Ampliar imagem | Tamanho original
A última fábrica têxtil remanescente da Ilha de Buda - uma área destinada a se tornar o coração cultural da cidade - tem sido transformada em estúdios e espaços de exibições para artistas em residência. Este grande volume, situado no centro de uma quadra da cidade, foi adaptado através de duas intervenções principais: A primeira estabelece um grande vazio no centro do edifício, trazendo luz solar para dentro do vasto pavimento térreo. Esse vazio pentagonal abriga uma escada que dá acesso público a uma série de espaços diferentes distribuídos nos quatro andares: um laboratório para produção, espaços multifuncionais de tamanhos e condições de iluminação variados, salas de música e um terraço na cobertura. A maior parte da estrutura é composta  de elementos reutilizados. Além da economia de recursos, a reutilização permite a instalação de um grande centro cultural dentro de um orçamento limitado. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar