somos os únicos a dar valor para esta forma de representar a Arquitetura, no Dia Mundial da Fotografia fizemos um especial no qual os arquitetos discorriam sobre seus fotógrafos prediletos, mostrando a importância, e as surpresas, que um olhar especializado pode trazer às obras.

Deixamos de publicar aproximadamente 60% dos projetos que recebemos e isto acontece frequentemente por não possuírem uma boa apresentação. Não queremos desencorajar o envio de novos materiais - inclusive, adoramos receber projetos de escritórios novos e descobrir novas obras para encantar nosso público -, mas sim esclarecer a importância de um material de altíssima qualidade. Colocamos isto pois esperamos aprimorar ainda mais nosso trabalho nos próximos anos.

Hoje completamos três anos, mas aproveitamos para parabenizar também a todos os arquitetos e fotógrafos que colaboram com o ArchDaily Brasil e nos ajudam a trazer diariamente inspirações e referências arquitetônicas. Afinal, ajudar a construir um repertório e trazer diferentes perspectivas para futuros projetos é o nosso maior prazer.

Por fim, confiram a seguir a seleção dos vinte e cinco projetos brasileiros mais visitados da história no ArchDaily Brasil.

Vencedor do Prêmio Rogelio Salmona: Edifício Projeto Viver / FGMF

Publicamos ontem os resultados do Prêmio Rogelio Salmona, que selecionou como vencedor o projeto Edifício Projeto Viver do escritório paulistano FGMF. Entre os projetos que concorriam estavam representantes de todas as regiões da América Latina e Caribe e além do escritório brasileiro ter levado o prêmio, menções honrosas foram concedidas a Mathias Klotz e Ricardo Abuauad; Ndurraga Deves Arquitectos; e Andrés Mignucci Arquitectos.

Veja a seguir o projeto completo do escritório FGMF.

FGMF recebe o Prêmio Latino-Americano de Arquitetura Rogelio Salmona: espaços abertos, espaços coletivos

Acaba de ser divulgado o resultado do Prêmio Latino-Americano Rogelio Salmona ; espaços abertos, espaços coletivos ; em Bogotá, Colòmbia.

O prêmio é um reconhecimento de alto nível cultural que busca identificar e divulgar as melhores práticas de arquitetura em cidades latino-americanas e do Caribe. Obras que criam espaços públicos significativos para seus habitantes e que, por sua vez, contribuem com a consolidação de cidades inclusivas com forte sentido de lugar. 

O projeto vencedor é o Edifício Projeto Viver, do escritório brasileiro FGMF. Segundo a comissão julgadora :

Dia Mundial da Fotografia: Fran Parente por FGMF

O fotógrafo e arquiteto brasileiro Fran Parente, vive atualmente em Nova Iorque onde dedica-se à fotografia de arquitetura. O começo foi ainda como estudante, num estágio, foi fotografar uma obra recém finalizada, e descobriu sua vocação.

Como parte da homenagem pelo Dia Mundial da Fotografia, convidamos alguns arquitetos para comentar sobre o trabalho de alguns dos melhores fotógrafos de arquitetura da atualidade. A seguir Fernando Forte, escreve em nome do escritório paulistano FGMF, sobre o fotógrafo Fran Parente.

Fidalga 727 / Triptyque. Image © Fran Parente Fidalga 727 / Sub Estúdio. Image © Fran Parente Clube HOT HOT / Estudio Guto Requena. Image © Fran Parente Apartamento no Copan / Felipe Hess & Renata Pedrosa. Image © Fran Parente + 5

“Pontos de Vista: Faces da Arquitetura Contemporânea” reúne Martha Thorne, FGMF Arquitetos e Sou Fujimoto para palestras no MASP

No dia 20 de agosto, às 18h30, o Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (MASP) sediará um encontro com grandes nomes da arquitetura: Martha Thorne, FGMF Arquitetos e Sou Fujimoto se encontram para palestras sobre a arquitetura contemporânea sob diferentes perspectivas no século XXI.

O evento “Pontos de Vista: Faces da Arquitetura Contemporânea” será aberto ao público e mediado pelo curador da Bienal de Arquitetura de 2013, Guilherme Wisnik, que, após as palestras, promoverá um debate entre o público e os palestrantes.

AD Brasil Entrevista: Forte, Gimenes & Marcondes Ferraz - FGMF Arquitetos

Forte, Gimenes & Marcondes Ferraz Arquitetos - é composto pelos arquitetos Fernando Forte, Lourenço Gimenes e Rodrigo Marcondes Ferraz e foi criado em 1999 colegas da FAU-USP.

Casa Boratto / FGMF Arquitetos