Ampliar imagem | Tamanho original
Coronavírus (COVID-19): uma doença infecciosa causada por um novo vírus agora identificado em humanos, ocasionando uma doença respiratória com sintomas de febre, tosse e, em casos mais graves, incapacidade respiratória. Extremamente contagioso, o vírus, até onde se sabe, é transmitido por meio de gotículas de saliva ou coriza. Assim, o principal meio de prevenção é a higienização constante. A inexistência de vacina e a altíssima velocidade de propagação está exigindo, segundo recomendação da OMS, o isolamento permanente da população, com intuito de postergar o contágio entre os humanos, ganhando tempo para que os sistemas de atendimento à saúde ‘não entrem em colapso, ou seja, que não tenham capacidade de atender os casos graves de COVID-19 e de qualquer outra doença existente. Estamos diante de uma Pandemia, um evento que atravessa toda a humanidade e exigirá muitos esforços de todos os campos do saber, incluindo o nosso, arquitetura e urbanismo. Essa crise está revelando todas as fragilidades de um sistema econômico de acesso desigual e, como uma fratura exposta, escancara todos os problemas já vividos pela nossa população como falta de saneamento básico, o acesso à moradia digna, ao trabalho e à renda. Problemas esses que acarretam, entre outras consequências, a impossibilidade de higienização adequada – seja das mãos, vestuários, produtos ou lugares -, dificuldade para o isolamento familiar seguro e incapacidade de permanência em casa por tempo indeterminado.  Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar