Residencial Vila Maida / Maristela Faccioli

No conjunto do Residencial Vila Maida, os maiores desafios foram a acomodação de 3 unidades residenciais em um lote restrito ( 10m x 22m ), além da busca por uma alternativa diferenciada em relação à ocupação usual dos lotes urbanos na construção de sobrados geminados.

Cortesia Maristela Faccioli

Com a divisão usual dos lotes, os sobrados são, além de estreitos, muito longos, com excessiva área de circulação, e com problemas de insolação e ventilação. No caso da Vila Maida, o terreno possuía ainda uma faixa “non edificandi” no sentido longitudinal, que configurou um recuo obrigatório a ser respeitado e consequentemente, uma maior restrição ao projeto.

Planta geral

Diante dessas premissas, foram implantadas 3 residencias verticais, cada uma com aproximadamente 100m2 de área útil, cujas aberturas mais significativas foram direcionadas justamente para o recuo obrigatório.

Cortesia Maristela Faccioli

A idéia de propor alternativas se reflete também na tipologia da construção e no programa das residências, que são basicamente lajes livres, com áreas molhadas concentradas em uma única prumada. Desta forma, os pavimentos se tornam flexíveis para a configuração de outras divisões internas e com isso, para adequação de cada uma das casas ao perfil de seus respectivos moradores.

Cortesia Maristela Faccioli

Na construção, usamos alvenaria estrutural de blocos de concreto sílico-calcário e lajes painel treliçadas de concreto, a não ser na cobertura do último pavimento, onde um sanduíche de telhas metálicas e lã de rocha garante a proteção térmica e acústica.

Cortesia Maristela Faccioli

Os fechamentos são grandes caixilhos de alumínio e vidro, combinando aberturas – portas e janelas – a fim de proporcionar grande luminosidade e integração com o externo. E os materiais de acabamento, por sua vez, são na sua grande maioria, os próprios materiais estruturais, tais como blocos, lajes e vigas aparentes, tirando partido da estética desses elementos para definir o conceito do projeto.

Cortesia Maristela Faccioli

Ficha técnica:

  • Arquitetos:Maristela Faccioli
  • Ano: 2006
  • Endereço: Rua Santo Hilário 60, Vila Bastos Santo André Brasil
  • Tipo de projeto: Habitacional
  • Status:Construído
  • Materialidade: Tijolo e Concreto
  • Estrutura: Tijolo
  • Localização: Rua Santo Hilário 60, Vila Bastos, Santo André, Brasil
  • Implantação no terreno: Isolado

Informação Complementar:

  1. Paisagismo: Jardinarte
  2. Projeto estrutural: Engenheiros Cynthia Maida, Emir Maida e Cesar Maida Neto
  3. Construção: Engenheiros Cynthia Maida, Emir Maida e Cesar Maida Neto
  4. Fornecedor de blocos: Prensil
  1. Projeto: 2004
  2. Construção: 2006
  3. Materiais
  4. Estrutura: Alvenaria estrutural de blocos de concreto sílico-calcário
  5. Cobertura: Telhas metálicas onduladas
  6. Laje: Painel de concreto treliçado
  7. Alvenaria: Blocos de concreto sílico-calcário
  8. Escada: Metálica com degraus de concreto
  9. Caixilhos: Alumínio com pintura eletrostática
  10. Acabamentos: Blocos de concreto com pintura látex ou à vista, e pastilhas cerâmicas (cozinhas e banheiros)
  11. Pisos: Granilite e cerâmica

Localização aproximada, pode indicar cidade/país e não necessariamente o endereço exato. Cita:Igor Fracalossi. "Residencial Vila Maida / Maristela Faccioli" 15 May 2013. ArchDaily. Accessed . <http://www.archdaily.com.br/br/01-25288/residencial-vila-maida-maristela-faccioli>
comments powered by Disqus