Ampliar imagem | Tamanho original
Nos últimos anos muita atenção tem sido dada a construções em madeira. Tratando-se de um material sustentável, renovável e por capturar uma enorme quantidade de carbono durante o seu crescimento, as inovações envolvendo o material têm sido constantes, permitindo construções mais altas e mesmo unindo-se com outros materiais. No entanto, ao falarmos de madeira, abordamos uma variedade imensa de espécies, com diferentes resistências, tonalidades, potencialidades, limitações e usos recomendados. Enquanto há madeiras extremamente duras, pesadas e com resistências comparáveis ao concreto, há outras bastante moles e leves que são mais propícias para outras finalidades.  De qualquer forma, por ser um material natural, a madeira é porosa e se adapta às condições de temperatura e umidade do ambiente em que está inserida, podendo absorver tudo o que entra nela, como óleos, sujeira e produtos químicos. Sem um acabamento adequado, a madeira pode secar, rachar, perder sua tonalidade natural e deteriorar-se. Se exposta a mudanças bruscas, como períodos de muita umidade e seca, pode acabar inchando ou apodrecendo.  Veja mais Veja a descrição completa
Compartilhar Compartilhar