i

Inscreva-se agora e organize a sua biblioteca de projetos e artigos de arquitetura do seu jeito!

i

Encontre os melhores produtos para o seu projeto em nosso Catálogo de Produtos

i

Instale o ArchDaily Chrome Extension e inspire-se a cada nova aba que abrir no seu navegador. Instale aqui »

Tudo
Projetos
Produtos
Eventos
Concursos
  1. ArchDaily
  2. Projetos
  3. Porto
  4. Bélgica
  5. Zaha Hadid Architects
  6. 2016
  7. Edifício no Porto de Antuérpia / Zaha Hadid Architects

Edifício no Porto de Antuérpia / Zaha Hadid Architects

  • 09:00 - 26 Setembro, 2016
  • Traduzido por Camilla Sbeghen
Edifício no Porto de Antuérpia / Zaha Hadid Architects
Edifício no Porto de Antuérpia / Zaha Hadid Architects, © Helene Binet
© Helene Binet

© Helene Binet © Hufton+Crow © Hufton+Crow © Hufton+Crow +41

  • Diretor de Proejto ZHA

    Joris Pauwels
  • Arquiteto ZHA

    Jinmi Lee
  • Equipe de Projeto ZHA

    Florian Goscheff, Monica Noguero, Kristof Crolla, Naomi Fritz, Sandra Riess, Muriel Boselli, Susanne Lettau
  • Equipe do Concurso ZHA

    Kristof Crolla, Sebastien Delagrange, Paulo Flores, Jimena Araiza, Sofia Daniilidou, Andres Schenker, Evan Erlebacher, Lulu Aldihani
  • Arquiteto Executivo

    Bureau Bouwtechniek
  • Engenharia Estrutural

    Studieburo Mouton Bvba
  • Instalações

    Ingenium Nv
  • Engenharia Acústica

    Daidalos Peutz
  • Consultoria de Restauração

    Origin
  • Proteção Contra Incêndio

    Fpc
  • Mais informaçõesMenos informações
© Hufton+Crow
© Hufton+Crow

Do arquiteto. O novo edifício do Porto em Antuérpia renova e amplia uma estação de bombeiros abandonada tornando-a uma nova sede para o porto - reunindo os 500 funcionários do porto que, anteriormente, trabalhavam em edifícios separados espalhados pela cidade.

© Helene Binet
© Helene Binet

Com 12 km de cais, o porto de Antuérpia é o segundo maior de embarque da Europa, servindo 15.000 navios comerciais e 60.000 balsas fluviais a cada ano.

© Hufton+Crow
© Hufton+Crow

Antuérpia lida com 26% do transporte de contêineres da Europa, transportando mais de 200 milhões de toneladas de mercadorias por meio dos navios transoceânicos que fornecem emprego direto a mais de 60.000 pessoas, incluindo mais de 8.000 trabalhadores portuários. Indiretamente, o Porto de Antuérpia garante cerca de 150.000 postos de trabalho e tem metas ambiciosas para a futura expansão a fim de atender ao crescimento e desenvolvimento do continente durante o próximo século.

© Hufton+Crow
© Hufton+Crow

Em 2007, quando os antigos escritórios da década de 1990 do porto de Antuérpia tinham se tornado muito pequenos, o porto determinou que a relocação permitiria que seus serviços técnicos e administrativos fossem alojados em conjunto, oferecendo acomodação para cerca de 500 funcionários. O porto requeria um ambiente de trabalho sustentável e à prova de futuro para os seus empregados, o que representa sua ética e valores em uma arena local e internacional em constante expansão.

© Tim Fischer
© Tim Fischer

Como o limite entre a cidade e seu vasto porto, a Ilha México na doca Kattendijk de Antuérpia, em Quay 63, foi escolhida como o local para a nova sede. O terreno também ofereceu benefícios significativos de construção sustentável, permitindo que os materiais e componentes de construção fossem transportados pela água, um requisito importante para cumprir com as metas ecológicas do porto.

© Hufton+Crow
© Hufton+Crow

Após a construção de uma nova estação de bombeiros com instalações necessárias para atender um porto em expansão, a antiga estação de bombeiros na Ilha México - uma réplica enumerada de uma residência Hanseatic - tornou-se redundante e contou com uma mudança de uso para garantir sua preservação. Esta estação de bombeiros em desuso teve que ser integrada ao novo projeto. O departamento do governo flamengo da arquitetura, juntamente com as autoridades da cidade e do porto, organizaram um concurso de arquitetura para a nova sede.

© Hufton+Crow
© Hufton+Crow

O projeto de Zaha Hadid Architects é composto pela pesquisa histórica detalhada e uma análise aprofundada, tanto do local quanto do edifício existente.

Corte
Corte

Marc Van Peel, presidente do Porto de Antuérpia, disse: "Houve apenas uma regra estabelecida no concurso de arquitetura: que o edifício original fosse preservado. Não houve outras condições impostas para o posicionamento do novo edifício. O júri foi, portanto, agradavelmente surpreendido quando os cinco candidatos pré-selecionados optaram por uma estrutura moderna acima do edifício original. Todos eles combinaram o novo com o antigo, mas o projeto de Zaha Hadid Architects foi o mais brilhante."

© Hufton+Crow
© Hufton+Crow

Conversando com consultores patrimoniais na restauração e renovação de monumentos históricos, estudos de história e patrimônio do local foram alguns dos fundamentos do projeto que enfatiza, em primeiro lugar, o eixo Norte-Sul paralelo com o Kattendijkdok que conecta o centro da cidade até o porto . Em segundo lugar, devido à sua localização cercada por água, as quatro fachadas do edifício são consideradas de igual importância sem a existência de uma fachada principal. A criação de ZHA é uma extensão elevada, em vez de um volume próximo, que teria ocultado pelo menos uma das fachadas existentes. A análise histórica da antiga estação de bombeiros também destacou o papel da sua torre original - um grande e imponente elemento. Sua marcação vertical, destinada a coroar o volume do edifício abaixo, nunca foi realizada.

Planta - térreo
Planta - térreo

Estes três princípios fundamentais definem a composição do projeto entre novo e antigo: um novo volume "flutua" acima do antigo edifício, respeitando cada uma das antigas fachadas e completando a verticalidade da torre não realizada do projeto original.

© Hufton+Crow
© Hufton+Crow

Como a proa de um navio, a nova extensão aponta para o rio Scheldt, conectando o edifício com o rio onde Antuérpia foi fundada.

© Tim Fischer
© Tim Fischer

Cercada por água, a fachada da nova extensão é uma superfície envidraçada e ondulada que reflete os tons e cores de céu da cidade. As facetas triangulares permitem que as curvas, aparentemente lisas em cada extremidade do edifício, sejam formadas com folhas planas de vidro. Elas também facilitam a transição gradual de uma fachada plana na extremidade sul do edifício para uma superfície ondulada no norte.

© Hufton+Crow
© Hufton+Crow

Enquanto a maioria das facetas triangulares são transparentes, algumas são opacas. Esta mistura garante luz solar suficiente no interior do edifício, ao mesmo tempo em que controla a carga solar para garantir condições de trabalho ideais. Além disso, a alternância de painéis transparentes e opacos divide o volume da nova extensão, gera vistas panorâmicas do rio, da cidade e do porto, bem como proporciona um espaço fechado.

© Helene Binet
© Helene Binet

A qualidade ondulante da fachada é gerada com facetas planas do sul que, gradualmente, tornam-se mais tridimensionais em direção ao norte. Essa percepção de um volume transparente cria a aparência brilhante e reinterpreta apelido de Antuérpia como a cidade dos diamantes. A nova extensão aparece como uma forma cuidadosamente lapidada, que muda sua aparência de acordo com a intensidade da luz do dia. Tal como as ondulações na superfície da água circundante no porto, a nova fachada reflete a mudança das condições de luz.

© Hufton+Crow
© Hufton+Crow

O pátio central da antiga estação de bombeiros foi fechado com um telhado de vidro e é transformado na principal área de recepção para o novo Porto. A partir deste átrio central, os visitantes acessam a sala de leitura pública e a biblioteca dentro da garagem dos bombeiros que foi cuidadosamente restaurada e preservada.Os elevadores panorâmicos fornecem acesso direto à nova extensão com uma ponte externa entre o edifício existente e nova extensão conferindo uma vista panorâmica da cidade e do porto.

© Tim Fischer
© Tim Fischer

Os requisitos do cliente para um "escritório baseado em atividades 'são integrados dentro do projeto, com áreas afins, tais como restaurante, salas e auditório localizadas no centro dos níveis superiores do edifício existente e dos pavimentos inferiores da nova extensão de salas de reuniões. Os outros andares compreendem escritórios de planta livre.

Planta - sexto pavimento
Planta - sexto pavimento

Colaborando com serviços de consultoria da Ingenium, ZHA desenvolveu um projeto sustentável e energeticamente eficiente atingindo um boa classificação BREEAM.  Apesar dos desafios de integração com um edifício histórico protegido, elevados padrões em design sustentável foram alcançados através da implementação de estratégias eficazes em cada fase da construção. Um sistema de energia que bombeia a água a uma profundidade de 80m em mais de 100 localidades ao redor do edifício fornece aquecimento e arrefecimento. Na nova extensão, utiliza-se forros refrigerados. Acessórios sanitários sem água e detectores de movimento minimizam o consumo de água, enquanto há controles de automação para controle de iluminação artificial.

© Hufton+Crow
© Hufton+Crow
© Tim Fischer
© Tim Fischer

Com constantes referências ao rio, a cidade de Antuérpia e a dinâmica do seu porto, juntamente com a renovação de sucesso e reutilização de uma estação de bombeiros redundante, a nova sede do porto funcionará através de sua expansão planejada ao longo de gerações futuras.

© Tim Fischer
© Tim Fischer

Marc Van Peel disse: "O estilo arquitetônico do edifício original, uma réplica da antiga Hansa House, lembra o século XVI de Antuérpia, "o século de ouro ". Mas agora, acima deste original, uma estrutura contemporânea em vidro brilhante foi construída, e, estou certo de que ela representa um novo século de ouro para Antuérpia."

© Helene Binet
© Helene Binet
Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita: "Edifício no Porto de Antuérpia / Zaha Hadid Architects" [Antwerp Port House / Zaha Hadid Architects] 26 Set 2016. ArchDaily Brasil. (Trad. Sbeghen Ghisleni, Camila) Acessado . <http://www.archdaily.com.br/br/795945/edificio-no-porto-de-antuerpia-zaha-hadid-architects>
Ler comentários

0 Comentários

···

Comentários estão fechados

Ler comentários