Ampliar imagem | Tamanho original
Desde o início do surto de coronavírus no Chile, o consumo de pão no país alcançou níveis jamais registrados anteriormente. Isso que o Chile é o segundo maior consumidor de pão per capita do mundo. Como resposta às medidas de distanciamento social, os chilenos correram para os supermercados esgotando os estoques de fermento biológico na capital Santiago em poucos dias, levando-nos a acreditar que ao que parece, a maioria da população decidiu estocar ingredientes para a fabricação caseira de pães como uma medida para lidar com as incertezas trazidas pela pandemia. Todo mundo decidiu botar a mão na massa, e lá em casa não foi diferente. Quando entregaram as minhas compras hoje pela manhã, decidi dar uma lida nas embalagens do produtos e sachês de fermento biológico que havia encomendado para dar início a minha fabricação caseira de pães. Para a minha surpresa, a levedura é um produto importado, fabricado por uma empresa qualquer com sede em algum lugar distante do outro lado da Cordilheira dos Andes. Os hambúrgueres, por sua vez, antes de chegar até a minha geladeira, também fizeram uma longa viagem do sul do país até a cidade de Santiago, e pelo que se pode ver nas embalagens, alguns deles vão continuar viajando até a Colômbia ou fazendo o caminho inverso dos pacotinhos de fermento em direção a Argentina. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar