Ampliar imagem | Tamanho original
A Economia Circular tem sido uma prática também aplicada no setor de arquitetura e construção. No entanto, ainda existem barreiras, sejam elas técnicas ou mesmo culturais, durante o processo de projeto das edificações. Para solucionar esse problema, algumas ferramentas podem ser utilizadas para facilitar o processo e possibilitar uma avaliação mais rápida e mais assertiva e analisar como diferentes estratégias de projeto podem trazer em ganhos ambientais, econômicos e sociais.  Este artigo visa dar continuidade ao artigo “Guia rápido de economia circular para arquitetos, engenheiros e construtores” com o objetivo de apresentar de forma mais aprofundada algumas dessas ferramentas.  Avaliação do Ciclo de Vida (ACV)  Você sabe quantas toneladas de CO2 foram emitidos para construir a casa onde mora? Ou quantos litros de água ou megajoules de energia foram consumidos? A Avaliação do Ciclo de Vida (ACV), do inglês Life Cycle Assessment (LCA), é uma metodologia internacionalmente aceita que é capaz de realizar essa quantificação e avaliação. Ela é definida e descrita nas normas internacionais ISO 14040 (2006) e 14044 (2006), que já foram traduzidas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Recentemente foram publicadas normas europeias de ACV específicas para o setor da construção civil, a EN 15978 (2011) e EN 15804 (2013). Através da ACV é possível avaliar os potenciais impactos ambientais no ciclo de vida (extração das matérias primas, transporte, fabricação, uso e fim de vida) de um saco de cimento, um tijolo ou até mesmo toda uma edificação, entre outras produtos de construção.  Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar