Ampliar imagem | Tamanho original
No âmbito do Barcelona Gallery Weekend, a Fundació Mies van der Rohe recebe no Pavilhão Barcelona a intervenção “O mais simples é o mais difícil de fazer”, do artista brasileiro Laercio Redondo. O projeto dialoga com o espaço do pavilhão através de esculturas, fotografias e uma obra sonora que aborda a questão dos apagamentos no tempo e na história, especialmente em relação à sua construção e reconstrução. A intervenção poderá ser visitada online entre 16 e 27 de setembro. A intenção do artista não é recuperar essas narrativas no sentido de reescrever a história, ou substituir uma história por outra, mas representar situações que ampliem esses efeitos. Nesta intervenção o artista usa visualizações como um elemento central que ressoa na obra de Lilly Reich e Mies van der Rohe. Redondo dialoga com a estrutura física e simbólica do Pavilhão, diluindo as fronteiras entre pintura, escultura, design e arquitetura. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar