Ampliar imagem | Tamanho original
Esta é a casa-estúdio de minha amiga Clara Cebrián. Clara é artista e não gosta de coisas muito desenhadas. Queria algo "como a casa de Ron Weasley", algo que pudesse se adaptar às necessidades que vão aparecendo com o tempo. O projeto, portanto, deveria oferecer uma base sobre a qual a vida aconteceria e que fosse "quase nada". Trabalhamos sobre um espaço de cerca de 10 por 10 metros, duas treliças e um telhado de duas águas, uma fachada com duas janelas e uma porta. Para que "quase nada" funcionasse, para o "quase tudo" parecia que nada poderia ser muito atado. Tínhamos três coisas claras: que o espaço deveria ser entendido como o que era -  um quadrado -, que deveríamos utilizar a cozinha que Clara tinha comprado em uma liquidação, e que as calhas deveriam permanecer onde estavam. Decidimos fazer um "burladero": uma frente para a cozinha (todos querem estar o tempo todo na cozinha), que se transformaria na protagonista útil do espaço e atrás da qual se esconderia o banheiro e a desordem dos armários e instalações. O burladero, que passa por baixo das treliças, permite que se entenda a nave central tal como é, e evita que haja portas que abram diretamente sobre o espaço (especialmente o banheiro). Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar