Ampliar imagem | Tamanho original
“Ao reformar a nova morada, a antiga se ressignifica.” Em 2015, fizemos a reforma do apartamento do edifício Brasil. Em 2020, o morador anexou a unidade vizinha e nos convidou novamente para projetar, dessa vez, com o desafio de uni-la à nossa primeira intervenção. Decidimos por manter o apartamento antigo com pouquíssimas mudanças, de modo que o novo imóvel, que seria reformado, se unisse com naturalidade ao anterior. A parede que dividia as duas unidades foi demolida, criando uma sala maior e mais luminosa. É justamente na chegada do apartamento que se vê a junção entre os dois projetos, a transição precisa de pisos, de materiais, de texturas e de novas perspectivas. Reforçamos essa transição ao expormos o concreto bruto existente da estrutura da edificação. Pedaços de madeira da forma de concreto, conduítes e imperfeições de superfície foram deixadas como estavam, revelando um pouco da história dos materiais. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar