O site de arquitetura mais visitado do mundo
i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

Inscreva-se agora para salvar e organizar seus projetos de arquitetura

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

Encontre os produtos mais inspiradores do nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

i

En todo el mundo, arquitectos están encontrando maneras geniales para reutilizar edificios antiguos. Haz clic aquí para ver las mejores remodelaciones.

Quer ver os melhores projetos de remodelação? Clique aqui.

i

Mergulhe em edifícios inspiradores com nossa seleção de 360 ​​vídeos. Clique aqui.

Veja nossos vídeos imersivos e inspiradores de 360. Clique aqui.

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos

Álvaro Siza

NAVEGUE POR TODOS OS PROJETOS DESTE ESCRITÓRIO

Saya Park / Álvaro Siza + Carlos Castanheira

09:00 - 12 Novembro, 2018
Pavilhão de Arte © Fernando Guerra | FG+SG
Pavilhão de Arte © Fernando Guerra | FG+SG

Pavilhão de Arte © Fernando Guerra | FG+SG Pavilhão de Arte © Fernando Guerra | FG+SG Pavilhão de Arte © Fernando Guerra | FG+SG Pavilhão de Arte © Fernando Guerra | FG+SG + 55

Mausoléu Chia Ching / Álvaro Siza + Carlos Castanheira

09:00 - 11 Novembro, 2018
© Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

© Fernando Guerra | FG+SG © Fernando Guerra | FG+SG © Fernando Guerra | FG+SG © Fernando Guerra | FG+SG + 36

  • Arquitetos

  • Localização

    Jin San District, New Taipei, Taiwan
  • Escritório em Portugal

    CC&CB, Arquitectos
  • Equipe Local de Arquitetura

    WZWX Architecture Group (Stephen Wang, Chiou-Huei Lin, Wen-Wei Cheng, Jianfei Cheng)
  • Área

    180.0 m2
  • Ano do projeto

    2017
  • Fotografias

Museu Chinês da Coleção de Design da Bauhaus / Álvaro Siza + Carlos Castanheira

09:00 - 8 Novembro, 2018
Museu Chinês da Coleção de Design da Bauhaus / Álvaro Siza + Carlos Castanheira, © Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

© Fernando Guerra | FG+SG © Fernando Guerra | FG+SG © Fernando Guerra | FG+SG © Fernando Guerra | FG+SG + 63

  • Arquitetos

  • Localização

    Hangzhou, Zhejiang, China
  • Escritório de Portugal

    CC&CB, Arquitectos
  • Arquiteto Responsável

    Pedro Carvalho
  • Escritório Local

    The Design Institute of Landscape & Architecture, China Academy of Art
  • Equipe

    Liu Ke, Zhao Yaunpeng, Jiang Weihua
  • Área

    16000.0 m2
  • Ano do projeto

    2018
  • Fotografias

10 Projetos de arquitetos internacionais em solo brasileiro

12:00 - 2 Novembro, 2018
10 Projetos de arquitetos internacionais em solo brasileiro, © © Gustavo Xavier
© © Gustavo Xavier

Durante a segunda metade do século XX, o Brasil recebeu uma série de arquitetos vindos de diversas partes do mundo, mas sobretudo da Europa, e que deixaram um legado de projetos brutalistas seguindo alguns dos cânones de mestres como Le Corbusier. Nomes como Lina Bo Bardi, Hans Broos e Franz Heep tiveram inegável influência na arquitetura brasileira.

Nos últimos anos o país voltou a receber uma diversidade de edifícios projetados por arquitetos estrangeiros e que transformaram-se em ícones arquitetônicos, indo além da simples função de abrigar determinado programa, mas em alguns dos casos, contribuindo para o ciclo turístico. Compilamos, a seguir, 10 edifícios projetados por arquitetos de renome internacional e implantados em solo nacional, confira!

O que acontece com os Pavilhões da Serpentine Gallery quando são desmontados?

12:00 - 19 Outubro, 2018
O que acontece com os Pavilhões da Serpentine Gallery quando são desmontados?, Serpentine Pavilion 2016 / Bjarke Ingels. Image © Laurian Ghinitoiu
Serpentine Pavilion 2016 / Bjarke Ingels. Image © Laurian Ghinitoiu

Se o sinal mais seguro do início do verão em Londres é a aparição de um novo pavilhão em frente à Serpentine Gallery, talvez seja justo dizer que o verão termina quando o pavilhão é desmontado. As instalações ganharam destaque desde sua edição inaugural em 2000, atuando como uma espécie de honra exclusiva e indicação de talento para os escolhidos para construir ali. Arquitetos anteriores incluem Zaha Hadid, Rem Koolhaas e Olafur Eliasson.

Serpentine Pavilion 2015 / Selgas Cano. Image © Iwan Baan Serpentine Pavilion 2014 / Smiljan Radic. Image © Iwan Baan Serpentine Pavilion 2006 / Rem Koolhaas. Image © John Offenbach Serpentine Pavilion 2007 / Olafur Eliasson, Kjetil Thorsen, Cecil Balmond. Image © Luke Hayes + 20

Museu Internacional do Design da China de Siza e Castanheira, pelas lentes de Fernando Guerra

15:00 - 18 Outubro, 2018
Museu Internacional do Design da China de Siza e Castanheira, pelas lentes de Fernando Guerra, © Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

Álvaro Siza e Carlos Castanheira concluíram mais um projeto juntos na China. Localizado na cidade de Hangzhou, o Museu Internacional de Design da China foi comissionado pela Academia de Artes Chinesa para abrigar o extenso acervo da instituição, que recentemente foi ampliado com algumas obras originais da escola da Bauhaus.

O edifício é composto por dois grandes prismas dispostos em ângulo obtuso, unidos por um volume menor que define um pátio triangular no centro do conjunto. O revestimento em arenito vermelho, com discretas inserções de mármore branco, o distancia, de algum modo, dos mais emblemáticos projetos de Siza em Portugal; sua geometria angular, entretanto, estabelece uma tensão entre superfícies iluminadas e sombreadas que é recorrente em seu trabalho.

Aluguel para turistas em bairro projetado por Álvaro Siza gera divisão entre moradores

07:00 - 30 Julho, 2018
Aluguel para turistas em bairro projetado por Álvaro Siza gera divisão entre moradores, © Flagrante / Romullo Fontenelle
© Flagrante / Romullo Fontenelle

Obras projetadas por arquitetos reconhecidos sempre atraíram a atenção das pessoas, sobretudo turistas, que de passagem por novas cidades buscam ver, mesmo que rapidamente, o máximo possível do melhor que aqueles lugares têm a oferecer. O fenômeno não é recente, mas com serviços como o Airbnb, que permitem uma breve estadia em residências alugadas, toma outra dimensão.

É o que se vê atualmente no Bairro da Bouça, no Porto, projetado por Álvaro Siza Vieira. Concebido nos anos 1970 como projeto social com a promoção do Serviço Ambulatório de Apoio Local (SAAL), o conjunto habitacional projetado como residência fixa de trabalhadores sempre atraiu turistas entusiastas da arquitetura e da obra de Siza, mas nos últimos anos vêm atraindo residentes temporários nas unidades disponibilizadas para aluguel.

Capela do Monte de Álvaro Siza, pelas lentes de João Morgado

10:00 - 4 Julho, 2018
Capela do Monte de Álvaro Siza, pelas lentes de João Morgado, © João Morgado
© João Morgado

O fotógrafo de arquitetura português João Morgado compartilhou conosco uma série de imagens do mais recente projeto de Álvaro Siza, a Capela do Monte, localizada em Barão de São João, na região do Algarve. Parte do projeto Monte da Charneca Center, a capela fora encomendada à Siza em 2016 por um casal suíço-americano que reside no local.

Inaugurada em março deste ano, a estrutura de 10,34 x 6,34 metros e coloração arenosa está implantada no ponto mais alto de uma colina e pode ser acessada apenas à pé. Sua geometria monolítica sugere, de fora, a serenidade do espaço interno, de revestimentos brancos e mobiliário de madeira desenhado por Siza e produzido pela equipe de carpinteiros da Serafim Pereira Simões Sucessores, do Porto.

Alvaro Siza: "O projetista de sonhos"

10:00 - 26 Junho, 2018
Alvaro Siza: "O projetista de sonhos", Cortesía de Raúl García García
Cortesía de Raúl García García

Direto do Blog da Fundación Arquia, o arquiteto Raúl García García, nos convida a conhecer um pouco mais sobre o processo criativo de Álvaro Siza através de seus esboços mais elementares, um dos arquitetos mais importantes de meados do século XX e início do século XXI.

Em foco: Álvaro Siza

12:30 - 25 Junho, 2018
Em foco: Álvaro Siza, Piscinas de Marés de Leça da Palmeira - 1966. Image © Fernando Guerra |  FG+SG
Piscinas de Marés de Leça da Palmeira - 1966. Image © Fernando Guerra | FG+SG

Hoje, 25 de junho, o arquiteto português Álvaro Joaquim de Melo Siza Vieira, ou simplesmente Álvaro Siza, completa 85 anos de vida. Para celebrar o aniversário desse mestre da arquitetura, apresentamos a seguir algumas das obras mais inspiradoras de Siza. As fotografias a seguir são uma cortesia de Fernando Guerra | FG+SG.

Os homens vitruvianos: diálogos entre Álvaro Siza e o escultor Andreu Alfaro

07:00 - 2 Junho, 2018
Os homens vitruvianos: diálogos entre Álvaro Siza e o escultor Andreu Alfaro, © António Choupina / A. Alfaro
© António Choupina / A. Alfaro

Enquanto contemplávamos o vestíbulo da Biblioteca Laurenziana, recordo-me distintamente de parafrasear Giorgio Vasari: Agradeço a Deus por ter nascido no tempo em que Álvaro Siza está vivo e por ser digno de tê-lo como um mestre em condições tão amistosas. Uma versão muito mais eloquente foi dedicada ao "divino" Miguel Ângelo Buonarroti na original Vida dos mais Excelentes Pintores, Escultores e Arquitectos (1568), no entanto soava igualmente verdadeira na presença do "místico" Siza – epíteto proferido por Eduardo Souto de Moura. Naquele momento, em Florença, o arquitecto da escultura e o escultor da arquitectura encontravam-se metafisicamente face a face sob a forma de uma escada, cuja silhueta viveria para além do tempo, transformada pelo Barroco e reinterpretada por muitos autores – de Charles Garnier até Alvar Aalto – mas talvez por nenhum com mais entusiasmo do que o próprio Álvaro Siza.

Exposição "AlfaroSiza" em Valência

08:00 - 24 Maio, 2018
Exposição "AlfaroSiza" em Valência, Cortesia de Espai Alfaro
Cortesia de Espai Alfaro

O centro Valenciano, Espai Alfaro, inaugurou a exposição "AlfaroSiza", apresentando um dueto entre o arquitecto Álvaro Siza e o escultor Andreu Alfaro, co-comissariado por Fran Silvestre e António Choupina.

Capela de Santo Ovídio, de Álvaro Siza, pelas lentes de Fernando Guerra

12:01 - 10 Abril, 2018
Capela de Santo Ovídio, de Álvaro Siza, pelas lentes de Fernando Guerra, © Fernando Guerra | FG+SG
© Fernando Guerra | FG+SG

Um volume puro, alvo, levemente iluminado, em meio a um jardim. Trata-se de uma capela privada na Quinta de Santo Ovídio, em Lousada, construída entre os anos de 1989 e 2001, projetada por Álvaro Siza Vieira. A proposta parte de um percurso, em que se avista o volume branco prismático desde longe, passa-se por baixo do volume em balanço e chega-se, através de alguns degraus, à praça de entrada, em que todos os planos são construídos em pedra. Siza diferencia a fachada principal, em pedra, das outras três, em concreto pintado em branco, conferindo-lhe importância e uma poética construção de planos.

O belo e o feio na arquitetura: uma conversa entre Álvaro Siza e Souto de Moura

07:00 - 2 Março, 2018
O belo e o feio na arquitetura: uma conversa entre Álvaro Siza e Souto de Moura, © Paulo Pimenta. via Público.pt
© Paulo Pimenta. via Público.pt

Parceiros de trabalho e amigos há mais de quatro décadas, Álvaro Siza e Eduardo Souto de Moura somam dois Pritzkers e uma série de outros prêmios que atraem a admiração e o respeito de qualquer profissional da arquitetura. Em conversa mediada por Isabel Lucas e publicada no jornal português Público.pt, a dupla discute os primeiros momentos dessa longa parceria que, com o passar do tempo, se transmutou em cumplicidade que permite um desenhar sobre o croqui do outro num processo que os próprios chamam de "osmose".

Quem já ganhou o Prêmio Pritzker?

15:00 - 27 Fevereiro, 2018
Quem já ganhou o Prêmio Pritzker?, Cerimonia de premiação de 2017: Ryue Nishizawa (esquerda), Tadao Ando, Kazuyo Sejima, Rafael Aranda, Glenn Murcutt, Carme Pigem, Ramon Vilalta, Toyo Ito, Shigeru Ban. Imagem © The Hyatt Foundation / Pritzker Architecture Prize
Cerimonia de premiação de 2017: Ryue Nishizawa (esquerda), Tadao Ando, Kazuyo Sejima, Rafael Aranda, Glenn Murcutt, Carme Pigem, Ramon Vilalta, Toyo Ito, Shigeru Ban. Imagem © The Hyatt Foundation / Pritzker Architecture Prize

O Prêmio Pritzker é o reconhecimento mais importante que um arquiteto(a) pode receber em vida. A honraria é outorgada todos os anos a arquitetos e arquitetas cuja obra construída "tenha produzido significativas contribuições para a humanidade ao longo dos anos", segundo explica a própria organização responsável pela premiação. Por esta razão, o júri presta homenagem a pessoas e não a escritórios, como já aconteceu em 2000 (Rem Koolhaas ao invés do OMA), 2001 (Herzog & de Meuron), 2010 (SANAA), 2016 (Elemental) e 2017 (RCR Arquitectes), premiando seus fundadores (como no caso do SANAA), o então, um deles (Elemental).

O prêmio surgiu de uma iniciativa criada por Jay Pritzker através da Fundação Hyatt, organização associada a empresa hoteleira que o mesmo fundou em conjunto com seu irmão Donald em 1957. A primera edição do prêmio foi realizada em 1979, quando Philip Johnson se tornou o primeiro arquiteto a ser homenageado. Estadunidense, Johnson é autor de importantes obras da história da arquitetura moderna, como a Glass House (1949).

O Prêmio Pritzker já conta com quarenta edições anuais ininterruptas, galardoando arquitetos e arquitetas de 18 nacionalidades diferentes. Metade dos premiados são europeus; América, Ásia e Oceania dividem as outras vinte edições, e até hoje nenhum arquiteto o arquiteta africano(a) teve a chance de receber o prêmio, sendo o único continente do globo a não possuir representantes no hall da fama da arquitetura.

Nova Igreja de Saint-Jacques de la Lande de Álvaro Siza, pelas lentes de Ana Amado

10:00 - 15 Fevereiro, 2018
© Ana Amado
© Ana Amado

A fotógrafa de Arquitetura Ana Amado compartilhou conosco uma série de fotografias da recém-inaugurada Igreja de Saint-Jacques de la Lande, projetada pelo arquiteto português Álvaro Siza em Rennes. Esta é a primeira igreja construída na região da Bretanha no século XXI.

Como muitas outras obras de Siza, a igreja foi construída em concreto branco e seu desenho dá especial atenção à iluminação natural, que banha, por cima, o altar, o sacrário, o púlpito e a pia baptismal. Externamente, diferentes volumes - blocos, cilindros e incisões - compõem a geometria geral do edifício, distinguindo-o dos blocos residenciais adjacentes, ao passo que o reduzido número de aberturas ajuda a estabelecer uma presença sólida e permanente em meio ao ambiente natural.

Veja a série de fotografias de Ana Amado, a seguir:

© Ana Amado © Ana Amado © Ana Amado © Ana Amado + 53

A natureza como coautora em projetos de arquitetura

10:00 - 8 Fevereiro, 2018
A natureza como coautora em projetos de arquitetura, Piscinas de Marés de Leça da Palmeira / Alvaro Siza. Foto: © Fernando Guerra | FG+SG
Piscinas de Marés de Leça da Palmeira / Alvaro Siza. Foto: © Fernando Guerra | FG+SG

Lidar com o contexto onde está inserido um projeto é parte essencial do exercício da arquitetura, seja negando ou incorporando os elementos preexistentes e as condicionantes do entorno nas propostas. Apesar dessa constante, entender o que há em volta como atuante direto nas decisões de desenho e organização do espaço vai além de simplesmente considerar boas vistas, ventilação natural ou orientação, trata-se de enxergar essas condições como agentes ativas nos projetos, isto é, como coautoras.

Os casos em que essa prática se faz mais notável são provavelmente aqueles que pensam os elementos da natureza nesse papel atuante, e essa é a postura adotada por alguns escritórios como verdadeiro partido inicial para o desenho dos espaços.

Arquivo pessoal de Álvaro Siza é disponibilizado gratuitamente online

10:00 - 31 Janeiro, 2018
Arquivo pessoal de Álvaro Siza é disponibilizado gratuitamente online, Fundação Iberê Camargo, Porto Alegre, Brasil. Imagem © Flickr de bauhausler. Licença CC BY 2.0
Fundação Iberê Camargo, Porto Alegre, Brasil. Imagem © Flickr de bauhausler. Licença CC BY 2.0

O arquivo pessoal de Álvaro Siza, que compreende obras construídas e não construídas, será disponibilizado online com acesso gratuito, graças à colaboração entre três instituições - a Fundação Serralves, do Porto, a Fundação Calouste Gulbenkian, de Lisboa, e o Centro Canadense de Arquitetura, de Montreal. 

Siza doou seu arquivo às três instituições em 2014 e após três anos de esforços para documentar e armazenar os documentos, a primeira série de arquivos está pronta para acesso público.