Ampliar imagem | Tamanho original
Por se tratar de um espaço efêmero, era necessário um projeto simples que aproveitasse todo o potencial do espaço e fizesse uso de poucos materiais e revestimentos, visando custos e prazos reduzidos. Posteriormente o projeto foi comprado e mantido. A ideia foi criar um espaço dentro do espaço. Um objeto suspenso que se insere no existente e demarca uma ocupação na qual o entorno é mantido com suas características originais. O novo esqueleto de madeira recebe bancada, tablado, banco, prateleiras e fechamento de vidro. Cada uso é demarcado através dos intervalos na estrutura. Além disso, ao repetir o desenho do piso em todas as faces superiores do mobiliário, propõe-se uma brincadeira com o reflexo no teto espelhado e cria-se uma instalação com forte linguagem gráfica. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar