Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Paulo Mendes da Rocha

NAVEGUE POR TODOS OS PROJETOS DESTE ESCRITÓRIO

Sesc 24 de Maio / Paulo Mendes da Rocha + MMBB Arquitetos

© Nelson Kon © Nelson Kon © Nelson Kon © Nelson Kon + 92

São Paulo, Brasil

AD Classics: Museu Brasileiro da Escultura (MuBE) / Paulo Mendes da Rocha

Que um edifício destinado à exibição de obras de escultura seja caracterizado por uma imensa laje de concreto protendido que cobre menos de um quinto da sua área, e que o mesmo edifício não precise de sombra já que é completamente fechado em níveis enterrados e semi-enterrados, leva a algumas questões contemporâneas sobre a arquitetura. Para que serve a arquitetura? O que determina um edifício? O que o diferencia de uma escultura? O que é o espaço público?

Com essas e outras contradições, ambiguidades e paradoxos materializados no MuBE, gostaríamos de saber dos nossos leitores suas respostas a essas inquietações que acompanham toda a história da arquitetura.

Compartilhamos a seguir uma sequência de 15 vídeos históricos da Intermeios da FAU-USP, que dão conta de toda a concepção, projeto e construção do Museu Brasileiro da Escultura em todas suas facetas, desde o projeto de arquitetura, passando pelo cálculo estrutural, ao paisagismo.

Clássicos da Arquitetura: Capela de São Pedro / Paulo Mendes da Rocha

© Leo Giantomasi © Leo Giantomasi © Leo Giantomasi © Leo Giantomasi + 33

As sombras quase não deixam ver o único pilar central do edifício. A laje de cobertura parece se apoiar apenas nos caixilhos dos vidros alinhados ao seu perímetro irregular. A altura visível da laje é similar à altura livre do nível de entrada: dois metros e cinco centímetros versus dois metros e vinte centímetros, respectivamente. A massa de concreto armado aparente sobre uma retícula envidraçada.

AESOP / Paulo Mendes da Rocha + Metro Arquitetos Associados

© Leonardo Finotti © Leonardo Finotti © Leonardo Finotti © Leonardo Finotti + 8

São Paulo, Brasil

Clássicos da Arquitetura: Seis Casas de Arquiteto

Relembre as seis residências de arquiteto que publicamos nas últimas semanas.

Museu dos Coches / MMBB Arquitetos + Paulo Mendes da Rocha + Bak Gordon Arquitectos

© Fernando Guerra |  FG+SG © Fernando Guerra |  FG+SG © Fernando Guerra |  FG+SG © Fernando Guerra |  FG+SG + 115

Museu  · 
Lisboa, Portugal

Pinacoteca do Estado de São Paulo / Paulo Mendes da Rocha + Eduardo Colonelli + Weliton Ricoy Torres

©  Nelson Kon ©  Nelson Kon ©  Nelson Kon ©  Nelson Kon + 35

Patrimônio  · 
São Paulo, Brasil

Fotografias atualizadas da Sede Social do Jóquei Clube de Goiás / Paulo Mendes da Rocha e João Eduardo de Gennaro

© Lucas Jordano © Lucas Jordano © Lucas Jordano © Lucas Jordano + 17

Após a publicação do Jóquei Clube de Goiás, com três fotos de sua autoria, o fotógrafo Lucas Jordano gentilmente resolveu voltar ao Jóquei e nos enviar um novo levantamento fotográfico. Confira as novas imagens.

Clássicos da Arquitetura: Sede Social do Jóquei Clube de Goiás / Paulo Mendes da Rocha e João Eduardo de Gennaro

© Marina Nahas © Lucas Jordano Barbosa © Marina Nahas © Marina Nahas + 23

Os dezesseis pilares internos idênticos são configurados a partir da interseção entre dois triângulos isósceles invertidos de dimensões diferentes. O triângulo inferior apresenta uma altura de seis metros, uma base de um metro e sessenta centímetros e uma espessura constante de mesma dimensão, o que em planta determina um quadrado. O triângulo superior está alinhado com o eixo vertical central do triângulo inferior. Apresenta uma altura idêntica à do inferior, porém com uma base duas vezes maior e uma espessura de apenas vinte e cinco centímetros.

Clássicos da Arquitetura: Pavilhão do Brasil em Osaka / Paulo Mendes da Rocha e equipe

A extensão da cobertura reticular uniforme tem a mesma dimensão da largura do lote: cinquenta metros. Porém não se apoia em suas divisas; mantém suas laterais em balanço. Sua largura de trinta e dois metros e cinquenta centímetros e sua disposição no lote é tal que criam duas áreas descobertas, uma de entrada, com vinte metros, e uma de fundos, com trinta metros. Se unidas, configurariam um quadrado de outros cinquenta metros de lado.

Clássicos da Arquitetura: Casa no Butantã / Paulo Mendes da Rocha e João de Gennaro

© Nelson Kon © Nelson Kon © Nelson Kon © Nelson Kon + 26

Se as duas vigas transversais das extremidades da laje de cobertura descessem formando as empenas externas do pavimento principal, se encontrariam perfeitamente com o perímetro da laje de piso. Se as vigas longitudinais não avançassem vinte centímetros em balanço sustentando e afastando das vigas as empenas externas de concreto, não haveria espaço para a calha superior e não se criaria uma brecha no piso principal para iluminar indiretamente o interior. Se nas laterais desse piso não fossem levantadas muretas externas de blocos de concreto, não se formaria nas fachadas dois planos sobrepostos e uma sombra constante entre eles, e às vezes um terceiro plano intermediário.

Clássicos da Arquitetura: Casa Gerassi / Paulo Mendes da Rocha

Em construção: Complexo Praça dos Museus da USP / Paulo Mendes da Rocha + Piratininga Arquitetos Associados

© Denise Maher © Denise Maher © Denise Maher © Denise Maher + 89

Nova Galeria Leme / Paulo Mendes da Rocha + Metro Arquitetos

© Leonardo Finotti © Leonardo Finotti © Leonardo Finotti © Leonardo Finotti + 32

Galeria  · 
São Paulo, Brasil