Ampliar imagem | Tamanho original
Palma Hideaway serve de estúdio/residência para uma jovem empreendedora que passa a maior parte do tempo viajando a trabalho. É o resultado de uma pesquisa contínua de como habitar locais térreos situados em tecidos urbanos densos (seguindo o estudo realizado anteriormente no projeto Raval Hideway em Barcelona). O espaço se encontra no limite do centro da cidade. Um terreno de 92m², onde se está suscetível à vitalidade do entorno e, ao mesmo tempo, ao isolamento em relação ao externo para aproveitá-lo como lugar de descanso e trabalho. Antigamente era uma oficina mecânica de motos, e por isso se caracterizava por pés direitos altos, uma estrutura mista de concreto e madeira e um pátio subaproveitado na parte posterior do lote. A transição que existia entre a rua e o acesso era muito intenso, por isso foi considerado essencial criar um espaço intermediário. Este jardim funciona como uma entrada de luz e ventilação, ao mesmo tempo que serve de barreira acústica e de privacidade para o interior. A fim de prover este espaço com a maior versatilidade possível, várias camadas são dispostas e podem ser combinadas em diversas variações. Uma primeira fachada externa com acabamento em tela perfurada filtra a luz, ventila e proporciona um primeiro grau de privacidade ao interior. Posteriormente, uma segunda fachada de vidro e carpintaria de madeira, isola acusticamente o local da rua de pedestres. Um banco de madeira e uma jardineira de azulejos completam o espaço que atua como transição. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar