Ampliar imagem | Tamanho original
Quando falamos em acústica costumamos pensar em projetos arquitetônicos onde o som é protagonista, como por exemplo salas de concertos, auditórios e escolas. Mas as questões da acústica e sua implicação na qualidade dos ambientes são bem mais amplas e se estendem para as cidades e edifício de menor complexidade, podendo contribuir para uma melhoria da experiência espacial ou para uma experiência cada vez mais estressante. O Arquicast traz para a pauta uma abordagem diferenciada sobre a importância acústica em nossas e vidas. E, para tanto, conversa com os arquitetos Marcos Holtz, especialista em acústica arquitetônica e ambiental; e Ernani Machado, doutor em conforto ambiental.  Apesar de estar incluída nos currículos dos cursos de arquitetura e urbanismo, a disciplina de acústica é pouco aplicada nos projetos da graduação e é notório o pouco conhecimento que os profissionais não especialistas têm sobre o tema ou sobre sua importância.  De acordo com a arquiteta Lindsey Leardi, quanto mais barulhento fica nosso mundo, mais difícil é nos concentramos nos sons que realmente queremos ouvir. E a não consideração do som como um elemento fundamental do projeto é um erro comum que contribui para esta situação. Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar