Ampliar imagem | Tamanho original
O escritório holandês Bekkering Adams Architecten, em colaboração com ABT e BeersNielsen, inaugurou recentemente uma instalação no Palazzo Mora que faz parte dos eventos paralelos da Bienal de Veneza. Intitulada Form-ContraForm, a obra escultural reflete sobre a percepção humana e conceitual do espaço - algo que eles descrevem como "um espaço que rodeia e envolve". Refinando a essência da arquitetura até chegar a coordenadas no espaço, a experiência criada por Bekkering Adams se assemelha à noção de "massa versus vazio". Segundo os arquitetos, "a intensão é proporcionar uma experiência que não é apenas moldada pelos limites físicos do espaços", mas que também "se estende para além do tangível." No espaço da instalação um cubo flutuante de 2,4 metros de lado é composto por 14 mil esferas suspensas por uma grelha de arame. Dentro deste cubo há uma cavidade na qual as pessoas podem entrar. A densidade variável das esferas torna visíveis volumes contidos no interior do cubo, "como se fossem nuvens." Além disso, "as superfícies reflexivas no chão criam a ilusão de um espaço infinito, oferecendo perspectivas inusitadas. As luzes em movimento, que reagem às ações das pessoas, representam as manifestações do cubo através das variações de cor e intensidade." Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar