Ampliar imagem | Tamanho original
Há várias profissões que, em nossa concepção clássica de trabalho, parecem estranhas e incomuns de reunir. É o caso do arquiteto Leo Laniado e do químico Osiel Alves Pereira que, ao trabalharem juntos, puderam produzir pinturas artesanais com resultados extraordinários. Isso nos leva a considerar o papel de integrar disciplinas para obter soluções mais produtivas e abrangentes. Será multidisciplinaridade, pluridisciplinaridade ou interdisciplinaridade? O caso de Laniado e Alves demonstra mais uma vez o sucesso da fusão de competências no âmbito laboral e, sobretudo, criativo. Leo Laniado, especializado em paisagismo e arquitetura, passou por um extenso processo em busca de revestimentos adequados para seus projetos. Ele imaginou paredes com texturas e cores que não encontraria nas possibilidades do mercado. Após esta investigação, em 1993 conheceu o químico Osiel Alves Pereira, que mais tarde se tornou sócio da Terracor, empresa especializada no desenvolvimento e fabrico de pinturas e acabamentos de parede. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar