Ampliar imagem | Tamanho original
A Fundação Mies van der Rohe lançou a segunda edição da bolsa Lilly Reich pela igualdade na arquitetura. Marcando o 135º aniversário do nascimento do arquiteto alemão, a bolsa oferece apoio específico para estudantes do ensino médio para aprimorar projetos de pesquisa curricular. O financiamento visa aprofundar o conhecimento e a disseminação de Reich e seu impacto na história da arquitetura moderna. Reich foi parceira de Mies van der Rohe na concepção e execução do Pavilhão Alemão de Barcelona em 1929. A bolsa visa promover o estudo, a disseminação e a visibilidade de suas contribuições à arquitetura, que foram indevidamente invisibilizados ou esquecidos. Também procura promover acesso igualitário à prática da arquitetura. “Estamos felizes em abrir nova chamada para a bolsa Lilly Reich Grant pela igualdade na arquitetura, e estamos especialmente felizes em incluir a comunidade adolescente nessa luta pela igualdade por meio de pesquisa e conhecimento”, disse Anna Ramos. Em sua primeira edição, a bolsa premiou a proposta de pesquisa Re-encatment: Lilly Reich’s work occupies the Barcelona Pavilion de Laura Martínez de Guereñu. Graças a essa pesquisa, a história do Pavilhão que podemos contar a partir de agora é mais completa em relação ao trabalho de Lilly Reich. A exposição que resultou desta primeira edição é uma resposta material à invisibilidade generalizada do trabalho de Lilly Reich. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar