Ampliar imagem | Tamanho original
O projeto nasceu da necessidade de ampliação da escola, e do desejo da comunidade em permanecer no atual endereço. Assim, as salas de aula deixaram de ser ambientes adaptados na antiga residência e ganharam instalações apropriadas: salas hexagonais, seguindo aspiração do corpo pedagógico por uma arquitetura antroposófica. De acordo com o pensamento de Rudolf Steiner, deve-se evitar a adoção de ângulos retos e sim trabalhar os ambientes com formas mais orgânicas – o que seria mais acolhedor aos alunos. Daí a opção por salas de aulas em formatos de hexágonos e telhados inclinados. Outro importante aspecto do projeto é a modularidade e ampliação por fases subsequentes, de maneira a acompanhar o crescimento da escola (que em fevereiro de 2019 atingiu o 3º ano do ensino fundamental brasileiro). Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar